Notícias

Comissão discute situação de auxiliares da educação

Servidores responsáveis por alimentação e limpeza das escolas reclamam de más condições de trabalho.

09/05/2023 - 16:52
Imagem

A Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) discute nesta quarta-feira (10/5/23) as condições de trabalho das auxiliares de serviços gerais de educação básica do Estado. A audiência pública será realizada no Auditório José Alencar, a partir das 9h30. 

Botão

Os autores do requerimento para a realização da reunião são as deputadas Beatriz Cerqueira (PT) e Macaé Evaristo (PT) e o deputado Leleco Pimentel (PT). Os parlamentares pretendem debater as condições precárias de trabalho, o plano de carreira e o pagamento de vencimento básico da categoria, atualmente em R$ 1.242,41, valor inferior ao salário mínimo.

As auxiliares de serviços gerais também reclamam do indeferimento de pedidos de concessão de benefícios junto ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). O registro profissional na função de “coletor de lixo domiciliar” pelo Estado é mais um ponto de insatisfação, já que essa nomenclatura não corresponde às funções exercidas pelas servidoras.

O último concurso público para o cargo de auxiliar de serviços de educação básica realizado pelo Estado foi em 2001. Com isso, as servidoras reclamam de contratações temporárias todo ano, sem direito à carreira e com o risco de terceirização das suas atividades.

Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia - debate sobre o ensino diurno em escola estadual de Viçosa

Receba as notícias da ALMG

Cadastre-se no Boletim de Notícias para receber, por e-mail, as informações sobre os temas de seu interesse.

Assine