Notícias

Academia de Letras do Vale do Jequitinhonha será homenageada

Entidade recém criada na Academia Mineira de Letras trabalhará para promover cultura e literatura da região.

18/08/2023 - 14:32 - Atualizado em 21/08/2023 - 08:12
Imagem

A Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) homenageará na próxima segunda-feira (21/8/23), a partir das 14h30, no Auditório do andar SE, a Academia de Letras do Vale do Jequitinhonha (Alva), pela sua recente criação. 

O requerimento para realização da reunião é do deputado Doutor Jean Freire (PT). Segundo ele, "a criação da Alva é um marco para a cultura e para a história do Vale. É uma forma de manter vivas nossas memórias, então, nada mais justo que homenagear aqueles e aquelas que vivem, pesquisam, falam e cantam o Jequitinhonha. Precisamos dar visibilidade e ainda mais possibilidades para que instituições populares como estas existam e se fortaleçam. Para que as nossas histórias sejam contadas e a memória preservada."

Em reunião na Academia Mineira de Letras, em Belo Horizonte, no dia 4 de abril deste ano, a Alva foi criada a partir de uma lista de 154 nomes. Foram eleitos 40 acadêmicos efetivos, sendo que cada acadêmico escolheu o seu patrono, de uma lista de quase 70 nomes indicados por todos. Foram também escolhidos acadêmicos eméritos e correspondentes.

Botão

A posse de 27 dos 40 acadêmicos aconteceu na 39ª edição do Festival de Cultura Popular do Vale do Jequitinhonha (Festivale), na abertura da sua programação, no dia 23 de julho deste ano, no auditório da Escola Estadual Chaves Ribeiro, em Itaobim (Jequitinhonha). Ficou estabelecido que Diamantina será a cidade-sede da Alva. 

Os 13 acadêmicos que não puderam comparecer à cerimônia em Itaobim tomarão posse durante a homenagem feita na ALMG. Dentre os acadêmicos eleitos para compor a Alva, destacam-se o deputado federal Patrus Ananias (PT-MG) e o produtor cultural, escritor e contador de causos Tadeu Martins Soares. Ambos estarão presentes na reunião e receberão votos de congratulações na ocasião.

Também comparecerão o presidente da Academia Mineira de Letras (AML), Rogério Faria Tavares, e o reitor da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Heron Laiber Bonadiman. 

A proposta da Alva é ser mais dinâmica e criativa que as demais academias de letras. Totalmente dedicada à promoção da cultura da região em que nasceu e que a abriga, a instituição já nasce parceira do Coletivo dos Poetas e Escritores do Vale do Jequitinhonha, da Federação das Entidades Culturais e Artísticas do Vale do Jequitinhonha (Fecaje) e do Instituto Sociocultural ValeMais.

As entidades trabalharão conjuntamente para promover a literatura e todas as áreas da cultura do Vale, em busca da valorização e divulgação da região e da união por melhores condições de vida para o povo do Vale.

Seminário Impactos da Privatização do Setor Elétrico Brasileiro

Receba as notícias da ALMG

Cadastre-se no Boletim de Notícias para receber, por e-mail, as informações sobre os temas de seu interesse.

Assine