Comissão vai debater privatização de bancos públicos

Instituições financeiras respondem por 78% das operações de crédito em Minas Gerais.

24/11/2017 - 15:40

Os impactos da proposta do governo federal de privatização dos bancos públicos e empresas públicas para a sociedade brasileira serão debatidos na próxima segunda-feira (27/11/17), pela Comissão do Trabalho, da Previdência e da Assistência Social da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A reunião foi solicitada pelo deputado André Quintão (PT), atendendo a um pedido do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte e Região. A audiência pública será às 14 horas, no Auditório.

Em discurso no Plenário na última terça-feira (21), o deputado André Quintão (PT) lamentou que o governo federal tem adotado medidas que sucateiam essas instituições, como o fechamento de agências e a redução do quadro de servidores. “O governo está preparando o terreno para as privatizações. Foi assim na década de 1990”, comentou.

“O País está vivendo em um momento contínuo de golpe, com graves perdas de direitos e do patrimônio público”, completou.

Conforme informações do gabinete do parlamentar, 56% do crédito no Brasil são oferecidos por bancos públicos e a inadimplência é menor do que em bancos privados, conforme dados do Banco Central. Em Minas Gerais, ainda de acordo com o BC, os bancos públicos respondem por 78% das operações de crédito. O número é ainda maior se considerado o crédito imobiliário, como o programa federal "Minha Casa, Minha Vida" em Belo Horizonte: 94,6% desse crédito vêm dos bancos públicos.

Convidados - Entre os convidados para a reunião já confirmaram presença a presidente da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro de Minas Gerais, Magaly Lucas Fagundes; o diretor vice-presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae), Sérgio Hiroshi Takemoto; a presidente do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte e Região, Eliana Brasil Campos; a representante de Minas na Comissão de Empresa do Banco do Brasil, Luciana Bagno; e a representante dos empregados no Conselho de Administração da Caixa Econômica Federal, Maria Rita Serrano.

Consulte a lista completa de convidados para a reunião.