Ao final do processo, serão selecionadas até sete propostas de coletivos de artesãos - Arquivo ALMG

Relação de habilitados para expor na Galeria é divulgada

Coletivos de artesãos selecionados vão expor entre julho e dezembro de 2017.

24/05/2017 - 17:04 - Atualizado em 01/06/2017 - 17:26

A relação dos inscritos habilitados à seleção dos coletivos de artesãos para expor na Galeria de Arte do Espaço Político-Cultural Gustavo Capanema da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) foi publicada no Diário do Legislativo do dia 24 de maio, juntamente com a lista dos não habilitados ao processo. 

Segundo o edital, publicado no dia 28 de março, a fase de habilitação tem caráter eliminatório e é realizada por comissão organizadora, que analisa as informações enviadas pelos proponentes. Participam da seleção coletivos de artesãos, representados por associações ou cooperativas constituídas como pessoa jurídica e sediadas em Minas Gerais.

Ao final do processo, serão selecionadas até sete propostas e cada mostra terá a duração de cinco dias úteis, incluindo a montagem e desmontagem. Os escolhidos vão expor na Galeria de Arte entre julho e dezembro deste ano.

Recursos – Os inscritos que foram considerados não habilitados tiveram o prazo de três dias úteis para apresentar recurso, que foram entregues pessoalmente, das 8 às 18 horas, ou via correio para o Espaço Político-Cultural Gustavo Capanema (Rua Rodrigues Caldas, 30, Térreo, Bairro Santo Agostinho, CEP 30.190-921 - Belo Horizonte / MG).

Consulte o resultado dos recursos - página 197 do Diário do Legislativo de 1º de junho.

Seleção – A avaliação das propostas está a cargo de três especialistas, de notório saber na área cultural, responsáveis pela emissão de pareceres técnicos sobre as propostas inscritas. Para emissão dos pareceres serão observados os seguintes critérios: referência à cultura popular, linguagem própria, tradição e utilização de material reciclados e/ou aproveitamento de resíduos.

Mineiranças – A realização de eventos do tipo feiras e exposições na Galeria de Arte é prevista no Projeto Mineiranças – Artesanato, da ALMG, que tem por objetivo valorizar as práticas culturais de comunidades mineiras, sobretudo o artesanato, os ofícios tradicionais e a cultura popular regional.