Notícias Rss

Deputados foram à tribuna para tratar de diferentes temas
Deputados foram à tribuna para tratar de diferentes temas - Foto:Sarah Torres
Plenário aborda negociação de dívidas e qualidade da água
12/12/2019 20h41

Governo de Minas é cobrado por deputados no Plenário

Parlamentares criticam fusão de hospitais, qualidade da água no semiárido e cobram providências do Estado.

Na reunião de Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) desta quinta-feira (12/12/19), parlamentares criticaram, de um lado, medidas adotadas pelo Governo do Estado e, de outro, a omissão de órgãos estatais quanto à realidade sofrida de comunidades dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

O deputado Professor Cleiton (PSB) criticou a edição de decreto do governador Romeu Zema que altera regras para pagamento de dívidas de ICMS mediante uso de crédito do imposto. Segundo ele, se antes o empresário podia usar 100% desses créditos, com a medida, só poderá utilizar 40% e financiar os 60% restantes, em até 36 vezes. “Fico triste, porque o decreto está fazendo com que muitas empresas saiam de Minas Gerais”, lamentou.

Consulte o resultado e assiste o vídeo completo da reunião

Em outro momento, Professor Cleiton condenou a proposta do governo de fundir os Hospitais João XXIII e João Paulo II, na Capital, referências nas áreas de trauma e de atendimento pediátrico, respectivamente. Para ele, essa ação prejudicará os servidores, que terão sua carga de trabalho ampliada. O parlamentar ainda criticou a proposta de transferir a gestão da rede Fhemig para Organizações Sociais (OSs). “No Rio, vemos o caos provocado pela adoção dessa medida”, alertou.

Qualidade da água - O tema trazido pelo deputado Doutor Jean Freire (PT) foi a água. Falando de suas visitas a localidades dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, ele enfocou o município de Águas Vermelhas, onde visitou o distrito de Itamarati. O parlamentar trouxe dessa localidade um litro de água que, uma vez fervida, deixa no recipiente sedimentos assemelhados ao sal ou ao calcário. “Assim como em Itamarati, muitas outras comunidades do Estado tomam água com pior qualidade”, denunciou. Ele pediu providências à Copanor e à Copasa para que tenham “um olhar diferenciado para as pessoas que mais precisam”.

Por outro lado, Doutor Jean Freire citou a visita que fez a duas fazendas no mesmo município, que são grandes produtoras de frutas, como maçã, pera, pêssego e uva, e, ainda, de café de excelente qualidade. Ele reverberou as reivindicações dos produtores locais, que solicitam apoio do poder público para obras de captação e armazenamento de água, uma vez que já sentem dificuldades para manter sua produção, devido à escassez hídrica.

Rodovias - A aprovação do Projeto de Lei (PL) 819/19, que cria programa para incentivar usuários de rodovias estaduais a fornecerem informações para manutenção das vias, foi comemorada por seu autor, o deputado Virgílio Guimarães (PT). O programa é chamado de Usuário Ativo: Informação, Segurança e Economia (Uaise). Ele prevê o uso de meios digitais, especialmente aplicativos, para que usuários das vias possam informar rapidamente ao Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER/MG) a ocorrência de acidentes ou mesmo de buracos e outros problemas.

O parlamentar destacou que foi acoplada ao projeto emenda que permite o uso de recursos da outorga da concessão da BR-135, no Norte de Minas, para que se promovam as seguintes ações na região: o desconto de 50% no valor do pedágio por 6 meses para os usuários que aderirem ao Uaise; o asfaltamento do trecho da BR entre Itacarambi e Manga; e a antecipação de recursos para a obra do contorno rodoviário de Montes Claros. 

Cruzeiro – Em outro momento da reunião, três parlamentares foram ao microfone para criticar a fala do presidente do Cruzeiro Esporte Clube, Wagner Pires de Sá. Em entrevista, o dirigente disse que não era covarde para abandonar a direção da equipe. Indignado, o deputado Léo Portela (PL) disse que a atual diretoria destruiu uma instituição que é patrimônio dos mineiros. “Esse presidente não pode continuar praticando atos criminosos à frente do Cruzeiro”, disparou.

Endossando as palavras do colega, o deputado Sargento Rodrigues (PTB) afirmou estar envergonhado com o atual presidente. “Os cerca de 9 milhões de torcedores do Cruzeiro não merecem este senhor à frente da equipe celeste. Wagner Pires, entregue o cargo. O Cruzeiro precisa de gente honrada, honesta e transparente”, exigiu.

Por último, Delegado Heli Grilo (PSL) discordou da afirmação de Wagner Pires: “Este presidente é, sim, um covarde com a torcida cruzeirense, que está sendo colocada em sofrimento”. O deputado lembrou que, quando foi eleita a atual diretoria, ligou para um amigo seu que é conselheiro do clube para criticar o resultado. “Precisamos tirar o Cruzeiro desta lama”, conclamou.


Tópicos:
Últimas Notícias

Notícias

21/02/2020

Dia das Mulheres lembrará lutas e resistência de mineiras

A homenagem de ativistas que fizeram ou fazem a história de Minas marca uma das atividades para comemorar a data.

21/02/2020

Divulgada lista dos aprovados em especialização

Resultado do processo seletivo da pós-graduação em Poder Legislativo e Políticas Públicas está disponível para consulta.

21/02/2020

Fórum Minas Gerais pela Ciência abre inscrições

Evento, que terá encontros a partir de março, vai reunir sugestões para elaboração do plano estadual do setor.

20/02/2020

Servidores do Sisema cobram cumprimento de acordo de 2016

Representante do Executivo diz que é necessário refazer cálculos de impacto. Categoria não descarta entrar em greve.

25/02/2020 Transparência na conta de luz em destaque
Seu browser não suporta flash player
00:03:05 | Download (2900kb)

25/02/2020 Passageiro de aplicativo tem direito à desistência da corrida
Seu browser não suporta flash player
00:03:12 | Download (3005kb)
facebook facebook
Carregando Carregando posts...
Twitter Twitter
Twitter