Notícias Rss

Falar sobre o suicídio contribui para desfazer o estigma e combater o problema
Falar sobre o suicídio contribui para desfazer o estigma e combater o problema - Foto:Reprodução
No ano passado, o Palácio da Inconfidência também recebeu iluminação alusiva ao tema
No ano passado, o Palácio da Inconfidência também recebeu iluminação alusiva ao tema - Foto:Guilherme Dardanhan
30/08/2018 14h44 - Atualizado em 04/09/2018 14h59

ALMG promove conscientização sobre o suicídio

Dentro campanha Setembro Amarelo, estão previstas exibição de filme e iluminação do Palácio da Inconfidência.

Apesar de o suicídio ser considerado um tabu, especialistas apontam a importância de falar abertamente sobre o tema, contribuindo para desfazer o estigma e combater o problema. Dentro dessa perspectiva, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) participa da campanha nacional Setembro Amarelo, que alerta para a importância da prevenção ao suicídio.

Na programação, está prevista a realização do Cine Debate, com a exibição, aberta ao público, do filme Elena, na próxima terça-feira (4/9/18), às 9 horas, no Teatro da Assembleia. Outra ação é a iluminação do Espaço Democrático José Aparecido de Oliveira, no Palácio da Inconfidência, com a cor amarela, entre a próxima terça e o dia 16 de setembro.

O filme Elena é uma produção nacional, de 2012, dirigido por Petra Costa e produzido pela Busca Vida Filmes. É um documentário premiado em diversos festivais nacionais e internacionais, baseado na vida da atriz Elena Andrade, irmã mais velha de Petra Costa, que cometeu suicídio.

No Cine Debate, está prevista uma abertura feita pela assistente social do Núcleo Psicossocial da Assembleia (NUP), Danielle Teixeira. Após a exibição do filme, acontece um debate com o coordenador do Programa de Psiquiatria da Residência Médica do Ipsemg e secretário adjunto da Associação Mineira de Psiquiatria (AMP), psiquiatra Paulo José Ribeiro Teixeira; a assistente social Danielle Teixeira e com a psicóloga do NUP, Daniela Piroli.

Parceria - A exibição do filme é uma parceria da Assembleia, por meio da cessão do espaço, com a Associação Mineira de Psquiatria (AMP) e com o Centro de Valorização da Vida (CVV), responsáveis pela iniciativa. O CVV é uma entidade sem fins lucrativos que atua na prevenção do suicídio desde 1962.

Pesquisa indica aumento de casos de suicídio no Brasil

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde, através do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), em 2017, mostram um crescimento do índice de suicídios no Brasil. Em 2011, foram 10.490 mortes: 5,3 a cada 100 mil habitantes. Já em 2015 o número chegou a 11.736: 5,7 a cada 100 mil.

Os dados indicam que, se por um lado as mulheres são as que mais tentam o suicídio (69%), por outro a taxa de mortalidade entre os homens é 3,6% maior. “À primeira vista, os homens são os mais afetados pela morte voluntária, mas não é bem assim. Embora o índice masculino global seja duas vezes maior, as mulheres tentam em maior quantidade”, analisa o psiquiatra Humberto Correa.

Segundo ele, os métodos utilizados pelos homens, como armas de fogo e enforcamentos, são mais letais, o que acaba impactando diretamente nesses números. Para ele, a prevenção e discussão sobre o tema são muito importantes para a sociedade.

Humberto Costa também destaca os números da Organização Mundial da Saúde (OMS) que indicam que no mundo 800 mil pessoas cometem suicídio todo ano e para cada ato concretizado existiram 20 tentativas frustradas. Segundo os dados da OMS, o Brasil é o oitavo país com maior número de suicídios, sendo que, na média, 32 brasileiros morrem diariamente vítimas de suicídio.

Outros dados alarmantes da OMS são com relação aos jovens. Os números indicam que o suicídio mata mais pessoas entre 15 e 29 anos do que o HIV em todo mundo.

Setembro Amarelo - A campanha Setembro Amarelo procura promover a discussão sobre o tema no Brasil, sendo que no dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Em Minas Gerais, a Lei 22.836, de 2018, instituiu a Semana Estadual de Valorização da Vida, a ser realizada anualmente na semana em que recair o dia 10/9.

Na Assembleia, a campanha Setembro Amarelo faz parte do projeto Laços de Consciência, que reúne ações de sensibilização sobre temas afetos aos bem-estar social dos mineiros, em especial causas relacionadas à saúde. Através do Laços de Consciência, a Assembleia procura divulgar os temas, contribuindo para a conscientização da população.


Tópicos:
Últimas Notícias

Notícias

19/05/2022

Benefícios às mulheres em fundo habitacional vira lei

Nova norma prioriza recursos e programas para as chefes de família e as vítimas de violência doméstica.

19/05/2022

Polo agroecológico do Norte pode voltar ao Plenário

Projeto recebeu parecer da Comissão de Agropecuária e Agroindústria, que também acatou criação do passaporte equestre.

19/05/2022

Cadastro de treinadores de futebol está pronto para Plenário

Projeto sobre o tema recebeu parecer favorável nesta quinta (19). Programa de Incentivo ao montanhismo também avança.

19/05/2022

Municípios com Bolsa-Atleta podem receber mais recursos

Texto que altera critérios para a distribuição de ICMS recebeu parecer favorável da Comissão de Esporte.

18/05/2022 Povos tradicionais cobram participação em plano de manejo de parques estaduais
00:03:51 | Download (3612kb)

18/05/2022 Plenário aprova alternativa ao Regime de Recuperação Fiscal
00:02:56 | Download (2759kb)
facebook facebook
Carregando Carregando posts...
Twitter Twitter
Twitter