Aulas na Escola do Legislativo serão oferecidas ao mesmo tempo - Arquivo ALMG

Turmas da Especialização 2017 iniciam novas disciplinas

Aulas começam nesta sexta-feira (26) e vão abordar políticas de inclusão e educacional.

22/01/2018 - 17:17

Duas disciplinas da especialização da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) em Poder Legislativo e Políticas Públicas serão ofertadas aos alunos da turma de 2017 a partir desta sexta-feira (26/1/18). Os alunos poderão optar por uma delas: Política Social de Inclusão ou Política Educacional Brasileira.

As aulas na Escola do Legislativo serão oferecidas ao mesmo tempo, até 31 de janeiro, das 9 às 12 horas e das 14 às 18 horas (no dia 31, haverá atividade apenas das 9 às 12 horas).

Na disciplina Política Social de Inclusão serão apresentados os conceitos de termos que envolvem o tema inclusão e as normas relacionadas a políticas de inclusão, especialmente os Estatutos da Pessoa com Deficiência, do Idoso e da Igualdade Racial. Os alunos terão, ainda, a oportunidade de analisar e discutir os comportamentos sociais, as leis e as políticas inclusivas.

As aulas serão ministradas por Alexandra Fernandes Morais Rangel, graduada em Terapia Ocupacional pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais (FCMMG); mestre em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); pós-graduada em Psicopedagogia pelo Centro de Estudos e Pesquisas Educacionais de Minas Gerais, Envelhecimento e Saúde do Idoso pela FCMMG e Neuropsicologia pela Fumec.

Na disciplina Política Educacional Brasileira os alunos vão conhecer os principais determinantes políticos, econômicos e sociais das políticas educacionais contemporâneas, bem como as bases legais da educação nacional; discutir as políticas dos diferentes níveis de ensino e os desafios atuais para a democratização da educação brasileira.

A professora será Ana Maria Clementino Jesus e Silva, doutoranda do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da UFMG, na área de Políticas Públicas e Educação; mestre em Educação pela mesma faculdade; e graduada em Pedagogia pela UFMG. Ana Maria também é membro do Grupo de Estudos sobre Políticas Educacionais e Trabalho Docente (Gestrado), da UFMG e secretária da Rede Latino-americana de Estudos sobre Trabalho Docente (Rede Estrado).