Deputados ouviram denúncia de Márcio Seixas Sálvio, que possui deficiência auditiva

Pessoa com deficiência denuncia recusa de Cartão Sindpasse

Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros teria negado o benefício, apesar da entrega de documentos exigidos.

21/11/2017 - 18:07

A dificuldade de obtenção de um Cartão Sindpasse por Márcio Seixas Sálvio, que tem deficiência auditiva, foi discutida em reunião da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nesta terça-feira (21/11/17).

Márcio relatou que, no início do ano, procurou o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros no Estado de Minas Gerais (Sindpas) com a documentação exigida para obter a gratuidade do transporte público intermunicipal. Na ocasião, o cartão foi recusado pela falta da audiometria, exame de audição realizado por meio de instrumentos.

“Eu já tinha um relatório da otorrinolaringologista, não havia necessidade nenhuma desse exame, mesmo assim me recusaram e novamente procurei a médica”, explicou Márcio.

Posteriormente, ele retornou ao Sindpas com o exame exigido, mas teve novamente o benefício recusado. “Me pediram novos comprovantes de renda, que não havia necessidade nenhuma, tendo em vista que continuo desempregado da mesma forma que eu estava quando fiz o pedido da primeira vez. Se minha situação não mudou, para que novos comprovantes?”, manifestou-se, revoltado.

O presidente da comissão, deputado Duarte Bechir (PSD), prometeu uma solução para o caso.

Consulte o resultado da reunião.