Peso insuficiente é uma das consequências de cirurgia que não considera o desenvolvimento do bebê - Arquivo ALMG

Comissão das Mulheres visita exposição Sentidos do Nascer

Iniciativa busca mudar percepção sobre nascimento, para incentivar parto normal e reduzir cesarianas desnecessárias.

16/11/2017 - 16:30

A Comissão Extraordinária das Mulheres da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) vai visitar nesta sexta-feira (17/11/17) a exposição "Sentidos do Nascer”, em exibição no Parque das Mangabeiras (Avenida José do Patrocínio Pontes, 580), em Belo Horizonte. A visita está marcada para as 13 horas e foi solicitada pela deputada Marília Campos (PT), presidente da comissão.

De acordo com o site da exposição, a iniciativa pretende contribuir para a mudança da percepção sobre nascimento, incentivando a valorização do parto normal e a redução de cesarianas que sejam desnecessárias.

Segundo dados do site, o Brasil é o País campeão de cesarianas desnecessárias no mundo. Entre as consequências de uma cirurgia sem considerar o desenvolvimento do bebê estão o peso insuficiente e a imaturidade.

A exposição é dividida em quatro módulos: Gestação, Controvérsias, Nascimento e Conversas. Na primeira parte, o cenário permite que cada visitante esteja “grávido”, por meio de uma experiência lúdica. No módulo Controvérsias, o visitante participa de debates envolvendo diferentes pontos de vista sobre a forma de nascer.

Na parte do Nascimento, há uma simulação desse momento, por meio da qual o visitante passa pelo canal do parto, em uma vivência sensorial. O último módulo, Conversas, é um espaço de troca de experiências e informações mais aprofundadas.

A exposição teve início no dia 22 de setembro e vai até o dia 17 de dezembro.