Comissão participa de seminário sobre diversidade religiosa

Evento promovido pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos e de Educação está marcado para a próxima terça (7).

01/11/2017 - 11:55

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) vai visitar a Escola de Direito Dom Helder Câmara, em Belo Horizonte, para participar do II Seminário Estadual de Respeito à Diversidade Religiosa. A atividade está marcada para a próxima terça-feira (7/9/17), às 8 horas, e será realizada no Auditório da escola (Rua Álvares Maciel, 628, Santa Efigênia).

No requerimento que motivou a visita, o deputado Durval Ângelo (PT) disse que participar de um evento com a temática da laicidade e da diversidade religiosa é ampliar o debate e contribuir no que tange à matéria dos direitos humanos e do cidadão.

“Nosso objetivo é ajudar no debate dos temas propostos no seminário, bem como realizar intervenções por parte dessa comissão no que tange aspectos inerentes aos direitos humanos e do cidadão, propiciando uma ampliação da pauta e uma discussão democrática com os participantes”, ressaltou o parlamentar.

O seminário é promovido pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac), por meio do Comitê Estadual de Diversidade Religiosa, e da Secretaria de Estado de Educação. Na solenidade de abertura, são esperados os responsáveis pelas pastas, o secretário Nilmário Miranda e a secretária Macaé Evaristo, respectivamente.

O professor doutor em teologia pela PUC-RJ e membro titular do Comitê Nacional de Diversidade Religiosa, Gilbraz Aragão, fará a palestra magna com o tema "Estado laico e diversidade religiosa".

Ao longo do dia, também serão realizados três painéis, com as temáticas "Análise da conjuntura acerca do campo religioso brasileiro", "Estado laico, alteridade e caminhos de diálogo" e "Educação e diversidade".

Em cada um desses momentos serão proferidas duas palestras, que vão abordar debates como a questão jurídica das religiões, o preconceito e a violência no momento político, a intolerância religiosa e o ensino religioso nas escolas públicas. A programação do evento está prevista para encerrar às 17h30.