Notícias Rss

Comissão de Segurança Pública debateu as medidas para o enfrentamento da criminalidade no município da Região Metropolitana de BH
Comissão de Segurança Pública debateu as medidas para o enfrentamento da criminalidade no município da Região Metropolitana de BH - Foto: Guilherme Bergamini
O coronel Mauro Moura informou que quase todo o Estado tem registrado quedas na criminalidade em 2017
O coronel Mauro Moura informou que quase todo o Estado tem registrado quedas na criminalidade em 2017 - Foto: Guilherme Bergamini
Segundo o delegado Kleyverson Rezende, Betim conta com cerca de 160 policiais civis
Segundo o delegado Kleyverson Rezende, Betim conta com cerca de 160 policiais civis - Foto: Guilherme Bergamini
08/08/2017 14h36 - Atualizado em 08/08/2017 16h02

Crimes violentos em Betim têm redução no 1° semestre de 2017

Apesar da melhora, cidade é considerada a mais perigosa do Estado, conforme dados apresentados pela Polícia Militar.

Compartilhe:
Twitter Facebook
Email Versão para impressão

Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), ocupa a primeira colocação entre as cidades mais violentas do Estado. Apesar disso, no primeiro semestre de 2017, o município registrou uma redução de 13,2% na prática de crimes violentos, categoria na qual se enquadram assaltos, homicídios e tráfico de drogas.

Os dados foram apresentados comandante da 2ª Região da Polícia Militar (PM), coronel Mauro Moura, em audiência realizada nesta terça-feira (8/8/17) pela Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Segundo Moura, a cidade tem hoje 574 policiais, divididos em dois batalhões, que atendem a uma população de cerca de 420 mil habitantes, embora o ideal seria um efetivo de cerca de 800 policiais.

Apesar do deficit, o comandante ponderou que parte do efetivo de 313 policiais do 2° Batalhão de Polícia Especializada em Contagem também atua no recobrimento dos batalhões de Betim e de toda a região. Ele informou que Contagem tem atualmente 650 mil habitantes e 987 policiais, número que abrange o contingente do 2° Batalhão.

Esforço conjunto - O decréscimo dos índices de criminalidade apontados neste ano, segundo Moura, diverge da realidade observada entre 2006 e 2016, quando o município registrava um aumento na violência. Ainda de acordo com o comandante, praticamente todo o Estado tem registrado quedas nos índices de criminalidade em 2017.

“Esses 13,2% ainda não nos dão o direito de dizer que estamos comodamente posicionados”, disse o comandante, referindo-se o percentual de redução de crimes violentos no município. Entretanto, na sua avaliação, os números positivos que começam a se apresentar em Minas têm sido fruto de um trabalho difícil e que envolve o esforço de todos os colaboradores que compõem o sistema de defesa estadual.

Novo batalhão - O representante da PM informou que um novo batalhão vai ser inaugurado em Betim em outubro. Embora não signifique um aumento do efetivo policial, a nova unidade, na avaliação de Moura, vai auxiliar no aproveitamento dos recursos humanos existentes, com investimentos em equipamentos e tecnologias.

Moura ainda informou que 7% dos subdestacamentos da PM contam com cinco policiais militares, enquanto 93% têm entre sete e oito servidores. Até o fim do ano, o objetivo é ter pelo menos dez policiais em todos esses subdestacamentos.

Falta de efetivo é apontada como principal problema

O delegado-chefe do 2° Departamento de Polícia Civil de Contagem, Kleyverson Rezende, também apontou o efetivo policial como a questão que mais aflige as instituições de segurança pública. Ele disse que atualmente Betim conta com cerca de 160 policiais civis, sendo que o ideal seria uma média de 200 a 220. “Tentamos equalizar esses números e fazer a gestão de pessoas”, afirmou.

Autor do requerimento para a realização da audiência, o deputado Ivair Nogueira (PMDB) se disse preocupado com a situação do município. “Temos cerca de 500 policiais em Betim, uma cidade com mais de 400 mil habitantes. A população cresce e não aumentamos o nosso contingente, o que coloca em risco a população”, considerou o deputado.

Para o deputado Sargento Rodrigues (PDT), o que falta são questões básicas, como a ampliação do efetivo policial e a melhoria das condições de trabalho, da logística e dos equipamentos de trabalho para as forças de segurança.

Nesse mesmo sentido, o deputado Cabo Júlio (PMDB) disse que Minas vive um momento trágico e, na sua avaliação, tende a piorar. Mostrou-se preocupado com a situação de abandono da Polícia Civil, que, segundo ele, enfrenta a falta de escrivães, investigadores e até delegados. “A máquina assim não vai funcionar. As polícias são altamente eficientes, mas estão sem ferramenta de trabalho”, afirmou.

Já o deputado João Leite (PSDB) cobrou o envolvimento das Polícias Federal e Rodoviária Federal no combate à criminalidade.

Requerimentos – Os deputados presentes à reunião assinaram um requerimento para que a comissão visite o 33° e o 66º BPMs e a 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Betim para conferir as condições de trabalho e conhecer a logística e a capacidade de resposta dessas unidades.

Outro requerimento é para que a comissão visite o Ministério da Justiça, para promover a integração das Polícias Civil e Militar com as Polícias Federal e Rodoviária Federal, de modo a fortalecer o trabalho de enfrentamento da criminalidade.

Consulte o resultado da reunião.


Tópicos:
Últimas Notícias

Notícias

17/08/2017

Assembleia se mobiliza contra leilão de usinas da Cemig

Deputados, sindicalistas e representantes de movimentos sociais protestaram na ALMG contra venda de hidrelétricas.

17/08/2017

Abate de animais não é solução para reduzir leishmaniose

Médico veterinário condena extermínio e defende políticas de prevenção e campanhas educativas.

17/08/2017

Sistema Estadual de Cultura tem parecer aprovado na CCJ

Projeto que cria sistema de financiamento e Política Estadual de Cultura Viva foi apreciado nesta quinta-feira (17).

17/08/2017

Mensagem educativa poderá ser inserida em cardápios de bares

Projeto que prevê essa obrigatoriedade teve parecer aprovado pela CCJ nesta quinta-feira (17).

18/08/2017 Assembleia em Ação - Resumo da semana de 14/8 a 18/8/2017
Seu browser não suporta flash player
00:02:48 | Download (2635kb)

18/08/2017 Boletim do dia
Seu browser não suporta flash player
00:05:01 | Download (4704kb)
facebook facebook
Carregando Carregando posts...
Twitter Twitter
Twitter