Comissão vai comemorar 26 anos do SUS e discutir a PEC 55

Nesta quarta (9), audiência ouvirá membros de sindicatos, governo e entidades de usuários do sistema de saúde.

04/11/2016 - 14:58 - Atualizado em 04/11/2016 - 16:38

Comemorar os 26 anos de regulamentação do Sistema Único de Saúde (SUS). Esse é o objetivo da audiência pública que a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Mina Gerais (ALMG) realiza nesta quarta-feira (9/11/16), às 15 horas, no Plenarinho IV.

O autor do requerimento para a reunião, deputado Doutor Jean Freire (PT), defende o fortalecimento do SUS e questiona o posicionamento do ministro da Saúde, Ricardo Barros, que propôs a redução de recursos para o sistema como medida de economia. “O SUS é um instrumento do Estado para garantir saúde de qualidade para todos. O que está sendo feito com nosso sistema é um verdadeiro desrespeito com a população”, afirma o parlamentar.

O deputado critica a Proposta de Emenda à Constituição Federal 55/16, que propõe limites para o aumento dos gastos públicos federais nos próximos 20 anos, o que pode afetar a destinação de recursos para a saúde. A proposição já passou pela Câmara dos Deputados e agora tramita em 1º turno no Senado Federal.

Convidados - Para a reunião, foram convidados: o secretário de Estado de Saúde, Sávio Souza Cruz; o diretor do Conselho Municipal de Saúde de Belo Horizonte, Bruno Abreu Gomes; e o vice-presidente do Conselho Estadual de Saúde, Ederson Alves da Silva.

Também foram chamados representantes das seguintes entidades sindicais: o diretor do Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde de Minas Gerais, Renato Almeida de Barros; a diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social, Saúde, Previdência, Trabalho e Assistência Social em Minas Gerais, Cleuza Maria Faustino do Nascimento; o diretor da Federação das Associações de Moradores do Estado de Minas Gerais (Famemg), Julio César Pereira Souza.

E, ainda, a representante do Núcleo Belo Horizonte da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale), Maryane Rodrigues Ferreira; a diretora da Associação Regional de Esclerose Lateral Amiotrófica de Minas Gerais (Arela), Cristina das Graças Godoy; e o diretor do Conselho Regional de Serviço Social, Leonardo David Rosa Reis.