Prevenção ao câncer de mama será debatida em audiência

As Comissões de Participação Popular e das Mulheres divulgarão o projeto Mamamiga, que amplia rede de combate à doença.

20/05/2016 - 17:11

Com o objetivo de divulgar o Movimento Mamamiga pela Vida, as Comissões de Participação Popular e Extraordinária das Mulheres da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizam audiência pública nesta terça-feira (24/5/16), às 16h15, no Plenarinho IV. A reunião foi solicitada pela Associação de Prevenção do Câncer na Mulher (Asprecam), responsável pelo projeto, e acatada em requerimento das presidentes das duas comissões, deputadas Marília Campos (PT) e Rosângela Reis (Pros), respectivamente.

O Mamamiga tem a finalidade de difundir uma metodologia de autoexame e de práticas de prevenção ao câncer de mama. Conforme informações disponíveis no site do projeto, essa é a maior causa de morte por câncer nas mulheres em todo o mundo. Anualmente são registradas aproximadamente 15 mil mortes, provocadas, principalmente pelo diagnóstico tardio.

Rosângela Reis explica que Mamamiga visa aumentar a rede de participação e prevenção do câncer de mama, que é o segundo tipo da doença mais frequente no mundo. “A nossa intenção com esta audiência é voltar as atenções para os cuidados com a saúde da mulher", afirma a deputada.

Convidados - Para a reunião, foram convidados os secretários estaduais de Saúde, Luiz Sávio de Souza Cruz, e de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Miguel Corrêa da Silva Júnior; a superintendente da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Comsiv) do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargadora Evangelina Castilho Duarte; e os presidentes do Conselho da Mulher Empreendedora da Aciapi-CDL, de Ipatinga, Maria Zilda Machado Torres, e da Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais, Sérgio Murilo Diniz Braga, além da vice-presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), Betânia Peixoto Lemos. São aguardados, ainda, o superintendente e a representante da Asprecam, Thadeu Rezende Provenza e Mônica Bessa, respectivamente.