A pesquisa foi feita em 39 açougues de BH e foram coletados preços de 37 tipos de corte - Arquivo/ALMG

Carne fica mais barata em maio na Capital

Pesquisa do Procon Assembleia constatou redução de 1,16% no preço médio.

19/05/2016 - 15:57

O preço da carne deu um alívio ao bolso do consumidor em maio deste ano. A pesquisa mensal do Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) mostra que, neste mês, os cortes bovinos, suínos e de frango estão em média 1,16% mais baratos que no mês anterior. O levantamento foi feito entre os dias 16 e 17/5/16 em 39 açougues de Belo Horizonte. Foram coletados os preços de 37 tipos de corte.

Consulte a pesquisa completa de preços de açougue.

Desta vez foram as carnes suínas que registraram as maiores quedas de preço. Em média, esses produtos baratearam 2,59% no mês, com destaque para o pernil dianteiro sem osso (-5,47%), o pernil com osso (-4,53%) e o pernil traseiro sem osso (-4,38%). O coração de frango ficou 3,15% mais em conta e o preço da costela bovina com osso caiu 2,98%.

O Procon Assembleia detectou também variações significativas nos preços de um mesmo produto nos diversos estabelecimentos pesquisados. Dependendo do açougue, a diferença pode passar dos 100%. O pernil dianteiro suíno sem osso, por exemplo, custa entre R$ 6,99 e R$ 18,99, uma variação de 171,67%. Para o frango resfriado foi encontrada variação de 100,25% entre o mais caro e o mais barato. O consumidor deve ficar atento, no entanto, à qualidade dos produtos que está adquirindo, observando as condições de armazenamento, o aspecto da carne e a validade, entre outros cuidados.