Notícias Rss

Moradores estão assustados com o conflito de traficantes na região
Moradores estão assustados com o conflito de traficantes na região - Foto:Guilherrme Bergamini
Reféns da disputa entre traficantes
04/02/2016 12h58

Comissão constata deficiência na Aisp do Aglomerado da Serra

Na manhã desta quinta (4), deputados atestaram efetivo insuficiente e más condições de funcionamento do local.

Deficiência no número de policiais e de viaturas, falta de água e luz, além de munição imprópria para uso. Essas foram algumas das constatações feitas pelos deputados da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) em visita, na manhã desta quinta-feira (4/2/16), à Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) do Aglomerado da Serra, na Capital. Lá, os deputados Sargento Rodrigues (PDT) e João Leite (PSDB), presidente e vice da comissão e que solicitaram a visita, verificaram que, em média, dois policiais militares trabalham por turno, na Aisp, que atende uma população de cerca de 70 mil habitantes.

A visita foi motivada porque, desde o final de janeiro, a região tem convivido com conflito entre traficantes, assustando os moradores. Segundo o delegado da Regional Sul, Frederico Abelha, duas gangues rivais – Sacramento e Bandonion – estão lutando atualmente no aglomerado pelo controle do tráfico de drogas e, consequentemente, pelo dinheiro na região.

Representando a Polícia Militar, o comandante do Grupo Especializado de Policiamento em Área de Risco (Gepar), tenente Mauro Lúcio da Silva, explicou que desde outubro do ano passado o número de policiais por turno foi reduzido na Aisp.

Para o deputado Sargento Rodrigues, esse número reduzido de policiais coloca suas vidas em risco, já que o ideal para o local seria uma Companhia, que tem três pelotões, totalizando cerca de 90 policiais. “O crime avançou porque o número de policiais encolheu. Não há outra explicação”, afirmou o parlamentar. “Não encontramos aqui nem um destacamento, que é a base do pelotão”, completou. Na opinião do deputado João Leite, a Aisp se transformou em um “elefante branco”, porque está abandonada". “É um desmanche”, lamentou.

Além de uma companhia da Polícia Militar, Sargento Rodrigues afirmou que o ideal é que na Aisp funcione também uma delegacia para dar sequência às prisões feitas na região. Presente no encontro, o promotor de Justiça do Grupo de Atuação Especial de Combate aos Crime Organizado (Gaeco), Peterson Queiroz Araújo, disse que o Ministério Público pode reforçar sua atuação, mas precisa de elementos, como indícios e provas, para tomar medidas mais rigorosas e garantir a condenação e o confisco de bens dos envolvidos no tráfico. “O Ministério Público sempre tem acompanhado o trabalho da polícia e está à disposição para atuar de maneira mais pontual”, disse.

Sargento Rodrigues acredita que é fundamental que o comando da PM determine um reforço imediato na Aisp, já que o local é vulnerável. Em sua opinião, o Estado está abandonando os moradores em seu dever constitucional de garantir a segurança pública. Nesse sentido, informou que a comissão vai realizar uma audiência pública para debater a situação e enviar ofícios aos comandantes das políciais sobre a real situação do efetivo.

Um morador da região, que não quis se identificar, disse que tem medo de sair de casa e levar uma bala perdida. Ele ainda afirmou que a comunidade está desprotegida, mesmo com a Aisp, já que os moradores nunca entenderam a finalidade do local, que está praticamente abandonado.

Consulte o resultado da visita.


Tópicos:
Últimas Notícias

Notícias

25/01/2022

Presidente da Assembleia prestigia homenagem a promotor

Tributo lembrou os 20 anos do assassinato de Francisco Lins do Rêgo e sua luta contra a máfia dos combustíveis.

25/01/2022

ALMG faz homenagem às vítimas de Brumadinho

Deputados falaram da necessidade de regulação e fiscalização das barragens para evitar a repetição da tragédia.

24/01/2022

Assembleia lembra os três anos da tragédia de Brumadinho

Dia de Luto pelas vítimas do rompimento de barragem será marcado por homenagem na sede do Poder Legislativo.

24/01/2022

Procon dá dicas sobre listas de material escolar

Confira o que pode e o que não pode ser exigido pelas instituições de ensino.

26/01/2022 Direcionamento Estratégico - 2020-2030
00:01:14 | Download (2321kb)

26/01/2022 Educação Legislativa - 30 anos dedicados à formação política e cidadã
00:01:17 | Download (2430kb)
facebook facebook
Carregando Carregando posts...
Twitter Twitter
Twitter