Notícias Rss

27/04/2012 15h54

Jovens de Governador Valadares aprendem lições de cidadania

Expresso Cidadania encerra edição 2012 com recorde de público em sessão, com a presença de 930 estudantes.

Compartilhe:
Twitter Facebook
Email Versão para impressão

Mais de 1.200 alunos de escolas estaduais de Governador Valadares (Rio Doce) prestigiaram, na manhã desta sexta-feira (27/4/12), a edição de encerramento do Expresso Cidadania 2012, evento promovido pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral e a Secretaria de Estado de Educação. A primeira sessão, realizada das 8 às 10 horas, teve recorde de público, com a presença de 930 estudantes, que lotaram o auditório do Sesc para debater e refletir sobre a importância da participação política e do voto consciente.

Alisson Flaviano Lucas dos Reis, da Escola Abílio Rodrigues Patto, foi um dos jovens participantes. Aos 17 anos, faixa etária em que o voto ainda é facultativo, ele decidiu que vai participar das eleições municipais de outubro. “Não abro mão. Tem gente que reclama muito dos políticos, mas não faz nada para mudar a situação. Com o voto, podemos melhorar o futuro do País”, defendeu.

Aos 13 anos, Marcos Batista, da mesma escola, lamenta ainda não poder votar. No entanto, mesmo tão novo, já dá sinais de maturidade no exercício da escolha: “Gostaria de eleger um candidato que resolvesse os problemas dos buracos e se responsabilizasse pela limpeza das ruas da cidade”. A colega Débora Xavier, também de 13 anos, tem opinião similar e acrescentou que jamais venderia seu voto: “Ele vale muito”.

Já Joice Silva, de 15 anos, também da Escola Abílio Rodrigues Patto, quer adiar sua participação nas eleições para quando completar 18 anos. “Acho que a votação teria de ser com a mesma idade exigida para que os jovens respondam por crimes ou tirem carteira de motorista”, justificou.

Opiniões diferentes que, segundo Paula Nunes, atriz da Companhia Malarrumada de Teatro, grupo que apresenta um esquete teatral no projeto, devem ser respeitadas. “Na mensagem que passamos, não queremos impor uma decisão. Propomos uma reflexão e deixamos claro que os jovens têm voz”, explicou. Para se aproximar do público, a Companhia fez uso de linguagem e ritmos comuns ao universo dos adolescentes. Fórmula que deu certo, a julgar pelos aplausos e interação positiva com a plateia.

Combate ao crack Além de refletirem sobre a política, nas oficinas de vídeo, texto, música e expressão corporal, os estudantes também discutiram o problema do consumo do crack, questão destacada pelo presidente da Assembleia, deputado Dinis Pinheiro (PSDB). “É uma droga que sepulta sonhos e, por isso, precisamos conjugar forças para vencê-la”, afirmou.

O assunto é debatido especialmente no Caleidoscópio, espaço multimídia onde os estudantes recebem informações e, em seguida, escolhem, por meio de urna eletrônica, entre duas propostas de combate às drogas, podendo, ainda, votar nulo ou branco. “Não sabia o significado do voto nulo, aprendi aqui”, revelou Willy Porto Nunes, de 17 anos. “Se mais de 50% da população anularem o voto, é preciso trocar os candidatos e fazer nova eleição”, explicou.

Participação – O deputado Dinis Pinheiro também convocou os jovens da cidade a participarem do processo eleitoral. “Não dá para fazer nada sem a juventude ao nosso lado, com sua bravura, alegria e garra”, elogiou. Também compareceram ao encerramento do Expresso Cidadania em Governador Valadares o deputado Bonifácio Mourão (PSDB) e o bispo da arquidiocese do município, Dom Werner Siebembrock.

Em seu pronunciamento, o juiz do foro eleitoral Marcelo Carlos Cândido alertou os estudantes para que se informem sobre o passado do candidato. Esse é um cuidado que o aluno Sidnei da Silva Bragança, de 16 anos, que tirou o título de eleitor no evento, pretende tomar. “Não tenho candidato ainda, mas certamente vou escolher um que tenha a ficha limpa”, disse.

Na manhã desta sexta, participaram das atividades do Expresso Cidadania estudantes das Escolas Estaduais Abílio Rodrigues Patto, Alexandre Peixoto, Prefeito Joaquim Pedro Nascimento, Diocesano e Israel Pinheiro. O material produzido pelos grupos nas oficinas está disponível no blog do Expresso Cidadania. À noite, acontece nova sessão do projeto, com outras turmas das escolas Israel Pinheiro e Abílio Rodrigues Patto.

Roteiro – Em sua terceira edição, o Expresso Cidadania passou por Juiz de Fora (Zona da Mata – dias 15 e 16/3), Divinópolis (Centro-Oeste – dias 19 e 20/3), Patos de Minas (Alto Paranaíba – 22/3), Uberaba (Triângulo – dias 26 e 27/3), Paracatu (Noroeste – dias 29 e 30/3), Diamantina (Central – dias 9 e 10/4), Montes Claros (Norte – 12 e 13/4), Teófilo Otoni (Mucuri – 16 e 17/4), Ipatinga (Rio Doce – 19 e 20/4), Poços de Caldas (Sul – 24 e 24/4). Também foram atendidos, em novembro de 2011, quando teve início a edição atual do projeto, alunos dos municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte.


Tópicos:
Últimas Notícias

Notícias

18/08/2017

ALMG terá novo espaço para a participação popular

Na inauguração do Auditório José Alencar, será lançada a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional.

18/08/2017

Lideranças assinam carta aberta contra leilão de usinas

Movimento reivindica do Governo Federal a manutenção das hidreléttricas de São Simão, Jaguara e Miranda com a Cemig.

18/08/2017

Cotas raciais na Fundação João Pinheiro motivam debate

Audiência da Comissão de Administração Pública terá como foco política inclusiva proposta por parlamentar.

18/08/2017

Assembleia discute iniciativa da ONU para mulheres

Comissão Extraordinária das Mulheres receberá representante do Escritório da ONU Mulheres no Brasil.

19/08/2017 Edição da Semana
Seu browser não suporta flash player
00:05:37 | Download (5269kb)

18/08/2017 Estrutura precária restringe atuação dos conselhos tutelares
Seu browser não suporta flash player
00:03:14 | Download (3045kb)
facebook facebook
Carregando Carregando posts...
Twitter Twitter
Twitter