Deputados ressaltam importância da FCS para a cultura mineira

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais prestou, nesta segunda-feira (23/8/10), uma homenagem à Fundação Clóvis Salg...

23/08/2010 - 00:01
Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
 

Deputados ressaltam importância da FCS para a cultura mineira

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais prestou, nesta segunda-feira (23/8/10), uma homenagem à Fundação Clóvis Salgado (FCS) pelos seus 40 anos de existência. A Reunião Especial, requerida pela deputada Gláucia Brandão (PPS), aconteceu no Plenário e contou com a participação de personalidades do meio artístico mineiro. O deputado Agostinho Patrus Filho (PV) representou o presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP) na solenidade.

Em seu pronunciamento, Gláucia Brandão ressaltou a alta qualidade das produções exibidas no Palácio das Artes, localizado na avenida Afonso Pena, em Belo Horizonte. "Aquele imponente edifício branco com traços modernos abriga a síntese do que melhor se pratica nas artes plásticas, teatro, música e outras manifestações culturais", afirmou Gláucia Brandão. Ela destacou ainda que o Palácio das Artes é o "mais importante complexo cultural do Estado e um dos mais conceituados do Brasil e da América Latina". Lembrou, porém, que a Fundação Clóvis Salgado é a responsável pela gestão de outros importantes espaços culturais mineiros, como a Serraria Souza Pinto, onde são realizados eventos e feiras, o Centro Técnico de Produção, que produz cenários e figurinos, e o Centro de Formação Artística, que tem a tarefa de formar técnicos e profissionais na área de teatro, música e dança. "Que a fundação continue prestando relevantes serviços e contribuindo para a difusão da cultura em Minas Gerais", finalizou a deputada.

Já o deputado Agostinho Patrus Filho citou o poeta Fernando Pessoa para ressaltar que "só a arte fica, por isso só a arte vê-se, porque dura". Ele enfatizou ainda que os diversos espaços que constituem a Fundação Clóvis Salgado têm sido "carinhosamente utilizados por nossa população, que, maciçamente, prestigia suas atividades". Isso, segundo ele, possibilitou que a FCS se tornasse "um importantíssimo polo de difusão da cultura contemporânea". Para o parlamentar, a homenagem prestada pela ALMG expressa "a forma como o povo mineiro vem sendo cativado pelo trabalho inestimável da Fundação Clóvis Salgado".

Persistência marca a história da entidade

A presidente da Fundação Clóvis Salgado, Eliane Parreiras, lembrou a história da construção do prédio do Palácio das Artes, projetado por Oscar Niemeyer, a pedido do então prefeito Juscelino Kubitschek, em 1941. Concebido para ser um espaço cultural multiuso, o prédio começou a ser construído ainda naquele ano, mas JK não conseguiu terminá-lo antes do fim de seu mandato. A obra ficou, então, paralisada por 20 anos, até que, em 1966, o governador Israel Pinheiro determinou a conclusão do prédio, que foi inaugurado em 10 de junho de 1970. Eliane lembrou com tristeza o incêndio ocorrido no local em 1997, mas fez questão de ressaltar a dedicação e a entrega de cada um dos profissionais que compuseram e compõem a FCS ao longo de sua história.

A FCS pertence ao Governo do Estado e conta com um quadro de aproximadamente 600 funcionários, incluindo integrantes da Cia. de Dança Palácio das Artes, da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais e do Coral Lírico. Mais recentemente, a atuação da Fundação se estendeu ao interior de Minas. Espetáculos e eventos organizados pela instituição já percorreram 250 municípios mineiros.

Agostinho Patrus Filho e Gláucia Brandão ofereceram uma placa comemorativa à presidente da FCS. A solenidade contou com a participação do Coral Infanto-Juvenil e do Coral Lírico do Palácio das Artes, que interpretaram composições nacionais e internacionais. Compuseram a mesa, além dos parlamentares e da presidente da FCS, o secretário de Estado de Cultura, Washington Tadeu de Melo; o cônsul geral honorário do Japão, Rinaldo Campos Soares; o diretor da Associação Comercial de Minas José Osvaldo Lasmar; e a presidente da Fundação Municipal de Cultura, Thaís Veloso Pimentel.

 

 

 

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - www.almg.gov.br

Rua Rodrigues Caldas,30 :: Bairro Santo Agostinho :: CEP 30190 921 :: Belo Horizonte :: MG :: Brasil :: Telefone (31) 2108 7715