Denúncias de tortura e abuso em Caratinga motivam visita

Denúncias de tortura, abuso de autoridade e assédio moral no presídio de Caratinga (Vale do Rio Doce) levaram a Comis...

06/05/2010 - 00:01
Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
 

Denúncias de tortura e abuso em Caratinga motivam visita

Denúncias de tortura, abuso de autoridade e assédio moral no presídio de Caratinga (Vale do Rio Doce) levaram a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais a marcar visita ao local, que será realizada na sexta-feira (14/5/10), às 14 horas. A ida ao presídio foi requerida pelo presidente da comissão, deputado Durval Ângelo (PT), que pretende ouvir presos, funcionários e a direção do estabelecimento sobre as acusações.

De acordo com o gabinete do deputado, agentes penitenciários lotados na unidade prisional de Caratinga estariam sendo convocados pela direção para sessões de tortura contra os presos, que incluiriam espancamentos, humilhações e até o uso de gás pimenta. Os funcionários que se recusam a participar seriam vítimas de perseguição. As informações são de que um dos diretores do presídio estaria também utilizando os recursos e a estrutura do local em proveito próprio.

As denúncias chegaram ao Ministério Público e à Polícia Civil de Minas Gerais, que iniciaram investigações sobre o caso. O presídio de Caratinga fica na Estrada dos Bias e foi inaugurado em 2008 pela Secretaria de Estado de Defesa Social, após a desativação da cadeia pública do município.

 

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - www.almg.gov.br

Rua Rodrigues Caldas,30 :: Bairro Santo Agostinho :: CEP 30190 921 :: Belo Horizonte :: MG :: Brasil :: Telefone (31) 2108 7715