ALMG debate violações de Direitos Humanos contra religiões africanas

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais discute, em audiência pública, nesta segunda...

29/04/2010 - 00:01
Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
 

ALMG debate violações de Direitos Humanos contra religiões africanas

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais discute, em audiência pública, nesta segunda-feira (3/5/10), denúncias de violações aos direitos humanos dos adeptos de religiões de matriz africana. A reunião, solicitada pelo deputado Durval Ângelo (PT), está marcada para às 14 horas, no Auditório. Após os debates, será realizada uma confraternização no Salão de Chá da ALMG.

De acordo com o dirigente do Terreiro Bakise Bantu Kasanje, Tatetu Arabomi, a motivação para a audiência é a divulgação da 2a Caminhada pela Liberdade Religiosa e pela Paz, que acontece no dia 13 de maio, em Belo Horizonte. Para ele, o evento será uma grande mobilização contra a intolerância religiosa no Brasil. "Sairemos da Praça Sete, às 14 horas, e vamos caminhar até a Praça da Estação, para mostrar nossa indignação contra o desrespeito que as religiões de matriz africana sofrem neste País", disse. Ainda segundo ele, a reunião na Assembleia marca também o lançamento de um livro de autoria do professor babalaché Erisvaldo de Ogum, que tem como tema a intolerância religiosa nas escolas. "Queremos chamar a atenção do poder público para a necessidade do cumprimento da Lei 10.639, de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira". Entendemos que o combate à intolerância deve começar na escola", alertou.

Convidados - Foram chamados a participar da audiência o comandante-geral da PMMG, cel. PM Renato Vieira de Souza; o coordenador de Direitos Humanos da Defensoria Pública do Estado, Gustavo Gorgozinho Alves de Meira; o presidente da Fundação Perseu Abramo, Nilmário Miranda; o dirigente do Terreiro Ilé Wopo Olojukan, Babalorixá Sidney Ti Oxossi; o dirigente do Terreiro Bakise Bantu Kasanje, Tatetu Arabomi; o dirigente do Terreiro Ilé Axé Alá Oju Meji Ofa Otum, Yalorixá Nylsia dos Santos; o diretor da ONG Educafro Minas, Frei Adelmo Francisco Gomes da Silva; e o encarregado do Templo Iskcom Belo Horizonte - Hare Krishna, Narafimhadeva Das.

 

 

 

 

 

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - www.almg.gov.br

Rua Rodrigues Caldas,30 :: Bairro Santo Agostinho :: CEP 30190 921 :: Belo Horizonte :: MG :: Brasil :: Telefone (31) 2108 7715