Comissão debate impactos de usina em Santa Cruz do Escalvado

Os impactos da construção da Usina Hidrelétrica Risoleta Neves em Santa Cruz do Escalvado, na Zona da Mata, são tema ...

19/03/2010 - 00:01
Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
 

Comissão debate impactos de usina em Santa Cruz do Escalvado

Os impactos da construção da Usina Hidrelétrica Risoleta Neves em Santa Cruz do Escalvado, na Zona da Mata, são tema da audiência pública que a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais vai realizar na cidade, na sexta-feira (26/3/10). O Consórcio Candonga, encabeçado pela Vale e responsável pela obra, não estaria cumprindo cláusulas do contrato que preveem a compensação desses impactos. A reunião, requerida pelo presidente da comissão, deputado Durval Ângelo (PT), será às 11 horas, no Clube Santacruzense Catolino Novaes (Rua Capitão Luiz Sete, 76, Centro).

A audiência pública foi solicitada depois que o prefeito da cidade, Gilmar de Paula Lima, procurou Durval Ângelo para reclamar da atitude do Consórcio Candonga, que teria se comprometido a implantar projetos locais de geração de emprego e renda. Ao contrário, Santa Cruz do Escalvado passa por uma crise social e ambiental, segundo relato do prefeito ao deputado.

O gabinete do parlamentar informou que na audiência pública serão tratados outros temas relacionados à obra, como o desaparecimento de um lavrador, supostamente morto, e denúncias de agressões que teriam sido cometidas por funcionários do consórcio, no distrito de Novo Soberbo.

Convidados - Foram convidados para a reunião o prefeito de Santa Cruz do Escalvado, Gilmar de Paula Lima; o superintendente regional do Meio Ambiente na Zona da Mata, Danilo Vieira Júnior; o vice-diretor do Instituto Estadual de Florestas e membro do Conselho Estadual de Política Ambiental na Zona da Mata, Geraldo Fausto da Silva; o promotor de Justiça e curador do Meio Ambiente e Patrimônio Público da Comarca de Ponte Nova, Umberto de Almeida Bizzo; a presidente do Conselho Estadual de Assistência Social, Maria Juanita Godinho Pimenta; o advogado da área de meio ambiente de Santa Cruz do Escalvado, Leonardo Pereira Rezende; o gerente-geral do Consórcio Candonga, Joel Vidal Filho; e o representante dos atingidos pela Usina Hidrelétrica de Candonga, José Antônio dos Santos.

 

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - www.almg.gov.br

Rua Rodrigues Caldas,30 :: Bairro Santo Agostinho :: CEP 30190 921 :: Belo Horizonte :: MG :: Brasil :: Telefone (31) 2108 7715