Denúncia de maus tratos motiva reunião em Fabriciano

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais pretende visitar o presídio de Coronel Fabri...

10/02/2010 - 00:02
Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
 

Denúncia de maus tratos motiva reunião em Fabriciano

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais pretende visitar o presídio de Coronel Fabriciano, no Vale do Aço, a fim de apurar denúncia de maus tratos e desvio de conduta por parte de agentes penitenciários. No local, segundo a acusação, haveria uma sala de tortura. A comissão programa, ainda, uma audiência pública na cidade para discutir o assunto. A visita e a audiência foram objeto de requerimento do presidente da comissão, deputado Durval Ângelo (PT), aprovado na reunião desta quarta-feira (10/2/10).

Durval Ângelo apresentou outros três requerimentos, igualmente aprovados pela comissão: de audiência pública para esclarecer a situação de famílias herdeiras da Fazenda Peroba (antigo bairro Ferrugem), desapropriada para a criação do bairro das Indústrias em Contagem; de visita aos prédios abandonados do residencial Saint Martin, no bairro de Santa Tereza, em Belo Horizonte; e de audiência pública para buscar soluções para as famílias que vivem nesses imóveis.

A Comissão de Direitos Humanos também aprovou requerimento do deputado Carlin Moura (PCdoB) em que ele pede a realização de audiência pública para debater, sob o ponto de vista do usuário do serviço de saúde, o Projeto de Lei 7.703/06, em tramitação no Senado Federal, que dispõe sobre o exercício da medicina.

Presenças - Deputados Durval Ângelo (PT), presidente; Vanderlei Miranda (PMDB), Carlos Mosconi (PSDB) e Weliton Prado (PT).

 

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - www.almg.gov.br

Rua Rodrigues Caldas,30 :: Bairro Santo Agostinho :: CEP 30190 921 :: Belo Horizonte :: MG :: Brasil :: Telefone (31) 2108 7715