Montes Claros recebe deputados para debater questão agrária

Os deputados da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa de Minas estarão em Montes Claros, nesta segun...

24/10/2003 - 00:00
 

Montes Claros recebe deputados para debater questão agrária

Os deputados da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa de Minas estarão em Montes Claros, nesta segunda-feira (27/10/2003) para discutir os conflitos agrários que estão ocorrendo na Norte de Minas. O requerimento é do deputado Roberto Ramos (PL). A reunião será às 10 horas, no Plenário da Câmara Municipal de Montes Claros (rua João Luiz Almeida, 40, Centro). A reivindicação para realizar o debate foi encaminhada pelo coordenador da Liga dos Camponeses Pobres do Norte de Minas, Gerson Guedes Lima, depois que os camponeses acampados na Fazenda Santa Fé, no município de Manga, foram atacados no dia 4 de outubro, segundo Gerson, "por uma milícia, a mando dos latifundiários da região".

De acordo com Gerson Guedes, atualmente três mil famílias estão acampadas em fazendas dos municípios do Norte de Minas, e ataque similar já havia ocorrido em novembro do ano passado, na Fazenda Rio Verde, em Jaíba. "Esperamos dessa reunião uma ação do Poder Público, que tem sido conivente com os latifundiários. Já denunciamos participação de policiais na milícia e temos os nomes dos integrantes, mas nada foi feito", informa Gerson.

Estão confirmadas presenças dos deputados Durval Ângelo (PT), presidente da comissão e Roberto Ramos, vice; o procurador de justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional de Apoio às Promotorias de Direitos Humanos, Conflitos Agrários e Apoio Comunitário (CAO-DHACCA), Afonso Henrique de Miranda Teixeira; o promotor de justiça Henrique da Cruz German; o representante do diretor-geral do Instituto de Terras do Estado de Minas Gerais (Iter), Hélcio Pacheco; e o coordenador da Liga dos Camponeses Pobres do Norte de Minas, Gerson Guedes Lima. Também foram convidados para a reunião o superintendente regional do Incra, Marcos Helênio Leoni Pena; o juiz da Juiz da Vara de Conflitos Agrários, Cássio de Souza Salomé; e o ouvidor Agrário Nacional, desembargador Gercino José da Silva Filho.

 

 

 

 

 

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - 31 - 3290 7715