Deputados querem discutir evasão de recursos para outros Estados

Deputados da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária irão visitar a diretoria da Açominas, nos próximos di...

17/09/2003 - 18:22
 

Deputados querem discutir evasão de recursos para outros Estados

Deputados da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária irão visitar a diretoria da Açominas, nos próximos dias, para conhecer os motivos da provável transferência do centro administrativo da empresa para Porto Alegre. Requerimento nesse sentido foi aprovado na reunião da comissão desta quarta-feira (17/9/2003). De autoria do deputado Doutor Viana (PFL), o requerimento foi apresentado com base na sugestão do deputado José Milton (PL), que não integra a comissão e também irá participar da visita, juntamente com a deputada Marília Campos (PT). Os secretários de Desenvolvimento Econômico, Wilson Brumer, e da Fazenda, Fuad Noman, também serão convidados para acompanhar a comissão.

O deputado Mauro Lobo (PSB) afirmou que "Minas, hoje, está pagando pela falta de política industrial nos últimos quatro anos". O deputado Jayro Lessa (PL) disse que, de fato, as empresas mineiras estão indo para outros Estados e Minas Gerais vai perder seu posto na economia nacional. "Não podemos deixar isso acontecer", alertou.

Outro requerimento aprovado, do deputado Chico Simões (PT), solicita que seja feita consulta ao jurista Paulo Neves de Carvalho e ao advogado Valder Gomes, que elaboraram os dois pareceres sobre os altos salários dos funcionários da Assembléia. O objetivo é saber se a composição da remuneração foi analisada caso a caso ou apenas em tese. Pede ainda que a comissão acompanhe os respectivos relatórios. Para Ermano Batista, se existem dois pareceres contraditórios a comissão deve analisá-los e, se for o caso, fazer um terceiro parecer.

Outros requerimentos apresentados

Dois deputados apresentaram ainda requerimentos que serão votados na próxima reunião. São eles:

- do deputado Chico Simões (PT), solicitando que seja realizada audiência pública para que o Poder Executivo realize a Avaliação de Desempenho do Fundo de Incentivo à Industrialização (Find) e do Fundo de Desenvolvimento Minerometalúrgico (FDMM), como previsto no parágrafo único, do artigo 4o, da Lei 11.393, de 1994, e da Lei 11.395, de 1994, respectivamente. Essa audiência seria com representantes dos grupos coordenadores de ambos os fundos, com o envio antecipado do relatório contendo a relação dos projetos financiados por região do Estado. Foi apresentado ainda um termo aditivo do deputado Sebastião Helvécio (PDT) para que, além das informações sobre os fundos, sejam pedidas informações sobre os fundos de fomento do BDMG. O presidente da comissão, deputado Ermano Batista, designou o deputado Mauro Lobo para analisar o requerimento até a próxima reunião da comissão. Para Chico Simões, é preciso olhar para esses fundos, já que o governador acaba de enviar para a Assembléia dois projetos de lei, propondo a prorrogação por mais dez anos tanto do FIND como do FDMM;

- da deputada Marília Campos (PT), solicitando que a apresentação do próximo relatório de gestão fiscal do Poder Executivo, a que se refere o artigo 54 da Lei Complementar 101/2000, seja feita em audiência pública, no Auditório da Assembléia e com a participação popular. Para esta audiência, deverão ser convidados representantes dos Conselhos de Políticas Pública do Estado, definidos pela comissão; o presidente do Sindicato dos Fiscais e Agentes Fiscais de Tributos de Minas Gerais, Antônio de Pádua Silva; e o coordenador do Núcleo de Estudos de Contabilidade, Auditoria e Gestão Orçamentária das Entidades Públicas do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais e o professor do Departamento de Ciências Contábeis da Face/MG, Paulonito Pereira. A deputada requer ainda que seja solicitado ao Poder Executivo o envio para a comissão, com antecedência, das informações a serem prestadas na audiência pública e que não constarem do relatório de gestão fiscal.

Doação de imóveis

Foram aprovados dois pareceres favoráveis a projetos de lei que autorizam o Poder Executivo a doar imóveis. O PL 741/2003, relatado em 2º turno pelo deputado Doutor Viana (PFL), é de autoria do governador e autoriza o Poder Executivo a reverter imóvel à Sociedade de São Vicente de Paulo, em Frutal. O PL 313/2003, do deputado Leonardo Moreira (PL), autoriza o Poder Executivo a doar ao município imóvel em Jacutinga. O relator foi o deputado Sebastião Helvécio (PDT) e o parecer, de 1o turno, foi aprovado com a emenda nº 1, que dá nova redação ao artigo 1o, para deixar claro que os imóveis a serem doados são, na realidade, dois, embora sejam contíguos.

Votação adiada - Já o parecer de 1o turno sobre o PL 330/2003, do deputado Miguel Martini (PSB), que cria o programa de tratamento específico à prevenção da infertilidade, teve a discussão adiada. O relator, deputado Mauro Lobo (PSB), leu seu parecer que opinava pela aprovação na forma do substitutivo nº 1, da Comissão de Constituição e Justiça. Mas o deputado Sebastião Helvécio (PDT) não concordou com o parecer já que o substitutivo, segundo ele, desvirtua o programa original, transformando-o em mero programa para afixar cartazes. "A preocupação do autor do projeto é para que todas as mulheres tenham direito a esse avanço na medicina", ponderou Sebastião Helvécio, que pediu adiamento da votação. Mauro Lobo considerou que os argumentos do deputado são procedentes, mas que é uma limitação do Poder Legislativo criar um programa que vai gerar ônus para o Estado. Ele concordou com o adiamento da votação, que foi acatada pelo presidente Ermano Batista (PSDB), e aprovada pelos membros da comissão.

Retirado de pauta - Dois projetos foram retirados da pauta da reunião: o PL 150/2003, que dispõe sobre a fabricação de medicamentos genéricos pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), e o PL 832/2003, que autoriza a isenção de imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias (ICMS) para a aquisição de tratores e implementos agrícolas.

Presenças - Compareceram à reunião os deputados Ermano Batista (PSDB), presidente da comissão; Jayro Lessa (PL), vice; Chico Simões (PT); Doutor Viana (PFL); José Henrique (PMDB); Mauro Lobo (PSB); Sebastião Helvécio (PDT) e Marília Campos (PT).

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - 31 - 3290 7715