Biotecnologia será tema de Fórum Técnico na Assembléia

Você sabe o que é biotecnologia, quais as suas potencialidades e formas de utilização? Essas e outras questões serão ...

19/08/2002 - 17:37
 

Biotecnologia será tema de Fórum Técnico na Assembléia

Você sabe o que é biotecnologia, quais as suas potencialidades e formas de utilização? Essas e outras questões serão abordadas e debatidas, a partir de agosto, no Fórum Técnico "A Biotecnologia e Você: Mitos, Verdades e Fatos", promovido pela Assembléia de Minas. Apesar de o Estado ser o maior pólo de biotecnologia da América Latina, poucas são as informações e muitas as dúvidas e os mitos sobre o tema. Com a finalidade de disseminar conhecimento, o Legislativo lidera essa iniciativa, em parceria com o Sindicato das Empresas de Base Biotecnológica no Estado (Sindbio), Federação das Indústrias (Fiemg) e as organizações não-governamentais Circuito da Vida e CNTA (Centro Nacional de Tecnologia Ambiental).

Serão realizadas quatro reuniões no interior de Minas, a fim de abrir espaço de discussão sobre a biotecnologia. Os encontros regionais serão em Passos, no Passos Clube (28/8); Montes Claros, na Câmara de Dirigentes Lojistas (30/8); Barbacena, na Faculdade de Medicina (04/9); e, em Uberaba, na Associação Comercial e Industrial (11/9) - todas elas cidades-pólo do Estado. Aqueles que se interessarem em participar dos encontros regionais devem comparecer ao local da reunião, a partir das 8 horas.

Evento final será em setembro - O público-alvo do evento são representantes das indústrias regionais, do setor produtivo do Estado, da administração pública, das escolas de ensino fundamental, médio e universitário e de associações de classe. Nos encontros do interior, serão ministradas palestras sobre a biotecnologia por autoridades no assunto, na parte da manhã, seguidas de debate. À tarde, haverá apenas palestras. Os trabalhos serão encerrados em Belo Horizonte, em 18 de setembro. Durante a reunião de encerramento, que será realizada no Plenário da Assembléia, os debates da parte da manhã serão coordenados pelo deputado Eduardo Hermeto (PFL). Durante a tarde, os debates serão coordenados pelos deputados Edson Rezende (PT), José Milton (PL) e Paulo Piau (PFL).

BIOTECNOLOGIA É FERRAMENTA PARA DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

De acordo com a presidente do Sindbio, Hélen Lima, biotecnologia é "a utilização de organismos vivos no desenvolvimento de produtos, serviços e processos nos setores de alimentação, saúde, agricultura, pecuária e preservação do meio ambiente". Segundo ela, a biotecnologia já é usada há milênios, apesar de parecer novidade, tendo como alvos, entre outros, a produção de alimentos como o pão, o vinho e o queijo.

Hélen Lima lembra que o Estado de Minas Gerais é o maior pólo de biotecnologia da América Latina, segundo estudos realizados pela Federação das Indústrias (Fiemg). De acordo com ela, a biotecnologia é uma das vertentes primordiais para o desenvolvimento da economia atualmente, já que sua utilização é observada em diversos segmentos, como o da agroindústria, da farmácia, dos produtos terapêuticos e da pecuária (suino, bovino e avicultura). Entre as vantagens da utilização da biotecnologia, a presidente do Sindbio destaca o baixo custo operacional na produção de alimentos e as aplicações na área de saúde, segurança higiênica e ambiental.

PROGRAMAÇÃO DA ETAPA FINAL DO FÓRUM TÉCNICO

Os temas abordados nos encontros regionais e em Belo Horizonte serão os mesmos, à exceção dos expositores e debatedores. A programação a seguir é da reunião final do Fórum Técnico "A Biotecnologia e Você: Mitos, Verdades e Fatos":

8 horas: credenciamento

8h30: abertura, com a presença do presidente da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, deputado Antônio Júlio (PMDB); do presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais, desembargador Gudesteu Biber Sampaio; e do secretário de Ciência e Tecnologia do Estado de Minas Gerais, Antônio Salustiano Machado

8h45: palestra "Impactos Socioeconômicos da Biotecnologia em Minas Gerais", sendo expositor o professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e da Universidade de Harvard (EUA), Francisco Vidal Barbosa; e debatedores os presidentes da Fiemg (Federação das Indústrias), Robson Andrade, e da Faemg (Federação da Agricultura), Gilman Viana, e o professor de Ecologia e Desenvolvimento Rural do Centro Universitário de Belo Horizonte UNI-BH, Carlos Eduardo Mazzetto Silva

10h45: palestra "Biotecnologia e Aspectos Legais", sendo expositor o professor de Biotecnologia do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Aluízio Borém. Os debatedores serão: presidente da Associação dos produtores de Sementes e Mudas de Minas Gerais (Apsemg), Eder Luiz Bolson; assessora adjunta para Assuntos Internacionais do governo do Estado, Roberta Jardim de Morais; e o coordenador dos Cursos de Biosegurança da Fundação Oswaldo Cruz, Silvio Valle. Os debates da manhã serão coordenados pelo deputado Eduardo Hermeto (PFL)

14 horas: palestra "Impactos da Biotecnologia na Saúde", sendo expositores o diretor científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), Naftale Katz; professor da Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Roberto Machado Silva; e a secretária da Rede Nacional Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Produtivos, Maria de Fátima Oliveira. O coordenador será o deputado Edson Rezende (PT)

15h30: palestra "Impactos da Biotecnologia no Meio Ambiente", sendo expositores o presidente da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) e diretor-geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Willer Hudson Pós; o diretor de meio Ambiente e Saúde do Sindicato das Empresas de Base Biotecnológica no Estado de Minas Gerais (Sindbio), Luis Mário Queiroz Lima; e o ecológico e professor do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Sérvio Pontes. O coordenador será o deputado José Milton (PL)

17 horas: palestra "Impactos da Biotecnologia na Agroindústria", sendo expositores o presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Alberto Duque Portugal; o membro do Comitê Técnico-Científico do Sindicato das Empresas de Base Biotecnológica no Estado de Minas Gerais (Sindbio), Gloverson Lamego Mouro. O coordenador será o deputado Paulo Piau (PFL).

INSCRIÇÕES PARA ETAPA FINAL COMEÇAM EM 9 DE SETEMBRO

É necessário efetuar inscrição apenas para a reunião final do Fórum, que será realizada em Belo Horizonte, no dia 18 de setembro. Os interessados devem se inscrever no período de 9 a 13 de setembro, das 9h às 17h30, pelo fax (31) 3290-7670 ou, pessoalmente, no Centro de Atendimento ao Cidadão da Assembléia Legislativa de Minas Gerais (CAC), localizado na rua Rodrigues Caldas, 30, Belo Horizonte.

A ficha de inscrição deve conter o nome completo do cidadão, a entidade que representa, o número da carteira de identidade, o órgão emissor, a profissão, o endereço residencial completo, fax e e-mail. Os inscritos que comprovarem a presença no evento receberão certificado.

 

 

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - 31 - 3290 7715