Assembléia Legislativa faz homenagem ao Igam

O Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho) foi comemorado nesta sexta-feira (14/6/2002), no Plenário da Assembléia L...

14/06/2002 - 17:36
 

Assembléia Legislativa faz homenagem ao Igam

O Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho) foi comemorado nesta sexta-feira (14/6/2002), no Plenário da Assembléia Legislativa de Minas Gerais. O requerimento que deu origem à reunião, de autoria do deputado Fábio Avelar (PTB), também solicitou homenagem, no mesmo dia, ao Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam). Na oportunidade, o autor do requerimento destacou o trabalho do Igam em prol da preservação ambiental e melhoria da qualidade de vida dos mineiros.

O deputado Marco Regis (PL), representando o presidente da Casa, deputado Antônio Júlio (PMDB), lembrou a importância do Seminário "Águas de Minas II", que está acontecendo em reuniões no interior e cuja plenária final será realizada no mês de julho na Assembléia Legislativa. O evento vai colher, junto à sociedade, subsídios para a fundamentação das leis relacionadas à gestão das águas. Como resultado dessa ação, as políticas estaduais de recursos hídricos têm recebido importantes contribuições dos diversos segmentos da sociedade. O deputado disse que foi assim que o Igam elaborou o mapa da qualidade das águas, mostrando como é alarmante a situação da maioria das bacias hidrográficas mineiras.

Recurso estratégico - Nos últimos 20 anos, a população mundial teve um acréscimo de 1,8 bilhão de pessoas, o consumo de água dobrou, enquanto se registrou a diminuição de 1/3 das reservas de água doce do mundo. Segundo relatório da ONU, o consumo de água no mundo dobra a cada 20 anos e, grosso modo, cerca de 50% do líquido que vai para as grandes cidades é desperdiçado. Trata-se de um crime, se for levado em conta que 1 bilhão de pessoas simplesmente não têm acesso à água potável, afirmou o deputado.

No Brasil, cerca de 10% das pessoas que vivem nas cidades não têm acesso ao abastecimento de água tratada, estando sujeitas a inúmeras doenças que matam 21 crianças por dia. No território brasileiro existem 100 mil cursos d água poluídos e 50% das praias estão contaminadas por esgoto, vazamento de petróleo e lixo tóxico. Apenas 40% do esgoto é coletado e, desse total, menos de 10% recebe algum tipo de tratamento. De acordo com o deputado Fábio Avelar (PTB), um dos grandes desafios que o País enfrenta neste início do terceiro milênio é o tratamento de esgotos.

Importância da Copasa - Fábio Avelar registrou o trabalho que a Copasa vem realizando com a implantação, em todo o Estado, de dezenas de estações de tratamento de esgotos - ETEs - e, de certa maneira, procurando reestabelecer as condições dos rios. Como exemplo, ele citou a recente implantação da Estação de Tratamento de Esgoto do Arrudas e o início das atividades para a implantação da segunda Estação de Tratamento de Esgoto de Belo Horizonte, a Estação do Onça. As duas, em conjunto, tratarão quase 100% dos esgotos de Belo Horizonte e de Contagem.

O presidente da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) e diretor-geral do Instituto Mineiro de Gestão de Águas (Igam), Willer Hudson Pós, disse que a área ambiental inclui o desenvolvimento sustentável, social e econômico e que essas três vertentes devem estar sempre presentes na discussão das questões ambientais, porque sempre geram polêmicas. De acordo com ele, a questão ambiental tem de ser de fórum amplo, e esse tripé - desenvolvimento sustentável, social e econômico - tem de ser o paradigma das discussões para buscar o desenvolvimento da Nação. Ele disse, ainda, que nada polui mais do que a miséria, que não degrada só o meio ambiente, mas também a condição moral, a condição básica de criação e o mecanismo de sustentabilidade do ser humano.

Willer Hudson Pós falou sobre a publicação, feita pela ONU, do relatório de recursos hídricos, que prevê para 2030 um quadro de estresse mundial. Ele elogiou a política de recursos hídricos e preservação implementada pelo Igam, Feam, IEF e Secretaria de Meio Ambiente (Semad), e disse que daqui a 30 anos Minas terá água de qualidade e em quantidade. "Este é o compromisso maior do Governo de Minas: garantir o processo de avanço econômico em harmonia com o meio ambiente e a melhoria da qualidade de vida de toda a sociedade", disse Willer Pós.

Presenças - Participaram da comemoração os deputados Marco Regis (PL), Fábio Avelar (PTB), Márcio Kangussu (PPS) e Adelmo Carneiro Leão (PT); além do secretário do Meio Ambiente, Celso Castilho de Souza; do presidente da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) e diretor-geral do Instituto Mineiro de Gestão de Águas (Igam), Willer Hudson Pós; do coordenador das Promotorias de Defesa do Rio São Francisco, Luciano Baldine; do assessor de Coordenação Ambiental, Ricardo Prata; do diretor-técnico de Meio Ambiente da Copasa, Carlos Gonçalves; do gerente-executivo substituto do Ibama, Antônio Fernando; do gerente da Relação Institucional de Desenvolvimento, Nelson Batista; do advogado, Maurício Fortini; do superintendente da Associação Mineira dos Municípios de Minas Gerais, Tadeu Mendonça; da Assessora Política da Associação Mineira dos Municípios, Juliana Vanessa, e os seguintes senhores da União dos Prefeitos da Bahia: José Miguel dos Santos, diretor administrativo das Finanças; José Reis, consultor Jurídico da Presidência; Paulo Sérgio Gomes, consultor de Comunicação.

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - 31 - 3290 7715