Comissão da Prostituição Infantil ouve denúncias em Arinos

A Comissão Especial da Prostituição Infantil, em visita a Arinos, no Noroeste de Minas, ouviu diversas denúncias cont...

10/05/2002 - 17:19
 

Comissão da Prostituição Infantil ouve denúncias em Arinos

A Comissão Especial da Prostituição Infantil, em visita a Arinos, no Noroeste de Minas, ouviu diversas denúncias contra autoridades daquela comarca. Em audiência pública realizada na Câmara dos Vereadores local na manhã desta sexta-feira (10/5/2002), foram ouvidas testemunhas que denunciaram o envolvimento de menores com o juiz José Antônio Maciel.

Segundo Maria da Consolação Gontijo, Maciel teria assediado uma garota de 13 anos em 2001. A menina hoje mora numa cidade vizinha e não compareceu à reunião porque teria sido pressionada. Em depoimento secreto, outras cinco testemunhas confirmaram as afirmações de Maria da Consolação e disseram que o ex-promotor local, Alan Ramos, também estaria envolvido com menores de idade.

O presidente da Comissão, deputado Rogério Correia (PT), disse estar preocupado com a gravidade das denúncias e decidiu permanecer em Arinos até segunda-feira para apurar mais irregularidades. Ele prometeu marcar um encontro com o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Gudesteu Biber, para pedir o imediato afastamento do juiz. Também vai pedir que o Ministério Público acompanhe as investigações sobre as denúncias contra Alan Ramos.

A audiência contou com a participação de representantes de várias entidades de proteção dos direitos da criança. O juiz José Antônio Maciel, o promotor Jairo Cruz Moreira e o delegado José Carlos de Freitas foram convidados, mas não compareceram à reunião.

 

 

 

 

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - 31 - 3290 7715