Comissão discute trabalho integrado para combater violência

Deputados da Comissão de Direitos Humanos reuniram-se, nesta terça-feira (26/3/2002), com representantes de órgãos go...

26/03/2002 - 19:07
 

Comissão discute trabalho integrado para combater violência

Deputados da Comissão de Direitos Humanos reuniram-se, nesta terça-feira (26/3/2002), com representantes de órgãos governamentais e organizações da sociedade que atuam na área de segurança pública. O objetivo da reunião, realizada na Assembléia Legislativa, foi propor um trabalho em rede para que o encaminhamento das ações de combate à violência seja mais completo e objetivo, a fim de solucionar os problemas com maior agilidade. O presidente da Comissão de Direitos Humanos, deputado Márcio Kangussu (PPS), defendeu a parceria entre os diversos órgãos e entidades interessados no combate à violência. Para ele, a medida vai trazer rapidez a procedimentos que hoje correm de forma burocrática.

"Não é a presença de polícia e de viaturas que vai solucionar o problema de segurança pública. Nós temos que trabalhar integrados com o Ministério Público, com o Judiciário e com Legislativo", defendeu o coronel da Polícia Militar, Musso José Veloso. O promotor-geral de Justiça do Estado, Nedens Ulisses Vieira, falou da importância da interação dos poderes públicos para o combate à violência. "Todos os órgãos e instituições envolvidas têm que atuar em conjunto no sentido de superarmos todas as deficiências e os problemas que enfrentamos nesta questão", comentou.

"Com o aumento da criminalidade e da violência no estado percebemos que a ação isolada realmente não vai ter aquele resultado que a gente almeja. Esta interação de todos os órgãos ligados a segurança pública é nosso maior objetivo. Em nome da Defensoria Pública, nós estamos dispostos a trabalhar naquilo que a constituição nos coloca como papel principal, vamos trabalhar dentro das penitenciária e das delegacias de polícia", disse a procuradora Chefe da Defensoria Pública, Moema Guaraciaba Pereira.

Presenças - Participaram da reunião os deputados Márcio Kangussu (PPS), Durval Ângelo (PT), Elbe Brandão (PSDB), Edson Rezende (PT) e João Leite (PSDB), o procurador-geral de Justiça do Estado, Nedens Ulisses Vieira; os procuradores Antônio Sérgio Toné e Rômulo Ferraz; o coordenador de Direitos Humanos, Afonso Henrique Teixeira; o desembargador Sérgio Rezende; o representante da Secretaria de Estado da Justiça e Direitos Humanos, Maurício Reis; o secretário de Segurança Pública, Márcio Barroso Domingos; o comandante geral da Polícia Militar, cel. Severo Augusto; a titular da Ouvidoria de Polícia, Maria Caiafa; a procuradora chefe da Defensoria Pública, Moema Guaraciaba Pereira; o cel. do Corpo de Bombeiros, Duarte Marcelino; o diretor de Atividades Técnicas do Corpo de Bombeiros, cel. Saulo, o chefe do Estado Maior do Corpo de Bombeiros, comandante BM Antônio Damásio; o secretário adjunto de Estado de Segurança Pública, Sérgio Francisco Freitas; o presidente do Conselho Esatdual de Direitos Humanos (Conded) e coordenador da Comissão Pastoral de Direitos Humanos da Arquidiocese de Belo Horizonte, Emely Vieira Salazar e o vereador Juarez Amorim.

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - 31 - 3290 7715