Preso por tráfico nada revela à CPI do Sistema Prisional

A CPI do Sistema Prisional ouviu, nesta quinta-feira (7/3/2002), o depoimento do detento Marcelo José Morais Pinto, d...

07/03/2002 - 18:30
 

Preso por tráfico nada revela à CPI do Sistema Prisional

A CPI do Sistema Prisional ouviu, nesta quinta-feira (7/3/2002), o depoimento do detento Marcelo José Morais Pinto, da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem. Segundo o presidente da Comissão, deputado Ermano Batista (PSDB), o depoimento não contribuiu para os trabalhos da CPI. "Tivemos informações de que o preso teria notícias substanciais para serem apresentadas, mas nada de concreto foi relatado. O depoente estava inibido e amedrontado", afirmou o deputado.

De acordo com Ermano Batista, Marcelo José Morais Pinto, conhecido como "Bozó", foi preso por tráfico de drogas e condenado a 33 anos de detenção. Ele foi ouvido a portas fechadas, com o objetivo de garantir que o depoimento não influencie os próximos convidados. Essa CPI, instalada a requerimento do deputado Irani Barbosa (PSD), foi criada para apurar o funcionamento do sistema prisional de Ribeirão das Neves e outros municípios, verificando a possível participação do poder público, com grupos criminosos organizados, no esquema de facilitação de fuga, tráfico de drogas, liberdade e soltura extralegal.

CPI pede transferência de servidor

A Comissão recebeu ofício do primeiro depoente da CPI, o diretor-coordenador da Associação Sindical dos Servidores da Secretaria de Estado da Justiça e Direitos Humanos, Marcos Terrinha, que afirmou estar recebendo ameaças após o seu depoimento, no dia 26 de fevereiro. Diante da informação, a Comissão deliberou pelo envio de um ofício à Secretaria pedindo a transferência do funcionário para outro setor de trabalho, onde se sinta seguro e em condições de desempenhar suas funções.

Foi rejeitado o requerimento apresentado pelo deputado Irani Barbosa (PSD) solicitando, ao governador Itamar Franco, providências de "garantia de vida" para o juiz da Comarca de Ribeirão das Neves, Wenderson de Souza Lima, promotores Leonardo Barbabela e Rodrigo Fonte Boa, escrivão do Fórum, Antônio Carlos Gomes, e para os deputados estaduais Eduardo Brandão (PL) e Durval Ângelo (PT).

Presenças - Participaram da reunião os deputados Ermano Batista (PSDB), presidente; Alberto Bejani (PFL), Durval Ângelo (PT), Irani Barbosa (PSD), Eduardo Brandão (PL) e Luiz Tadeu Leite (PMDB).

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - 31 - 3290 7715