Deputados apuram irregularidades no Ceresp de Betim

Denúncias de irregularidades no Centro de Remanejamento da Secretaria de Segurança Pública (Ceresp) de Betim foram co...

11/12/2001 - 17:56
 

Deputados apuram irregularidades no Ceresp de Betim

Denúncias de irregularidades no Centro de Remanejamento da Secretaria de Segurança Pública (Ceresp) de Betim foram comprovadas, nesta quinta-feira (22/11/2001), pela Comissão de Direitos Humanos da Assembléia que questionou, também, o motivo de membros da Pastoral Carcerária da Igreja Católica não poderem mais visitar detentos aos sábados.

Segundo as constatações feitas pelos deputados da Comissão que estiveram no Ceresp, Edson Rezende (PT) e Durval Ângelo (PT), a cadeia de Betim, exclusiva para homens, comporta cinco mulheres, além de dois menores e presos já condenados que deveriam estar em presídios. Quanto à denúncia sobre as visitas da Pastoral, a direção do Ceresp afirma que foram suspensas por causa da apreensão de uma mulher, membro da Pastoral, que estaria portando drogas em uma de suas visitas à cadeia. A mulher é uma das cinco que está detida no Centro e se reuniu com os deputados e com o representante da Pastoral, Fábio Alves dos Santos, para discutir sobre a acusação.

Para Durval Ângelo, o caso foi forjado e, por isso, vai acionar o Ministério Público. O secretário de Estado de Segurança Pública, Márcio Barroso Domingues, será chamado o mais rápido possível, de acordo com Edson Rezende, para ajudar na solução do caso.

 

 

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - 31 - 3290 7715