CPI do Preço do Leite estará em Almenara na quinta-feira (4/10)

Almenara, no Nordeste de Minas, será sede, nesta quinta-feira (4/10/2001), de reunião da CPI do Preço do Leite, dando...

11/12/2001 - 17:57
 

CPI do Preço do Leite estará em Almenara na quinta-feira (4/10)

Almenara, no Nordeste de Minas, será sede, nesta quinta-feira (4/10/2001), de reunião da CPI do Preço do Leite, dando continuidade à série de audiências públicas que a Comissão está realizando no interior do Estado, com o objetivo de colher subsídios para o trabalho. A reunião, com início às 10 horas, será no Auditório do Colégio Pitágoras. Os parlamentares vão ouvir representantes de sindicato e cooperativas de produtores rurais, bem como de indústrias de laticínios. A CPI foi criada para, no prazo de 120 dias, apurar os mecanismos de formação do preço do leite na indústria e no comércio e investigar indícios existentes de cartelização.

Os convidados para a reunião são os presidentes do Sindicato dos Produtores Rurais de Almenara, José Virgínio Gil de Freitas; da Cooperativa dos Produtores Rurais do Vale do Jequitinhonha, Nei Soares Ferraz; da Cooperativa de Crédito Rural de Almenara (Credial), Iraci Dias de Lacerda; da Cooperativa dos Produtores de Leite do Baixo Jequitinhonha, Caio Jackson Alves de Figueiredo; além do diretor da Transleite Santa Hedwirges Ltda., Osmário Monteiro Gaspar Filho; do gerente da Indústria de Laticínios Palmeira dos Índios S/A, Paulo Roberto Correia dos Santos; e dos representantes da Indústria de Alimentos Itacolomy S/A - Itasa e da Laticínio Serra Azul.

Outras reuniões - A primeira reunião no interior foi em Montes Claros, na última quinta-feira (27/9). No encontro, o presidente da CPI, deputado João Batista de Oliveira (PDT), afirmou que a situação no Norte é mais grave ainda, devido aos problemas decorrentes da seca. "Os produtores estão descapitalizados", afirmou. O deputado Dimas Rodrigues (PMDB) enfatizou a necessidade de uma discussão nacional sobre o problema dos produtores. As próximas audiências públicas deverão ocorrer nos seguintes municípios: Curvelo (11/10); Juiz de Fora (18/10) e Uberaba (25/10).

CPI COMEÇOU OS TRABALHOS EM AGOSTO

A Assembléia Legislativa instalou, no dia 29 de agosto, a CPI do Preço do Leite, criada para apurar os mecanismos de formação do preço do leite na indústria e no comércio e investigar indícios de cartelização no setor, a requerimento do deputado Marcelo Gonçalves (PDT). Os integrantes efetivos da Comissão são os seguintes deputados: João Batista de Oliveira (PDT), presidente; Paulo Piau (PFL), vice-presidente; Luiz Fernando Faria (PPB), relator, tendo como co-relator o deputado Márcio Kangussu (PPS); Cristiano Canêdo (PTB), Antônio Andrade (PMDB) e Kemil Kumaira (PSDB). Os suplentes são os deputados Bilac Pinto (PFL), Dilzon Melo (PTB), Dimas Rodrigues (PMDB), Ermano Batista (PSDB), Gil Pereira (PPB), Marcelo Gonçalves (PDT) e Marco Régis (PPS).

A primeira reunião da CPI ocorreu no Plenário da Assembléia, após a realização de um ato público no Hall das Bandeiras que contou com a participação de cerca de 1,5 mil produtores de sindicatos rurais de todo o Estado, além de diversos deputados estaduais, do presidente da Casa, deputado Antônio Júlio (PMDB), e do presidente da Federação da Agricultura (Faemg), Gilman Viana Rodrigues. Os convidados que já foram ouvidos pela Comissão são os seguintes (veja matérias completas na home page da Alemg, cujo endereço é www.almg.gov.br. As matérias estão na opção "Notícias"):

* Dia 6/9: presidente da Comissão Nacional do Leite da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), Paulo Roberto Bernardes; diretor-secretário da Federação da Agricultura do Estado de Minas Gerais (Faemg), Roberto Simões; presidente da Comissão Técnica de Leite da Faemg, Roberto Sant Anna Alvim; e o presidente da Federação dos Trabalhadores em Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg), Vilson Luiz da Silva

* Dia 12/9: Aloísio Teixeira Gomes, pesquisador da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária); diretor do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Altino Rodrigues Neto; e o delegado federal substituto do Ministério da Agricultura em Minas Gerais, Miguel Houri Neto

* Dia 19/9: presidente da Faemg, Gilman Viana Rodrigues; promotor Amauri Artimos da Matta, da Promotoria de Justiça do Procon Estadual da Área de Alimentação; e Arivaldo Sudan, delegado-chefe da Delegacia de Ordem Econômica

* Dia 26/9: presidente da Associação Mineira de Supermercados, Antônio Claret Nametala; gerente de Contabilidade do Carrefour, Gotardo Gomes de Castro; gerente de Compras do Champion, Roberto Carlos Evangelista; diretor comercial das redes Epa e Mart Plus, José Manoel Barbosa da Silva; gerente-geral do Extra, Jairo Aimorés; Ideli Pacífico, do Wal Mart; diretor do Hiper Via Brasil, Judemar Rodrigues de Castro; Márcio Carvalho, assessor econômico da Faemg; e o promotor Amauri Artimos da Matta, da Promotoria de Justiça do Procon Estadual da Área de Alimentação

* Dia 2/10: a previsão é de que sejam ouvidos os seguintes convidados, às 14h30, no Plenarinho IV, na sede do Legislativo mineiro: presidente da Associação Mineira das Indústrias de Panificação, José Batista de Oliveira; proprietários das Padarias Vianney, Pedro Santiago; Aroma & Delicately, Carla Malagoli; Pão & Cia. Diamond Mall, Agnaldo Lopes; Pão na Hora, Júnia Aparecida de Souza; Morini, Cristiano Duarte de Moura; Mangabeiras Alimentícia, Luís Carlos Chavier Carneiro.

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - 31 - 3290 7715