Regras do campeonato mineiro de futebol são debatidas

Em audiência pública realizada a pedido do deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSD), a Comissão do Trabalho, Previdência e ...

20/06/2001 - 09:05

alinfor.gif (4077 bytes)



 

Regras do campeonato mineiro de futebol são debatidas

Em audiência pública realizada a pedido do deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSD), a Comissão do Trabalho, Previdência e Ação Social discutiu, nesta terça-feira (19/06/01), possíveis mudanças no campeonato mineiro de futebol. O presidente do América Futebol Clube, Delson de Miranda Tolentino, foi o único a apresentar uma proposta concreta sobre a fórmula de disputa do próximo torneio. A sugestão do América se baseia na regionalização da disputa. Os clubes do interior seriam divididos em três grupos regionais, com oito times em cada, que disputariam a primeira fase do campeonato de janeiro a março.

Os campeões de cada grupo competiriam em um triangular para definir o campeão e o vice do interior, que se juntariam a Atlético, América, Vila Nova e Cruzeiro na fase final da competição. Esta fase seria disputada em turno e returno, com pontos corridos, para a definição do campeão mineiro. A proposta prevê, ainda, a contratação de uma empresa especializada em marketing esportivo para promover e divulgar torneio. Delson Tolentino afirmou ter entregue a proposta a outros clubes, à federação mineira e à mídia esportiva, há cerca de três meses, não tendo recebido nenhum retorno.

O presidente da Comissão, deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSD), salientou que o esporte garante a geração de empregos, direta e indiretamente. Segundo ele, é preciso buscar parcerias eficientes visando o crescimento do futebol mineiro, para se fazer um campeonato de grande expressão. O deputado Bené Guedes (PDT) defendeu a criação de uma Comissão Especial para que o futebol mineiro seja discutido com mais amplidão. Para ele, "o futebol envolve muitos interesses e deve ser gerido de forma descentralizada".

O deputado João Leite (PSDB) disse que é necessária a criação de uma política específica para o esporte, e defendeu a proposta de criação da Comissão Especial. O deputado Doutor Viana (PMDB) falou que a regionalização é vital para se salvar o campeonato mineiro. Disse ainda que "é necessária a valorização do torcedor e dos demais profissionais envolvidos com o futebol, para que seja readquirida a credibilidade do esporte".

IGUALDADE DE CONDIÇÕES

Itair Machado de Souza, presidente do Ipatinga Futebol Clube e da recém criada Associação Mineira dos Clubes do Interior, defendeu a igualdade de condições para os participantes do campeonato mineiro. Segundo ele, o contrato firmado entre a Rede Globo e a Federação Mineira de Futebol foi assinado sem discussão com representantes dos clubes do interior. O vice-presidente do Clube Atlético Mineiro, João Batista Ardizoni, falou que "o clube, como líder do futebol mineiro, está comprometido com a realização do campeonato estadual, e jamais se postará pelo fim da competição". O diretor de futebol do Cruzeiro Esporte Clube, Eduardo Maluf, disse ser contra a extinção do campeontato estadual. Para ele, o momento é crítico em relação ao calendário do futebol brasileiro. O diretor afirmou a necessidade de profissionalização do futebol mineiro e comentou que "a regionalização irá motivar a rivalidade entre os clubes do interior e viabilizar financeiramente a competição".

"CERTIFICADO CIDADÃO"

A Comissão aprovou em 1º turno, parecer do deputado João Leite (PSDB) sobre o Projeto de Lei (PL) 1.470/01, que institui o certificado e o selo cidadão no âmbito do Estado de Minas Gerais. Segundo o projeto, as pessoas físicas que contribuírem com o Fundo da Infância e da Adolescência, receberão o certificado cidadão; e as pessoas jurídicas receberão, além do certificado, o selo cidadão, que poderá ser utilizado na divulgação de seus serviços e produtos.

PRESENÇAS

Participaram da reunião os deputados Dalmo Ribeiro Silva (PSD), Bené Guedes (PDT), Doutor Viana (PMDB), Luiz Menezes (PPS), e João Leite (PSDB). Compuseram a mesa o diretor do Departamento de Árbitros da Federação Mineira de Futebol, Osmar Camilo da Silva; o presidente da Associação Mineira dos Cronistas Esportivos, Waldir de Castro; o presidente da Ademg, Flávio Modenesi; e o chefe de gabinete da Secretaria deEstado do Esporte, José Marcos.

 

 

 

 

 

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - 31-32907715