Diretor do Detel fala sobre política de telecomunicação

A Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas ouviu, nesta quarta-feira, o diretor-geral do Departamento Est...

06/09/2000 - 19:18

Diretor do Detel fala sobre política de telecomunicação

A Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas ouviu, nesta quarta-feira, o diretor-geral do Departamento Estadual de Telecomunicações (Detel), Alberto Luiz Santoro Lima, sobre as políticas de telecomunicações do órgão para o Estado. De acordo com ele, o Detel tem como metas uma política pública de comunicação voltada para a população rural, com a instalação de postos telefônicos, e a ampliação das transmissões do sinal da TV Minas para os municípios do interior. Segundo ele, o Governo do Estado enfatiza a importância da divulgação da cultura mineira dentro do próprio estado. Lima informou que a implantação de um posto telefônico custa em torno de R$ 3 a 4 mil e a instalação de equipamentos de transmissão do sinal da TV Minas, cerca de R$ 10 mil.

O deputado Márcio Kangussu (PPS), autor do requerimento que deu origem à reunião, ressaltou que o Estado tem muito a fazer em termos sociais por um custo muito baixo. "Nós, que somos os representantes do povo, temos que dar condições para que o Detel possa colocar seus projetos em prática", afirmou. O deputado apresentou um requerimento solicitando que seja encaminhado à Secretaria de Planejamento do Estado um pedido de liberação dos recursos necessários ao Detel para a execução dos projetos.

Participaram da reunião os deputados Álvaro Antônio (PDT), presidente da Comissão; Dinis Pinheiro (PSD), Ivair Nogueira (PMDB) e Márcio Kangussu (PPS) e o diretor-geral do Detel / MG, Alberto Luiz Santoro Lima e seus assessores.

Responsável pela informação - Paula Patricia - ACS - 31-2907715