Pequi é tema de audiência pública em Montes Claros

A Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial realizou, na última sexta-feira (11/08/2000), audiência pública ...

17/08/2000 - 09:02

alinfor.gif (4077 bytes)



 

Pequi é tema de audiência pública em Montes Claros

A Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial realizou, na última sexta-feira (11/08/2000), audiência pública na cidade de Montes Claros para discutir o Projeto de Lei (PL) 1.025/2000 que pretende instituir a Política Mineira de Incentivo ao Cultivo, Consumo, Comercialização e Transformação dos Derivados de Pequizeiro (Pró-Pequi). Entre os objetivos da proposição, do deputado Rogério Correia (PT), estão a identificação e delimitação de áreas propícias ao cultivo, a pesquisa dos aspectos culturais e folclóricos do pequi e a divulgação dos componentes nutricionais e medicinais do fruto. De acordo com o projeto, as ações serão formuladas, executadas e conduzidas pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O pequizeiro é uma árvore do cerrado, típica do norte de Minas, e significa fonte de renda para várias famílias do sertão. Na época do ciclo, os grupos deslocam-se para dentro do pequizal improvisando moradias e ali permanecem durante toda a safra, entre os meses de janeiro e março. Em Montes Claros é realizada periodicamente a "Festa do Pequi", quando é feita a divulgação dos usos do fruto.

De acordo com o presidente da Comissão, deputado Dimas Rodrigues (PMDB) a reunião foi bastante proveitosa, uma vez que o assunto é de grande importância para a economia da região. Ele ressaltou que a produção de pequi deve ser incentivada porque além gerar muitos empregos, o alimento é rico em proteínas.

PRESENÇAS

Estavam presentes os deputados Dimas Rodrigues (PMDB), Rogério Correia (PT) e Aílton Vilela (PSDB). Participaram como expositores do tema o presidente da Cooperativa dos Produtores e Catadores de Pequi de Japonar, Humberto Gomes Oliva; o professor da UFMG, Ernani Ronie Martins; o diretor do Programa Grande Sertão, Braulino Caetano dos Santos; o membro do Conselho Fiscal do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Riacho dos Machados, Cristovio Vieira Neto; o engenheiro agrônomo do Centro de Assistência dos Movimentos Populares do Vale do Jequitinhonha, José Antônio Ribeiro e o representante do Centro de Cultura Alternativa do Norte de Minas, Álvaro Alves Carrara.

 

 

 

Responsável pela informação: Ana Carolina - ACS - 31-2907715