Teleconferência discutirá divida externa

Teleconferência irá discutir dívida externa Entre os dias 2 e 7 de setembro a população poderá participar do plebisci...

07/07/2000 - 19:03

alinfor.gif (4077 bytes)



 

Teleconferência irá discutir dívida externa

Entre os dias 2 e 7 de setembro a população poderá participar do plebiscito sobre a dívida externa, que está sendo promovido por diversas entidades, inclusive a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A proposta é coletar a opinião de toda a sociedade brasileira sobre a forma como o governo vem gerenciando a dívida, o que implica diretamente nos aspectos sociais do País. No final do ano passado, o valor da dívida externa era de US$ 241,2 bilhões. Com o intuito de fortalecer esta proposta e mobilizar a população, a Assembléia Legislativa irá realizar em agosto uma teleconferência para debater o assunto. Durante a primeira reunião preparatória para o debate, que aconteceu nesta sexta-feira (07/07/2000), as entidades presentes decidiram priorizar a participação da população e possibilitar às pessoas uma melhor compreensão do tema.

A teleconferência terá duas mesas de debates que irão abordar os seguintes temas: a origem da dívida e como o pagamento está influenciando no cotidiano da população. A idéia é incentivar as cidades pólo do Estado a envolverem suas comunidades no plebiscito. Confira o que será questionado em setembro:

1- O governo brasileiro deve manter o atual acordo com o Fundo Monetário Internacional?

2- O Brasil deve continuar pagando a dívida externa sem realizar um auditoria pública desta dívida, como prevê a Constituição de 1988?

3- Os governos federais, estaduais e municipais devem continuar usando grande parte do orçamento público para pagar a dívida interna dos especuladores?

Participaram da reunião representantes da Associação Mineira de Micro e Pequenas Empresas, do Sindicato de Engenheiros no Estado de Minas Gerais, da Unafisco Sindical, da CNBB, do Partido dos Trabalhadores, da Pastoral Operária, do Sindicato dos Petroleiros e da Attac-MG.

 

Responsável pela informação: Ana Carolina Utsch - ACS - 31-2907715