Deputados criticam excesso de especialização médica

Em contraposição à excessiva especialização da medicina, nos dias de hoje, é preciso valorizar a cirurgia geral. Esta...

18/05/2000 - 19:31

alinfor.gif (4077 bytes)


Deputados criticam excesso de especialização médica

Em contraposição à excessiva especialização da medicina, nos dias de hoje, é preciso valorizar a cirurgia geral. Esta foi a opinião de deputados e do médico Alcindo Lázaro da Silva, professor titular de Cirurgia do Aparelho Digestivo da UFMG, manifestada em reunião da Comissão de Saúde realizada nesta quinta-feira (18/05/2000). Alcindo Lázaro participou, como convidado, para prestar informações sobre a criação da Fundação de Pesquisa e Ensino em Cirurgia (Fupec).

O autor do requerimento solicitando a reunião, deputado Edson Rezende (PSB), falou da importância do trabalho do cirurgião geral. "É preciso valorizar o trabalho dos médicos de cirurgia geral, pois são eles que sempre atendem, primeiramente, os casos de urgência e, portanto, forneceram uma visão global do caso, possibilitando um melhor encaminhamento do paciente" explicou o deputado.

Alcindo Lázaro apontou os objetivos principais da Fupec, que são: prestar serviço de assistência cirúrgica à comunidade; formar cirurgiões gerais; desenvolver pesquisas e participar do ensino da cirurgia no currículo de medicina do país. Lázaro criticou a excessiva especialização dos médicos atualmente, uma vez que não possibilita uma visão mais ampla da saúde. O médico mostrou, também, alguns resultados já alcançados pela Fundação. Segundo ele, em alguns anos na busca pelo apoio de empresários, entidades governamentais e não-governamentais, a fundação conseguiu 12 leitos e realizou, no ano passado, cerca de 1.200 cirurgias em níveis médios e grandes. Durante a reunião, o deputado Edson Rezende apresentou requerimento solicitando a visita da Comissão à Fundação.

O deputado Hely Tarqüínio (PSDB) também criticou a excessiva especialização dos novos médicos. De acordo com ele, a maioria das patologias atendidas nos hospitais podem ser detectadas pelos clínicos e cirurgiões gerais. O deputado Cristiano Canêdo (PTB) afirmou que a especialização e a falta de formação básica dos médicos encarecem o custo das consultas prestadas pelo SUS. "Devemos avaliar, juntamente com os responsáveis pela formação de nossos médicos, quais as especialidades realmente necessárias para o país", disse o deputado.

FABRICAÇÃO DE GENÉRICOS

Na reunião desta quinta-feira, a Comissão de Saúde aprovou, em 1º turno, parecer do deputado Dimas Rodrigues (PMDB) favorável ao Projeto de Lei (PL) 909/2000, do deputado Jorge Eduardo de Oliveira (PMDB), que autoriza o Poder Executivo a destinar 50% do lucro líquido da Loteria do Estado de Minas Gerais à Fundação Ezequiel Dias (Funed) para a fabricação de medicamentos genéricos. O parecer foi aprovado na forma do substitutivo nº 1, da Comissão de Constituição e Justiça, com as emendas nº 1 do relator e nº 2 do deputado Miguel Martini (PSDB). A primeira emenda altera o art. 1º do substitutivo; e a segunda altera o "caput" do mesmo artigo, prevendo a destinação dos recursos, provenientes da Loteria Mineira, para a Funed, no orçamento do Estado.

A Comissão aprovou também, em 1º turno, parecer do deputado Edson Rezende (PSB) favorável à aprovação do PL 789/2000, do deputado Agostinho Silveira (PL), que obriga o Poder Executivo a implantar o programa de saúde vocal para atender os professores da rede estadual de ensino. O parecer foi aprovado na forma proposta com as emendas nºs 1 e 2 apresentadas pela Comissão de Constituição e Justiça.

REQUERIMENTOS

A Comissão aprovou nesta quinta-feira os seguintes requerimentos:

* do deputado Pastor George (PL), que convida o deputado federal Carlos Mosconi (PSDB/MG), relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 169, em tramitação na Câmara dos Deputados, que trata dos recursos previstos nos orçamentos da União, dos estados e dos municípios, utilizados na manutenção do Sistema Único de Saúde (SUS), para discorrer sobre a matéria;

* do deputado Edson Rezende (PSB), solicitando visita da Comissão à Fundação de Pesquisa e Ensino em Cirurgia;

* do deputado Hely Tarqünio (PSDB), que solicita à Comissão de Saúde a elaboração de um anteprojeto criando o Instituto de Cirurgia Geral e Pesquisa, atendendo a proposta do médico e professor de Cirurgia de Intestino da UFMG, Alcindo Lázaro Silva.

A Comissão aprovou, ainda, requerimentos propondo votos de congratulações e o adiamento da discussão de um PL, que dispensa a apreciação do Plenário.

PRESENÇAS

Participaram da reunião os deputados Miguel Martini (PSDB), que preside a Comissão, Pastor George (PL), Cristiano Canêdo (PTB), Dimas Rodrigues (PMDB), Edson Rezende (PSB) e Hely Tarqüínio (PSDB).


Responsável pela informação: Anderson Pereira - ACS - 31-2907715