Visite a Assembleia

Casa Aberta

Por meio do programa Casa Aberta, a Assembleia de Minas recebe cidadãos interessados em conhecer:

  • As formas de participação e o funcionamento do Legislativo mineiro
  • A memória política e o patrimônio arquitetônico e cultural da Assembleia

Os dias da semana e horários reservados às visitas institucionais são:

  • Terça-feira, às 10 horas
  • Quinta-feira, às 13 horas

Cada visita tem a duração média de 50 minutos, seguindo um roteiro predefinido. Há duas opções de visitação, e a escolha deve ser comunicada pelo solicitante no momento do agendamento. Caso não o faça, será agendado o Roteiro Política e Participação.

Roteiro Memória e Cultura

O foco da visita é a história e o patrimônio arquitetônico e cultural do Legislativo mineiro, contemplando peças de arte e outros bens tombados. Locais visitados:

  • Memorial do Legislativo Mineiro
  • Monumento em Homenagem aos Doadores Mineiros de Órgãos e Tecidos, do artista plástico Leo Santana
  • Reprodução do painel Tiradentes, de Candido Portinari
  • Escultura de Tiradentes, do artista plástico Leo Santana
  • Monumento 20 anos Diretas Já, de Leo Santana
  • Busto do Aleijadinho, de Alberto de Castro
  • Escultura de Amilcar de Castro
  • Mural Minas, do século XVII ao século XX, da artista plástica Yara Tupynambá
  • Espaço Político-Cultural Gustavo Capanema
  • Árvore Pau-Brasil
  • Galeria do Plenário do Palácio da Inconfidência

Veja fotos do Roteiro Memória e Cultura

Como agendar a visita
  • Pessoalmente pelo CAC - Centro de Apoio ao Cidadão
  • Pelo telefone (31) 2108-7800
  • On line, preenchendo o formulário abaixo. Nesse caso, a visita será confirmada posteriormente, após conferência da agenda do programa.
Regras para agendamento e visitação

Agendamento

  • No caso de grupos acima de nove pessoas, a solicitação de agendamento da visita deverá ser feita, no mínimo, com 48 horas de antecedência da data pretendida.
  • A marcação das visitas observará a ordem de recebimento das demandas.
  • Considerando a diretriz de pluralidade da política de comunicação da Assembleia de Minas, cada solicitante poderá agendar, no máximo, duas visitas por mês

Visitação
As visitas serão guiadas exclusivamente pela equipe do programa Casa Aberta e deverão se restringir ao roteiro pré-estabelecido. Falas ou atividades adicionais relacionadas a mandatos parlamentares específicos poderão acontecer, se for o caso, antes do início ou após o término da programação institucional, mediante entendimento prévio entre o interessado e os respectivos gabinetes.

As visitas serão realizadas sem número mínimo de visitantes e com o máximo de 40 pessoas (no caso de grupos acima de 30 pessoas, a equipe do programa analisará a viabilidade e a conveniência, podendo subdividi-los para facilitar a circulação e a exposição do roteiro).

É proibida a utilização do programa Casa Aberta para fins de promoção pessoal, seja durante a visita, por meio de falas ou de distribuição de material (folders, camisetas, etc), seja posteriormente, por meio da divulgação de imagens da atividade (conforme parágrafo 1º do artigo 37 da Constituição Federal).

É permitido aos participantes o registro de imagens durante a visita. A responsabilidade sobre a veiculação desse conteúdo, no entanto, é do seu autor.

Em caso de chegada antecipada ou de atraso, o atendimento dependerá da disponibilidade de pessoal.

Em caso de dúvida, Fale com o CAC ou ligue (31) 2108-7800.

  • ( )
Compartilhe:
Twitter Facebook
Email Versão para impressão

Veja também

  • Como chegar
  • Entenda a Assembleia
  • História
  • Escola do Legislativo
  • Tour Virtual

Perguntas Frequentes

  • Quem recebe os grupos de visitas orientadas na ALMG?

    Os grupos são recebidos sempre por um monitor da Escola do Legislativo da ALMG. No caso de estudantes do 6º ano do ensino fundamental ao ensino médio, as instituições de ensino podem pedir a inclusão de atividades com professores da Escola do Legislativo ou com outros servidores da Assembleia de Minas. Para estudantes universitários, a programação das visitas inclui sempre uma palestra sobre diferentes temáticas, ministrada por consultores da ALMG, a partir de solicitação da faculdade.

  • O que é o Programa Casa Aberta?

    O programa de visitas Casa Aberta é uma iniciativa de comunicação aproximativa da Assembleia de Minas que tem como foco mostrar as diversas formas de participação e interação que o cidadão pode estabelecer com o Legislativo mineiro, cumprindo, assim, o princípio da publicidade da administração pública. Os princípios que alicerçam o Casa Aberta são:
    - Participação dos cidadãos: as formas de participação da sociedade nas decisões políticas.
    - Formação cidadã: o papel do Parlamento e uma síntese do processo legislativo.
    - Inserção dos cidadãos no contexto histórico, político e cultural: o Memorial da Assembl... Leia mais

  • Quantos professores podem participar das visitas orientadas?

    Não há um limite previamente definido. Essa é uma decisão das escolas que, normalmente, enviam um ou dois professores para acompanhar os estudantes.

  • Os alunos podem conversar com deputados na visita orientada?

    A visita a um gabinete parlamentar é agendada de acordo com a solicitação da escola participante. Quando há essa demanda, a escola é convidada a sugerir o nome do deputado com o qual deseja conversar. Se não houver uma indicação, a própria Escola do Legislativo providencia o agendamento com um dos parlamentares.

  • Na visita orientada, os estudantes recebem material sobre a ALMG?

    Sim, de acordo com o perfil de cada instituição de ensino e do tipo de solicitação encaminhada à Escola do Legislativo. Os alunos do 6º e 7º anos do ensino fundamental recebem um exemplar do livro “Urano X Netuno”. A partir do 8º ano do ensino fundamental, os alunos recebem um exemplar da revista Coquetel. Ambas são destinadas ao público infanto-juvenil e trazem conteúdos ligados ao Poder Legislativo, servindo de apoio às visitas. Essas publicações são produzidas pela Assembleia de Minas.
    A Escola do Legislativo dispõe ainda de publicações para distribuição aos estudantes universitários, quando há demand... Leia mais