Participe
Órgãos Gestores das Políticas Culturais
Consulta Pública - Órgãos Gestores das Políticas Culturais
Consulta Pública - Órgãos Gestores das Políticas Culturais Todos os temas
Os orgãos gestores das políticas culturais pertencem à administração pública em cada um dos âmbitos de governo da Federação: União, estados, Distrito Federal e municípios e integram os Sistemas de Cultura. Tais sistemas têm como objetivo a construção de políticas públicas de cultura consistentes e complementares, por meio da colaboração entre os entes federativos.

- Como fortalecer os órgãos gestores da cultura no Estado para intensificar o planejamento de programas e ações voltadas para as áreas culturais e consolidar a execução de políticas públicas para cultura?

Para participar, é preciso ter cadastro no Portal da Assembleia de Minas.
- Você tem cadastro no Portal? Faça o login e participe!
- Não tem cadastro no Portal? Cadastre-se para então fazer o login.

Contribuições do tema: Órgãos Gestores das Políticas Culturais

Mostrando de 1 a 9 de 9 contribuições

Data Ordenar por data Contribuições Positivas Negativas
18/mai
19:05
Por Michelle Cristina Alves Silva | Flores de Jorge Cia Cênica | Âmbito Estadual | Uberaba/MG Devido à grande dimensão do território mineiro, os órgãos gestores deveriam reforçar o plano de trabalho em uma perspectiva regional, de modo que semelhanças, dificuldades e outras características encontradas na cultura de alguns municípios próximos sejam trabalhadas em uma perspectiva mais inclusiva e coletiva, fortalecendo o trabalho de tais órgãos.
Compartilhe:
Twitter Facebook
Permalink:

0
0
13/mai
18:09
Por Carlos Antônio Duarte da Cruz | Carabina filmes | Âmbito Estadual | Belo Horizonte/MG A principal providência a ser tomada com relação aos órgãos gestores culturais e a criação de portais de acesso do setor de produção cultural a esses órgãos, sejam através de sites ou de sistemas de reuniões setoriais, onde os atores do processo de produção cultural pudessem se expressar e comunicar suas demandas e necessidades. Seria algo que permitisse ao artista se aproximar dos gestores culturais e sugerir, propor, conversar, sem que necessariamente tivesse que apssar por um processo burocrático de formulários, regras limitações e objeções. Eliminaria-se, com isso, essa distância formal que sempre existiu entre os produtores de cultura no país e os órgãos de fomento e gestão de cultura.
Compartilhe:
Twitter Facebook
Permalink:

0
0
12/mai
13:22
Por Fernando Pinheiro Guimarães | Âmbito Estadual | Belo Horizonte/MG Possibilitar ações conjuntas de financiamento de projetos de produção de conteúdos audiovisuais brasileiros independentes não publicitários, entre as secretarias de cultura e educação para contribuir no cumprimento da lei do Cinema Nacional nas Escolas, Lei 13.006/14, que prevê a exibição de filmes de produção nacional como componente curricular complementar integrado à proposta pedagógica da escola, sendo a sua exibição obrigatória por, no mínimo, 2 (duas) horas mensais.
Compartilhe:
Twitter Facebook
Permalink:

0
0
12/mai
13:20
Por Fernando Pinheiro Guimarães | Âmbito Estadual | Belo Horizonte/MG Garantir o cumprimento da lei 13.006 de 2014 que diz: “A exibição de filmes de produção nacional constituirá componente curricular complementar integrado à proposta pedagógica da escola, sendo a sua exibição obrigatória por, no mínimo, 2 (duas) horas mensais.”
Compartilhe:
Twitter Facebook
Permalink:

0
0
12/mai
09:01
Por Fernando Pinheiro Guimarães | Âmbito Estadual | Belo Horizonte/MG Criar um núcleo de suporte ao Produtor Cultural, com a finalidade de orientar e acompanhar o proponente de um projeto aprovado na execução do orçamento e na prestação de contas.
Compartilhe:
Twitter Facebook
Permalink:

0
0
12/mai
09:01
Por Fernando Pinheiro Guimarães | Âmbito Regional | Belo Horizonte/MG Apoiar o Produtor Cultural na distribuição de seu trabalho.
Compartilhe:
Twitter Facebook
Permalink:

0
0
10/mai
17:26
Por José Oliveira Junior | Observatório da Diversidade Cultural | Âmbito Estadual | Belo Horizonte/MG Desenvolver formas de estimular a formação de consórcios públicos de cultura tendo como meta a formação de pelo menos 01 consórcio por território de desenvolvimento do estado ao final do terceiro ano de aprovação do plano.
Compartilhe:
Twitter Facebook
Permalink:

0
0
10/mai
17:22
Por José Oliveira Junior | Observatório da Diversidade Cultural | Âmbito Estadual | Belo Horizonte/MG Priorizar o repasse de editais públicos aos municípios para o fortalecimento de infraestrutura e recursos humanos do órgão gestor e dos sistemas municipais de cultura.
Compartilhe:
Twitter Facebook
Permalink:

0
0
09/mai
11:51
Por José Oliveira Junior | Observatório da Diversidade Cultural | Âmbito Estadual | Belo Horizonte/MG Entendemos que é fundamental o suporte técnico e institucional da SEC para os municípios. Neste sentido, o Plano Estadual de cultura pode e deve definir elementos que fortaleçam a SEC para que ela possa cumprir seu papel de estimular e fortalecer os sistemas municipais de cultura. A produção de materiais orientativos, o suporte continuado às equipes municipais e articulacao concreta entre os sistemas de financiamento em ambito municipal e o ambito estatus, por exemplo. Desta forma, talvez seja o caso de priorizar efetivamente estas ações de fortalecimento institucional e articulação institucional.
Compartilhe:
Twitter Facebook
Permalink:

0
0


páginas 1/1
Ir para Ir para

Login

Entrar


Quantidade de contribuições

Todas: 9
Removidas pelo moderador (total): 0



Contribuições por tema