Pronunciamento

Questão de Ordem

Autor:
DEPUTADO DALMO RIBEIRO SILVA

Data: 18/12/2014   Hora: 14:00


Partido:
PSDB


Tipo:
Questão de Ordem


Resumo:
Comenta a trajetória política e despede-se da deputada Luzia Ferreira e dos deputados Dinis Pinheiro, Adelmo Carneiro Leão, Célio Moreira, Zé Maia, Sebastião Costa e Carlos Mosconi que deixarão a Assembleia Legislativa.


Assunto:
(ALMG).
DEPUTADO ESTADUAL.


Reunião:
Tipo: ORDINÁRIA Número: 80 ª Data: 18/12/2014 Hora: 14:00


Legislatura: 17 ª Sessão Legislativa: 4 ª Tipo da Sessão: ORDINÁRIA


Publicação: Diário do Legislativo em 20/12/2014 Pág: 32 Col: 1


80ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA 4ª SESSÃO LEGISLATIVA ORDINÁRIA DA 17ª LEGISLATURA, EM 18/12/2014

Palavras do deputado Dalmo Ribeiro Silva


O deputado Dalmo Ribeiro Silva - Muito obrigado, presidente. Se é difícil externar o sentimento para um colega, calcule vocês quando me dirijo a esta constelação de estrelas de primeira grandeza do Parlamento mineiro, começando pelo nosso querido presidente, que recebeu todas as homenagens justas e merecidas nesta semana, assim como os demais companheiros que aqui se encontram nesta 80ª Reunião Ordinária do nosso Parlamento. Devo dizer a todos e à nossa querida deputada Luzia Ferreira que os depoimentos que aqui pudemos ouvir, que as falas de cada um nos sensibilizaram profundamente. Quero começar saudando a querida deputada Luzia Ferreira, com quem tive uma convivência muito próxima e respeitosa na comissão que tratou do combate à violência contra a mulher, na qual tanto trabalhou e dignificou sua conduta, como relatora. Não foi só isso. Em todas as ações relacionadas à voz da mulher, ela sempre esteve muito atenta, considerando-se sua experiência como vereadora. Particularmente aqui, no Parlamento mineiro, expresso a V. Exa., querida amiga, meu profundo reconhecimento por essa trajetória bonita e invejável que teve na bancada feminina, dignificando nosso Parlamento. Quero também me dirigir ao deputado Adelmo Carneiro Leão, médico inteligente, combativo e respeitoso nas suas reflexões e invejável por sua postura respeitosa nos apartes e nos debates. V. Exa. sempre nos trouxe sua experiência como catedrático, como cidadão e como parlamentar e tem uma vida extraordinária de serviços prestados ao nosso estado. Desejo a V. Exa. que os propósitos anunciados da tribuna, no seu discurso de despedida, tenham sucesso no Congresso Nacional, já que o estamos perdendo. O Congresso Nacional estará enriquecido com sua inteligência, sua ética e sua postura. Seja muito feliz ao representar Minas no Congresso Nacional. V. Exa. atuou no Parlamento Mineiro com muita dignidade. Quero também me dirigir ao companheiro - e por que não dizer querido amigo? - Célio. Faço isso não somente pela nossa bancada do PSDB. Sempre pude acompanhar seu espírito aguerrido, sua determinação, sua prática vicentina, como confrade - sempre fui assim também na minha querida Ouro Fino -, seu espírito devotado aos mais necessitados, ajudando-os por meio de asilos e creches, não somente no Barreiro mas também em todo o Estado. V. Exa. pôde enriquecer o Parlamento Mineiro com sua altivez, com sua dignidade, com sua postura. Ontem, caríssimo deputado Célio, emocionei-me, como V. Exa. também se emocionou, ao falar de sua vida, do passado e do seu filho. V. Exa. sempre foi para nós um exemplo de vida. Quero que leve da nossa Casa, deste parlamentar, a sincera gratidão pelo seu espírito fraternal e leal nas tratativas em todas as ações em que atuamos juntos. Quero me dirigir também ao deputado Zé Maia, que, conforme o deputado Lafayette de Andrada falou, conduziu, com muita maestria, a Comissão de Fiscalização Financeira. Ele foi relator de muitos projetos importantes do Estado e dos parlamentares, com sua voz eloquente, séria e coerente. Ele nunca, absolutamente, no comando da comissão, deixou para depois suas decisões. E por que não fazer uma saudação a ele também por tudo o que representou para sua querida Itapagipe e para seu querido Triângulo Mineiro e pelo trabalho extraordinário que fez no Parlamento Mineiro? Quero também me dirigir ao meu querido amigo e professor Sebastião Costa. Sempre tivemos uma amizade tão bonita como ele tem com o Davi e eu tenho com o Felipe. São dois parlamentares que têm dois filhos queridos e amados. Pude aprender muito com o Sebastião. Uma vez, o presidente do Tribunal de Justiça, o desembargador Joaquim Herculano, me relatou a vida do nosso querido deputado Sebastião Costa, que foi escrevente de um juiz de direito que se tornou presidente do tribunal, e relatou como pôde associar a vida extraordinária desse grande parlamentar, a história de vida que se comunga, se mistura com a sua dignidade, com o seu exemplo extraordinário como advogado e como grande parlamentar que soube dignificar o Parlamento mineiro. Ficamos seis anos na mesma bancada da Comissão de Constituição e Justiça. Ele sempre ao meu lado quando tínhamos dificuldades para discutir as matérias pertinentes. Eu e ele, ele e eu tocamos a Comissão de Constituição e Justiça. Nunca perdemos um prazo em nossa comissão. E V. Exa. sempre atento. E hoje sai do Parlamento mineiro como presidente na nossa Comissão de Constituição e Justiça. Quero render homenagem, sim, e com muita vênia, porque essa constelação, também pelo comando do nosso querido presidente... Fico muito feliz de ter convivido de ter aprendido com ele. E presto com certeza as minhas mais sinceras e profundas homenagens por todo o seu trabalho, pela sensibilidade e dedicação; por tantas e tantas oportunidades que tivemos juntos nos embates, nas discussões maiores em defesa do nosso povo e da nossa gente. Neste momento de saudosismo, no final desta reunião, quando todas as ações são convergentes, bem diferente de agora há pouco, nas divergências de opiniões, o nosso coração, o coração de todos os seus eleitores, de seus amigos, e das famílias estão centralizadas no parlamento. Essa despedida, de um até logo, um até breve, é para registrar em letras e também para ficar gravado no coração de cada um que o Parlamento mineiro teve o grande privilégio de ter V. Exas. trabalhando com tanta dignidade e amor. Com a permissão de todos, quero aqui fazer uma saudação a todos os deputados ausentes neste momento - com certeza alguns já estão na Câmara Federal, outros não retornando - na pessoa do deputado Carlos Mosconi, com quem sempre tive uma fraternal amizade. Vizinhos que somos do Sul de Minas, sempre tive por ele profundo respeito. Foi o meu deputado federal, depois trabalhamos juntos em Andradas e Poços de Caldas. Recentemente, no sábado, estive em sua terra, Poços de Caldas, para compartilhar também uma homenagem que ele recebeu do PSDB, das mais justas e emotivas. Na pessoa do Carlos Mosconi, também quero apresentar aqui a nossa gratidão pelo seu exemplo extraordinário de vida, pela sua dedicação à Assembleia Legislativa e por tudo que fez por nós e por Minas Gerais. Então ficam as minhas palavras carinhosamente e de voz embargada, assim como vi o Sebastião, como vi a Luzia, como vi o Célio, o Adelmo, enfim, todos vocês, de voz embargada, no alto desta tribuna, saudando, despedindo-se, demonstrando acima de tudo alegria de terem convivido. Mas queremos dizer “obrigado” a vocês pela convivência extraordinária que tivemos ao lado de cada um. Buscando agora o quinto mandato, com toda sinceridade, julgo-me neste momento muito agradecido a Deus, mais ainda por ter-me dado a oportunidade de conviver com V. Exas. no aprendizado, na ética, na condução dos trabalhos e principalmente no respeito a cada um, particularmente pelo que vocês fizeram. Rendo homenagens do fundo do meu coração e peço que sejam extensivas a suas famílias. Que Deus ilumine o caminho de cada um, de todos, que são merecedores, do fundo do meu coração, pelo respeito, pela gratidão e pela fraternal amizade. Muito obrigado, fiquem com Deus. Feliz Natal a todos e que Deus abençoe cada um.





Compartilhe:
Twitter Facebook
Email Versão para impressão

Perguntas Frequentes

  • Que pronunciamentos estão disponíveis no portal?

    Estão disponíveis os pronunciamentos de deputados feitos nas reuniões de Plenário e em eventos institucionais como seminários legislativos, fóruns técnicos e ciclos de debates. Podem-se pesquisar declarações de voto; discursos e apartes; questões de ordem; e decisões do presidente da Assembleia sobre os trabalhos legislativos.
    Também estão disponíveis pronunciamentos feitos por palestrantes, debatedores e demais participantes nos eventos citados.
    O resultado de pesquisa exibe pronunciamentos integrais a partir de 2001. Dados referenciais estão disponíveis desde 1988.

  • Quando os pronunciamentos estão disponíveis para consulta no portal?

    Os pronunciamentos estão disponíveis para consulta no dia seguinte ao de sua publicação no diário oficial do Estado.

  • Os pronunciamentos são editados antes de serem liberados?

    Os pronunciamentos não são editados. O que é feito, ao final das reuniões do Plenário, é a revisão e a montagem das notas taquigráficas dos discursos.

Veja também