Perfis dos eleitos

            

A  |  B | C  |  D |F  |  G  |  H  |  |  I  |  J |  K  | L  |  M  |  N |  O  | P  | Q  |  R  | S  |  TU |  V  |  X  Y  | W  |  Z  |    

Adalclever Lopes (PMDB), empresário, natural de Belo Horizonte, 44 anos
Reeleito, Adalclever Ribeiro Lopes assume em 2011 seu terceiro mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2003. Na 16ª Legislatura, é presidente da Comissão de Defesa do Consumidor e Contribuinte. Na legislatura anterior, foi presidente da Comissão Permanente de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia (2003-2004); vice-presidente da Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas (2003) e da Comissão Especial das Pessoas Desaparecidas (2006); e coordenador da Frente Parlamentar Municipalista de Minas Gerais (2004). Também foi líder da Bancada do PMDB (2005-2006) e representante da ALMG na Coordenação do Programa de Controle de Homicídios de Minas Gerais – Fica Vivo. As principais regiões de atuação política são Rio Doce, Jequitinhonha/Mucuri, Central e Zona da Mata. Adalclever Lopes é empresário. Foi chefe de gabinete da Secretaria de Estado de Segurança Pública e membro titular do Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia. É membro da Comissão Executiva Estadual do PMDB desde 2003.

Adelmo Carneiro Leão (PT), médico e professor, natural de Itapagipe, 61 anos
Reeleito, Adelmo Carneiro Leão assume em 2011 seu sexto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1991. Na 16ª Legislatura, foi presidente da Comissão de Saúde (2005-2007). Além disso, foi Secretário Geral do PT-MG (2006-2007), integrante da Assessoria Especial da Secretaria-Geral da presidência da República (abril a julho de 2008) e superintendente regional do Incra/MG (2008-2009). Líder da Bancada do PT (1994 e 2001) foi também líder da Minoria na ALMG (1997). Outros cargos e funções que exerceu foram de presidente da Beneficência da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (Beprem) (1995-1996); secretário adjunto Municipal de Governo de Belo Horizonte na gestão do prefeito Patrus Ananias (1996); secretário de Formação Política do PT-MG (1995-1997); e secretário de Estado da Saúde (2000), no Governo Itamar Franco. É médico, professor universitário e pesquisador, doutorado em Ciências pela USP. Professor na Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro, licenciou-se em 1991 para assumir uma cadeira na ALMG. Ex-presidente (1985) e membro da Comissão de Direitos Humanos da Arquidiocese de Uberaba (1984), presidiu também a Associação dos Docentes da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro.

Agostinho Patrus Filho (PV), administrador de empresas, natural de Belo Horizonte, 39 anos
Reeleito, Agostinho Célio Andrade Patrus assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2006. Em 2007, tornou-se o líder da bancada do Partido Verde na Assembleia de Minas. Em 2008, foi o líder do Bloco Parlamentar Social (BPS) que reunia os partidos PV, PPS, PSB e PSC. Em dezembro de 2008, tomou posse como secretário de Estado de Desenvolvimento Social, cargo no qual permaneceu até janeiro de 2010. Suas principais regiões de atuação política são Sul de Minas, Central, Rio Doce, Zona da Mata e Jequitinhonha/Mucuri. É filho do ex-deputado estadual Agostinho Patrús, que já foi presidente da ALMG e secretário de Estado de Transporte e Obras Públicas. É graduado em Administração de Empresas e pós-graduado em Gestão Empresarial e em Logística pela Fundação Getúlio Vargas. É empresário dos setores agropecuário e de transportes, vice-presidente da Câmara Ítalo-Brasileira de Indústria, Comércio e Artesanato de Minas Gerais e diretor licenciado da Federação das Empresas de Transporte de Carga de Minas Gerais.

Alencar da Silveira Jr., radialista, natural de Sete Lagoas, 49 anos
Reeleito, Alencar Magalhães da Silveira Júnior assume em 2011 seu quinto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1995. No biênio 2007-2008, foi 3°-secretário da ALMG. Em legislaturas anteriores, ocupou, em 1998, os cargos de terceiro secretário e presidente da CPI dos Bingos (1998); e entre 2005 e 2006, os cargos de presidente da Comissão Especial dos Aeroportos, da Frente Parlamentar pelo Direito do Transporte Público e da Comissão do Trabalho, da Previdência e da Ação Social. Iniciou sua carreira política em 1989, sendo eleito o vereador mais jovem na legislatura para a Câmara de Belo Horizonte, onde foi vice-presidente e presidente. Como vereador, foi vice-presidente da União dos Vereadores do Brasil (1990-1994) e reorganizou a União dos Vereadores de Minas Gerais. Foi repórter esportivo e político na Rádio Capital e apresentador do programa “Num Poste de Rua” por 20 anos. Foi conselheiro da Ademg (1991-1994); integra o Conselho de Administração do América Futebol Clube e é membro das Associação Mineira e Brasileira de Cronistas Esportivos e do Centro de Cronistas Políticos.

Almir Paraca (PT), bancário e professor, natural de Paracatu, 48 anos
Reeleito, Almir Paraca Cristóvão Cardoso assume em 2011 seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Foi eleito deputado estadual pela primeira vez em 1994, mas renunciou em 31/12/1996 para assumir a Prefeitura de Paracatu. Voltou a eleger-se deputado estadual em 2006, sendo reeleito em 2010. Bancário e professor, é graduado em História pela UFMG. Iniciou sua vida pública em 1992, como vereador em Paracatu. Funcionário do Banco do Brasil desde 1978, ocupou o cargo de diretor executivo de Desenvolvimento Social da Fundação Banco do Brasil. Atuou em entidades ligadas às áreas educacional, ambiental, cultural, da infância e da adolescência e de promoção do desenvolvimento sustentável, tais como Missão Criança, Fundação Conscienciarte, Cáritas Diocesana, Comitê da Bacia do Médio São Francisco, Agências de Desenvolvimento Sustentável e Integrado das Bacias dos Rios Urucuia e Paracatu, Movimento Cultural de Paracatu e Centro de Educação Transdisciplinar. As principais regiões de atuação política são a Bacia Mineira do Rio São Francisco, Noroeste, Norte e Central.

André Quintão (PT), bancário, natural de Belo Horizonte, 46 anos
Reeleito, André Quintão Silva assume em 2011 seu terceiro mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2003. É presidente da Comissão de Participação Popular, da qual também participou na legislatura anterior. No primeiro mandato, foi líder do Bloco PT/PCdoB e coordenador da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (2003-2006). As principais regiões de atuação política são Central, Jequitinhonha/Mucuri e Zona da Mata. Assistente social e sociólogo, é funcionário de carreira da Prefeitura de Belo Horizonte, no cargo de analista de políticas públicas, do qual está atualmente licenciado. Foi também funcionário efetivo da Minascaixa (1980-1987). Filiou-se ao PT no início da década de 1980. Foi chefe de gabinete e secretário municipal de Desenvolvimento Social (1994-1996) do então prefeito de Belo Horizonte, Patrus Ananias (1993-1996). Eleito para dois mandatos como vereador na Capital (1997-2000 e 2001-2003), foi líder do então prefeito Célio de Castro e do PT por três anos. Coordenou a implantação da Lei Orgânica da Assistência Social em Belo Horizonte. Representou a Câmara nos conselhos municipais de Saúde, de Juventude e da Cidade.

Anselmo José Gomes Domingos (PTC), vereador e advogado, natural de Campos Altos-MG, 50 anos
Assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. É vereador em Belo Horizonte, eleito em 2004 e 2008. É o atual secretário-geral da Câmara Municipal. Desde 2002, é presidente estadual do PTC. Começou na vida política no movimento estudantil, tornando-se também assessor do pai, o ex-vereador Doutor José Domingos, que exerceu cinco mandatos consecutivos na Câmara de Belo Horizonte. É formado em Direito.

 

Antônio Carlos Arantes (PSC), produtor rural, natural de Jacuí, 50 anos
Reeleito, Antônio Carlos Arantes assume em 2011 seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Suplente na 15ª Legislatura (2003-2007), assumiu o mandato entre fevereiro e março de 2006, ocupando vaga aberta pelo afastamento de Elbe Brandão. Em 2006 e 2010, foi eleito como efetivo. Produtor rural, é ex-presidente da Associação de Produtores Rurais do Mato Dentro e Jacuí. Foi prefeito de Jacuí, cidade que governou por três mandatos (1989-1992, 1997-2000 e 2001-2002). É presidente da Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial da ALMG, desde 23/2/2010. Suas principais regiões de atuação política são Sul de Minas e Sudeste. Foi assessor do deputado federal e ex-ministro Carlos Melles (1994-1996); diretor-geral da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso (2003-2004); e assessor do governador Aécio Neves (2005-2006). Além disso, presidiu o Consórcio Intermunicipal de Preservação das Bacias dos Rios São João e Santana e a Agência de Desenvolvimento Sustentável do Sudoeste Mineiro (Adebras); foi ainda coordenador do Programa de Renovação da Cafeicultura Regional em 17 municípios e conselheiro administrativo da Cooparaíso.

Antônio Genaro (PSC), pastor evangélico, natural de Guaimbé-SP, 67 anos
Reeleito, Antônio Genaro Oliveira assume em 2011 seu sétimo mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou como deputado constituinte, em 1987. Foi presidente da Comissão de Meio Ambiente (1987-1988) e vice-presidente da Comissão de Defesa do Consumidor (1989-1990). Pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular, ingressou na política ao eleger-se vereador em Belo Horizonte (1983-1986). Na Câmara Municipal, foi presidente da Comissão de Meio Ambiente. Sua principal região de atuação política é a Central.

Antônio Júlio (PMDB), advogado, natural de Pará de Minas, 60 anos
Reeleito, Antônio Júlio de Faria assume em 2011 seu sexto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1991. Foi presidente da ALMG no biênio 2001-2002; líder da bancada do PMDB (1998) e presidente das comissões de Constituição e Justiça (1993-1994) e de Ética (2006). Secretário-geral do PMDB de Minas, é membro do diretório nacional do partido e coordenador da Comissão Extraordinária de Integração ao Parlamento do Mercosul. Suas principais regiões de atuação política são Centro-Oeste e Sul. Fundou o diretório do PMDB de Pará de Minas em 1980 e foi prefeito da cidade dois anos depois. Fundou e presidiu a Associação dos Municípios do Médio Centro-Oeste (Ameco). É bacharel em Direito pela Universidade de Itaúna. 

Antônio Lerin (PSB), vereador, natural de Uberaba-MG, 42 anos
Assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Está em seu terceiro mandato de vereador em Uberaba (Triângulo Mineiro) e é o atual 2º-secretário da Câmara Municipal. É comerciante e presidente de honra da escola de Samba “Bambas do Fabrício”, além de diretor da Associação de Supermercadistas de Uberaba. No início de sua vida profissional, foi vendedor de picolé, engraxate e guarda-mirim.

 



Arlen de Paulo Santiago Filho (PTB), médico, natural de Montes Claros, 56 anos
Reeleito, Arlen de Paula Santiago Filho assume em 2011 seu quarto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1999. No Parlamento mineiro, foi vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos (2009). Sua principal região de atuação política é o Norte de Minas. Médico e advogado, foi vice-prefeito de Montes Claros (1996-1999). Presidiu a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams) em dois mandatos: 1993-1994 e 1995-1996. Foi prefeito do município de Coração de Jesus (1993-1995), no Norte de Minas; tesoureiro da Executiva Estadual do PTB (1999) e presidente do Colegiado dos Secretários Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems), em 1996 e 1997. 

Bonifácio Mourão (PSDB), advogado, natural de Sabinópolis-MG, 70 anos
José Bonifácio Mourão assume em 2011 o quinto mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Ele foi prefeito de Governador Valadares (Rio Doce) por duas vezes. Elegeu-se deputado estadual constituinte pelo PMDB (1987-1991), tendo sido relator da Constituição Estadual de 1989. Eleito deputado estadual outras três vezes (1990, 1994 e 2002), renunciou em dezembro de 1996 e em janeiro de 2005 para tomar posse como prefeito de Governador Valadares nas gestões 1997-2000 e 2005-2008. Sua última função na área pública foi a de subsecretário de Estado de Obras Públicas nas gestões dos governadores Aécio Neves e Antonio Anastasia (2009-2010). É formado em Direito pela UFMG (1967), onde também concluiu doutorado. Advogou até 1982, quando iniciou carreira política como vice-prefeito de Governador Valadares.

Bosco (PT do B), produtor agropecuário e bacharel em Direito, natural de Araxá-MG, 44 anos
Assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. É produtor agropecuário e bacharel em Direito. Exerceu quatro mandatos consecutivos como vereador na Câmara Municipal de Araxá (1992-2008). Em 1998, foi presidente da Câmara de Araxá. Foi candidato a prefeito municipal de Araxá nas eleições de 2008.

 

 

Braulio Braz (PTB), empresário, natural de Muriaé, 62 anos
Reeleito, Braulio José Tanuz Braz assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2007. É presidente da Comissão de Redação da ALMG, desde 17/2/2009, e foi vice-presidente da Comissão de Turismo, Indústria, Comércio e Cooperativismo no período de 15/2/2007 a 20/12/2008. Administrador de empresas, é diretor-superintendente e proprietário do Grupo Líder, que reúne concessionárias de veículos, uma administradora de consórcios, uma corretora de seguros, empresas de transporte e de produção de implementos rodoviários. O grupo atua em Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo. Iniciou suas atividades profissionais em 1963 e assumiu seu primeiro cargo de direção em 1967, aos 18 anos, à frente da Líder Comércio e Indústria Ltda., concessionária Chevrolet de Muriaé, cidade onde fica a sede do Grupo Líder. A principal região de atuação política é a Zona da Mata. 

Bruno Siqueira (PMDB), engenheiro e vereador, natural de Juiz de Fora-MG, 36 anos
Bruno de Freitas Siqueira assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Bruno Siqueira está em seu terceiro mandato consecutivo na Câmara Municipal de Juiz de Fora (Zona da Mata). Foi eleito pela primeira vez em 2000. Em 2008, obteve 6.483 votos, maior votação da história da cidade. Foi também presidente da Câmara. Formou-se em Engenharia Civil na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Na Fundação Dom Cabral, em Belo Horizonte, cursou pós-graduação em Engenharia Econômica e participou do Conselho Estadual da Juventude. É filho de Marcello Siqueira, ex-deputado federal (2003-2007) e ex-presidente da Copasa.

Carlin Moura (PCdoB), advogado, natural de Virgolândia, 42 anos
Reeleito, Carlos Magno de Moura Soares assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2007. Em 2004, elegeu-se vereador em Contagem (Região Metropolitana de Belo Horizonte). Advogado e jornalista, iniciou sua vida política no movimento estudantil, tornando-se vice-presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), cargo que exerceu entre 1991 e 1993. Foi ainda diretor do DCE da Universidade Federal de Minas Gerais e do Centro Acadêmico Afonso Pena, da Faculdade de Direito da UFMG. Também teve atuação marcante na União da Juventude Socialista (UJS). Atuou como advogado do Sindicato dos Metalúgicos de Betim e do Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro) de Minas Gerais. Também tem forte atuação nos movimentos de base da Igreja Católica. As principais regiões de atuação política são Central e Rio Doce.

Carlos Henrique (PRB), vereador e pastor evangélico, natural do Rio de Janeiro-RJ, 40 anos
Carlos Henrique Alves da Silva assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. É vereador em Belo Horizonte pelo terceiro mandato consecutivo, eleito em 2000, 2004 e 2008. É pastor da Igreja Universal do Reino de Deus e atua como missionário há duas décadas. Além do Brasil, trabalhou em Portugal e na África, como religioso. Ocupou a 1º Secretaria e a Corregedoria da Câmara e é seu atual vice-presidente da Comissão de Legislação e Justiça. É estudante de Negócios Internacionais.

Carlos Mosconi (PSDB), médico, natural de São Paulo (SP), 66 anos
Reeleito, Carlos Eduardo Venturelli Mosconi assume em 2011 seu segundo mandato como deputado estadual. Em sua primeira legislatura (2007-2011), é presidente da Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, desde 15/2/2007. Foi deputado federal por quatro mandatos (1983-1987, 1987-1991, 1995-1999 e 1999-2003). É médico formado pela UnB, especialista em Urologia, com residência no Hospital das Clínicas da USP. Em 1985, foi secretário de Saúde do Distrito Federal. Em 1986, foi relator da Saúde na Constituinte Federal. Foi secretário nacional de Assistência à Saúde (1992-1994), presidente do extinto Inamps (1992-1993), secretário de Assuntos Municipais de Minas Gerais (1997-1998), vice-presidente da Comissão de Saúde do Parlamento Latino-Americano (1995-2002), presidente da Fhemig (2003) e assessor especial do governador Aécio Neves (2004). Foi presidente do PSDB-MG em dois períodos: 1988-1991 e 1998-2000. A principal região de atuação política é o Sul de Minas.

Carlos Pimenta (PDT), médico, natural de Belo Horizonte, 56 anos
Reeleito, Carlos Welth Pimentade Figueiredo assume em 2011 seu quinto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, que integra desde 1995. Foi presidente da Comissão de Saúde e, atualmente na 16ª Legislatura, ocupa desde 17/2/2009, o cargo de vice-presidente da Comissão de Saúde. Também na 16ª Legislatura, foi vice-presidente da Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte no período, 14/2/2007 a 20/12/2008. Médico formado pela Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), especializou-se em Cirurgia Geral e Acupuntura. Ex-secretário municipal de Governo da Prefeitura de Montes Claros (1991); foi vereador por três mandatos (1977 a 1992) na cidade e presidente da Câmara Municipal (1989-1990). As principais regiões de atuação política são o Norte de Minas e os Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Cássio Soares (PRTB), economista, natural de Passos-MG, 29 anos
Cássio Antônio Ferreira Soares assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Economista formado pelo Centro Universitário Unifacef de Franca (SP), concluiu também o Programa de Desenvolvimento de Gestores Públicos da Fundação Dom Cabral (2008). Entre 2007 e 2010, integrou o Governo Aécio Neves como subsecretário de Estado da Defesa Social, na área de Inovação e Logística, e chefe de gabinete da mesma secretaria. Antes disso, na área política, foi assessor parlamentar na Câmara Municipal de Passos (Sudoeste de Minas) e presidente do PFL Jovem. Desde a adolescência, participou de grupos de jovens e outros movimentos sociais.

Celinho do Sinttrocel (PcdoB), auxiliar de escritório e dirigente sindical, natural de Timóteo-MG, 50 anos
José Célio de Alvarenga assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. É presidente licenciado do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Coronel Fabriciano (Sinttrocel), secretário-geral da Federação dos Trabalhadores em Transportes de Minas Gerais (Fettrominas), diretor da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Terrestres (CNTTT) e da Nova Central Sindical dos Trabalhadores, e diretor social da Associação Gestora de Benefícios Sociais dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Astromig). Candidatou-se pela primeira vez a uma vaga na Assembleia Legislativa em 2006, pelo PDT. Em 2008, foi candidato a prefeito de Coronel Fabriciano (Rio Doce).

Célio Moreira (PSDB), metalúrgico, natural de Belo Horizonte, 54 anos
Reeleito, Célio de Cássio Moreira assume em 2011 seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Durante o seu primeiro mandato na Assembléia (2003-2007), foi presidente, entre outras, da Comissão do Trabalho, da Previdência e da Ação Social; da Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas; e da Comissão Especial da Expansão do Metrô. Eleito em 2006 para o segundo mandato como deputado estadual, foi presidente da Comissão Especial para o Estudo da Atenção à Pessoa com Transtorno Mental, Deficiência Mental ou Autismo. É vice-líder do Bloco Social Democrata. Metalúrgico, é líder da Renovação Carismática Católica e membro da Sociedade São Vicente de Paula. Eleito vereador para dois mandatos na Capital mineira (1997-2000 e 2001-2002), foi presidente da Comissão de Administração Pública e vice-presidente das Comissões de Direitos Humanos e de Orçamento e Finanças da Câmara Municipal de Belo Horizonte. A principal região de atuação política é a Central.

Dalmo Ribeiro (PSDB), professor, natural de Ouro Fino, 61 anos
Reeleito, Dalmo Roberto Ribeiro Silva assume em 2011 seu quarto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, desde 1999. Formado em Pedagogia e Direito, é advogado atuante no Sul de Minas por mais de 32 anos. Foi vice-prefeito de Ouro Fino (1976-1982); presidente da 39ª Subseção da OAB/MG de Ouro Fino (1989-1994); e professor da Faculdade de Direito da Universidade de São Francisco, em Bragança Paulista (SP). A principal região de atuação política é o Sul de Minas. Na ALMG, preside a Comissão de Constituição e Justiça desde 15/2/2007. Já foi presidente da Comissão do Trabalho, da Previdência e da Ação Social e o primeiro presidente da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar. Também foi relator da Comissão Especial da Cafeicultura, da Comissão Especial das Estâncias Hidrominerais e do Projeto de Lei Complementar da Organização Judiciária. Também foi presidente da Comissão Especial sobre a Arbitragem e vice-presidente da Comissão Especial sobre o Pré-Sal. 

Deiró Marra (PR), empresário e advogado, natural de Patrocínio, 45 anos
Reeleito, Deiró Moreira Marra assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Na 16ª Legislatura (2007-2011), foi presidente da Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia e Informática de 15/2/2007 a 20/12/2008 e, desde 19/2/2009, é vice-presidente da comissão. Advogado e contador, é empresário do setor de transportes e produtor rural. Presidiu o Conselho Comunitário de Segurança Preventiva de Patrocínio, a Cooperativa Agropecuária (Coopa) e o Conselho Municipal do Bem-Estar do Menor, no mesmo município. Membro do Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia, participou da Conferência Nacional da Educação Básica, de 14 a 18 de Abril de 2008. As principais regiões de atuação política são Alto Paranaíba, Noroeste de Minas, Norte e Sul de Minas.

Délio Malheiros (PV), funcionário público, natural de Itamarandiba, 49 anos
Reeleito, Délio de Jesus Malheiros assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Foi presidente da Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte, de 14/2/2007 a 20/12/2008, e atualmente é vice-presidente da comissão (desde 17/2/2009). Também ocupa o cargo de presidente da Comissão de Administração Pública, desde 18/2/2009. Advogado formado pela Faculdade Milton Campos em 1989, é servidor concursado licenciado da ALMG, onde exerceu a função de consultor desde 1990 e defendeu a criação do Procon da Assembléia. Conquistou seu primeiro mandato eletivo em 2004, quando elegeu-se vereador em Belo Horizonte. Na Câmara Municipal, foi presidente da Comissão de Defesa do Consumidor (2005-2006). Atuou prioritariamente na área de defesa do consumidor, trabalhando como advogado para o Movimento das Donas de Casa. Hoje representa a Associação Brasileira de Consumidores. Na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), foi secretário-geral da seção Minas Gerais, conselheiro por dois mandatos e presidente da Comissão de Defesa do Consumidor (1997-1999). As principais regiões de atuação política são Central e Jequitinhonha/Mucuri. 

Dilzon Melo (PTB), empresário, natural de Capitólio, 66 anos
Reeleito, Dilzon Luiz de Melo assume em 2011 seu sexto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, desde a 12ª Legislatura (1991-1995). Já foi 3º-secretário da Mesa (1991-1992), presidente da Comissão de Assuntos Municipais (1995-1996), 4º-secretário da Mesa (1997-1998), 1º-secretário da Mesa (1999-2000), presidente da Comissão de Transportes e Obras Públicas (2002), 3º-vice-presidente (2003-2005), líder do bloco do governo (2005-2006) e vice-presidente da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar (2006). Deixou a Assembleia para assumir o cargo de secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, de janeiro de 2007 a janeiro de 2010, no Governo Aécio Neves. É empresário rural em Varginha, já foi farmacêutico e empresário da construção civil. Foi prefeito da cidade de 1983 a 1988. Estudou Administração Pública em Miami (EUA). Foi secretário-geral do PTB (1994). A principal região de atuação política é o Sul de Minas.

Dinis Pinheiro (PSDB), empresário e advogado, natural de Belo Horizonte, 43 anos
Reeleito,Dinis Antônio Pinheiro assume em 2011 seu quinto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Desde 2007, ocupa o cargo de 1º-secretário da Mesa. Foi eleito para seu primeiro mandato em 1994, aos 26 anos. Durante a 15ª Legislatura, foi vice-líder do governo (2003-2006). Na eleição de 2006, foi o candidato a deputado estadual mais votado da 16ª Legislatura, com 132.259 votos. As principais regiões de atuação política são Central e Jequitinhonha/Mucuri. Empresário e bacharel em Direito, foi tabelião do 2º Serviço Notarial em Ibirité e chefe de gabinete da Prefeitura do município (1989-1990). É autor de propostas que originaram as leis de emancipação das cidades de São Joaquim de Bicas, Sarzedo e Mário Campos (1995). Também é de sua autoria o Projeto de Lei 23/03, que trata do ICMS Solidário.

Doutor Viana (DEM), médico, natural de Água Branca, 61 anos
Reeleito, José Alves Viana assume em 2011 seu quarto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, desde 1999. Na 16ª Legislatura, ocupa o cargo de 1º-vice-presidente da ALMG desde 2007. Foi presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Sistema Financeiro (2001) e das Comissões de Política Agropecuária e Agroindustrial (2003-2004) e de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia (2005-2006). É também membro efetivo do Conselho Estadual de Política Agrícola de Minas Gerais. É médico pediatra e anestesiologista, atuou em Belo Horizonte, Nova Lima e Curvelo. Neste último município (Região Central), foi vereador (1983-1988); vice-presidente da Câmara Municipal (1983-1985) e prefeito (1989-1992). Presidiu da Associação dos Municípios do Médio Rio das Velhas (Amev/1991). Foi professor de Biologia do Colégio Imaculada Conceição de Montes Claros (1973-1974) e é membro do Movimento Familiar Cristão e Lions Clube (LC-4). As principais regiões de atuação política são Central e Jequitinhonha/Mucuri.

Doutor Wilson Batista (PSL), médico, natural de São João del Rei-MG, 41 anos
Wilson Roberto Batista assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. É médico-cirurgião da Fundação Cristiano Varella e Diretor Cientifico da Sociedade Médica de Muriaé. Coordena o Departamento de Cirurgia Oncológica do Hospital do Câncer de Muriaé, vinculado à Fundação Cristiano Varella. É especializado em cirurgia oncológica e mastologia, atuando principalmente nos seguintes temas: câncer de mama, reconstrução mamaria, câncer do aparelho digestivo, cirurgia oncológica e neoplasias cutâneas. É doutorando em Medicina Interna e Terapêutica pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Duarte Bechir (PMN), funcionário público, naatural de Cristais, 53 anos
Reeleito, Nacib Duarte Bechir assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Nas eleições de 2006, concorreu pelo PMN e conquistou 21.341 votos, tornando-se o primeiro suplente do partido. Assumiu o mandato em 16/6/2009. É técnico em pesquisas e funcionário do IBGE desde março de 1980, atualmente lotado na agência de Campo Belo. Cursou Direito na Faculdade de Varginha, onde bacharelou-se em 1990. Foi vereador em Campo Belo no período de 1993 a 1996, tendo assumido a Presidência da Câmara Municipal no biênio 1993-1994. Exerceu mandato de prefeito de Campo Belo entre 2001 e 2004, ocupando também as presidências do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto Rio Grande (Cismarg) e da secretaria da Associação dos Municípios do Lago de Furnas (Alago), entre 2001 e 2002. Já em 2004, presidiu a Associação de Municípios do Alto Rio Grande (Amalg). Entre fevereiro e junho de 2008, foi diretor Financeiro e Administrativo da Casemg (Companhia de Armazéns e Silos de Minas Gerais).

Duílio de Castro (PMN), vereador e comerciante, natural de Papagaios-MG, 47 anos
Assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Teve 19.699 votos como candidato a deputado estadual, em 2006. Exerce o terceiro mandato como vereador da Câmara Municipal de Sete Lagoas, da qual é o atual presidente. É comerciante e sua atuação política é voltada para área social. Autor do anteprojeto de lei que criou o transporte alternativo na cidade, mereceu destaque de atuação do Instituto de Estudo e Pesquisa de Administração Pública (IEPAP). É formado em Eletrônica e Eletrotécnica e atualmente cursa o 8º período de Administração.

 

Durval Ângelo (PT), professor, natural de Baixo Guandu-ES, 52 anos
Reeleito, Durval Ângelo Andrade assume em 2011 seu quinto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1995. Foi vereador em Contagem (1989-1994). É professor universitário de Filosofia e membro do Movimento de Boa Nova (Mobon) e da assessoria de Comunidades Eclesiais de Base (CEBs). Foi presidente do PT em Contagem. É professor nas redes pública e privada, dirigente sindical da Associação dos Professores de Contagem (1989-1990) e ex-diretor do Sind-UTE. Foi 2º-vice-presidente da ALMG (1999-2000). A partir do terceiro mandato, ocupou a presidência da Comissão de Direitos Humanos, cargo que exerce ainda hoje. É membro da rede de assessores do Centro Nacional de Fé e Política Dom Helder Câmara (CEFEP), sediado em Brasília. As principais regiões de atuação política são Leste, Região Metropolitana de Belo Horizonte e Vale do Aço.

Elismar Prado (PT), deputado federal, sociólogo e músico, natural de Uberlândia-MG, 38 anos
Elismar Fernandes Prado assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Deputado federal em seu primeiro mandato (2007-2011), foi vice-líder do PT na Câmara de Deputados. Iniciou sua carreira política no movimento estudantil de Uberlândia (Triângulo Mineiro). Foi diretor do Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal de Uberlândia (1998), onde se formou como sociólogo e músico. Também integrou a direção da União Nacional dos Estudantes (2003). Em 2004, foi o vereador mais votado de Uberlândia, tornando-se presidente da Comissão de Educação na Câmara Municipal. Antes disso, em 2001, coordenou o Orçamento Participativo Jovem, implantado pela Secretaria Municipal do Orçamento Participativo de Uberlândia. Desde 2002, é membro do Diretório Municipal do PT, tendo sido eleito para a Executiva Municipal do partido em 2005. É irmão do deputado estadual Weliton Prado (PT), integrante da 16ª Legislatura (2007-2011).

Fabiano Tolentino (PRTB), vereador, natural de Belo Horizonte-MG, 36 anos
Assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. É bacharel em Direito. Atualmente exerce o seu primeiro mandato como vereador em Divinópolis (Centro-Oeste). Desde 2009, ele foi autor de 288 proposições na Câmara Municipal, entre projetos de lei e de resolução, e foi relator de 154 proposições. 

 
 

Fábio Cherem (PSL), empresário, natural de Lavras-MG, 42 anos
Assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. É formado em Engenharia Civil na UFMG. É fundador e proprietário da Construtora Cherem Ltda., que atua em diversos estados, sobretudo em Minas Gerais. Candidatou-se a prefeito de Lavras (Sul de Minas) em 2008. Obteve quase 17 mil votos, mas não foi eleito.

 

Fred Costa (PHS), vereador, natural de Belo Horizonte-MG, 33 anos
Assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. É vereador em Belo Horizonte, pela segunda vez. Foi eleito pela primeira vez em 2004, aos 26 anos, obtendo 4.244 votos. Em 2008, foi reeleito com 12.183 votos. Foi presidente das comissões de Legislação e Justiça e de Saúde e Saneamento da Câmara Municipal. Fred Costa é católico e, mesmo vindo de uma família sem tradição política, atua desde muito jovem em movimentos sociais e na área pública. Esteve à frente da presidência da Associação de Moradores do Bairro Santa Lúcia durante sete anos. Foi membro do 1º Conselho Municipal da Juventude do Diretório Acadêmico de Direito do UNI- BH e colaborador da OAB Jovem.

Gil Pereira (PP), administrador, natural de Montes Claros, 49 anos
Reeleito, Gilberto Wagner Martins Pereira Antunes assume em 2011 seu quinto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1995. Na 16ª Legislatura, foi coordenador da Comissão Interestadual Parlamentar de Estudos (Cipe) da Mineração. Em legislaturas anteriores, foi 2º-secretário da Mesa Diretora da ALMG (1999-2000); líder da Minoria e presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia (1995-1996); e presidente da Comissão de Turismo, Indústria e Comércio e Assuntos do Mercosul (1997-1998). Em seu segundo mandato, foi vice-líder do Governo Itamar Franco (2001-2002); representante da ALMG no Conselho de Industrialização (Coind), entre 1999 e 2002; e vice-presidente da Comissão de Turismo. Na 15ª Legislatura, foi presidente das comissões de Transporte, Comunicação e Obras Públicas (2003-2004); de Política Agropecuária (2005); e de Cultura (2005-2006). Foi ainda coordenador da CIPE São Francisco e líder da Bancada do PP na ALMG (2003-2007). Gil Pereira é formado em Administração, com habilitação em Comércio Exterior, pela Faculdade de Ciências Gerenciais Una. Iniciou a vida pública como vereador em Montes Claros em 1988, quando presidiu a comissão que elaborou a Lei Orgânica do município (1989-1990). Foi secretário municipal de Governo e presidente da Câmara Municipal. Suas principais regiões de atuação política são Norte e Jequitinhonha/Mucuri.

Gilberto Abramo (PRB), pastor, natural de Porto Ferreira-SP, 44 anos
Reeleito, Gilberto Aparecido Abramo assume em 2011 seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2003. Foi vice-presidente da Comissão de Constituição e Justiça da ALMG entre 15/2/2007 e 20/12/2008. Eleito pelo PMDB, já liderou a bancada do partido na Assembleia, antes de filiar-se ao PRB. Sua principal região de atuação política é a Central. É bispo da Igreja Universal do Reino de Deus. Formado em Teologia, com doutorado em Ciências da Religião e Divindade pela Faculdade de Educação e Teologia do Estado de São Paulo. Foi radialista e apresentador de televisão.

Gustavo Corrêa (DEM), advogado, natural de São Paulo-SP, 35 anos
Reeleito, Gustavo de Faria Dias Corrêa assume em 2011 seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Ingressou na ALMG em 4/1/2005, como suplente, substituindo a deputada Elbe Brandão, sendo efetivado após a renúncia de Antônio Carlos Andrada, que foi eleito conselheiro do Tribunal de Contas de Minas Gerais. Em 2006, foi eleito como efetivo para a legislatura seguinte. Afastou-se, no entanto, em 14/6/2007 para assumir o cargo de Secretário de Estado de Esportes e Juventude, na gestão de Aécio Neves. Retornou à Assembleia em 27/1/2010. É bacharel em Direito. Foi assessor especial do governador Aécio Neves (2003-2004). Foi ainda vice-líder da bancada do PFL na Assembleia. Suas principais regiões de atuação política são Jequitinhonha/Mucuri, Rio Doce, Sul e Central.

Gustavo Perrella (PDT), empresário, natural de Belo Horizonte, 27 anos
Gustavo Henrique Perrella Amaral Costa assume, em 2011, seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Formado em Administração de Empresas, Gustavo Perrella é empresário dos setores de transporte e agropecuária e vice-presidente do Cruzeiro Esporte Clube. Como superintendente de gestão estratégica do clube esportivo criou a Confraria Celeste, que possui mais de 50 mil membros em Minas Gerais e que desenvolve eventos e projetos esportivos de grande alcance social. Seu pai, Zezé Perrella, é presidente do Cruzeiro e deputado estadual na 16ª legislatura (2007-2011), além de ter sido deputado federal entre 1999 e 2003.

Gustavo Valadares (DEM), publicitário, natural de Belo Horizonte, 33 anos
Reeleito, Gustavo da Cunha Pereira Valadares assume em 2011 seu terceiro mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2003. Na 16ª Legislatura, preside a Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas, desde 2007. É também vice-presidente da Comissão de Minas e Energia, desde fevereiro de 2009. Foi vice-presidente da Comissão Especial dos Aeroportos entre setembro e novembro de 2008. Em 2002, foi o mais jovem deputado estadual eleito. Suas principais regiões de atuação política são Central, Rio Doce, Centro-Oeste e Jequitinhonha/Mucuri. Bacharel em Direito pela PUC Minas, é empresário no ramo de publicidade.

Hélio Gomes (PSL), empresário, natural de Muriaé, 58 anos
Hélio Gomes Alves assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Proprietário do Grupo Hélio Gomes, sediado em Governador Valadares (Rio Doce). O grupo é formado por uma rede de postos de combustíveis que funciona desde 1984 e tem unidades nas regiões do Rio Doce e Norte, em Minas Gerais, e na Bahia. Além disso, as empresas atuam na administração de cartões e convênios, medicina do trabalho, utilidades domésticas, móveis e transporte, em negócios espalhados por mais de dez estados. Hélio Gomes nasceu em Muriaé, mas mudou-se para Valadares durante a adolescência. No município, trabalhou nos ramos farmacêutico e bancário, antes de estabelecer-se como empresário.


Hely Tarqüínio (PV), médico, natural de Uberaba, 70 anos
Reeleito, Hely Tarquínio assume em 2011 seu quinto mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1991. Desde então, integrou todas as legislaturas, com exceção do período entre 2003 e 2007. É o atual 2º-secretário da Mesa Diretora da Assembleia. Em outras legislaturas, foi vice-líder do PRN (1991-1992), líder do PP (1993-1994) e do PSDB na Assembléia (1999-2000). Além disso, foi Corregedor da Assembléia (2001-2002), presidente da Comissão Especial do Cardiominas (1995), da Comissão de Constituição e Justiça (1998-1999) e da CPI da Saúde (2000-2001). Também foi coordenador da reunião regional do Seminário Legislativo “Águas de Minas II”, em Patos de Minas (2002). Sua principal região de atuação política é o Alto Paranaíba. É médico-cirurgião formado pela Faculdade Federal do Triângulo Mineiro (1966). Foi cirurgião-geral dos hospitais Vera Cruz e Imaculada Conceição, diretor e cirurgião do Hospital Regional Antônio Dias (Fhemig/Patos de Minas) e supervisor do Inamps de Patos. Exerceu, ainda, o cargo de secretário adjunto de Estado de Saúde na primeira gestão de Aécio Neves (2003-2006). 

Inácio Franco (PV), empresário, natural de Itaberay-GO, 57 anos
Reeleito, Inácio Franco assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2007. É líder do Bloco Parlamentar Social, que inclui PV, PSB, PPS e PSC. Suas principais regiões de atuação política são Central e Centro-Oeste. Inácio Franco é formado em Direito. É empresário da construção pesada e produtor rural, tendo sido diretor da Cooperativa de Leite e presidente do Sindicato Rural de Pará de Minas. Atualmente, é membro do Sindicato da Indústria da Construção Pesada de Minas Gerais (Sicepot). Foi eleito prefeito de Pará de Minas em 2000, e reeleito em 2004. Em 2006, foi eleito deputado estadual com a maior votação da história de Pará de Minas. 

Ivair Nogueira (PMDB), advogado e empresário, natural de Betim, 59 anos
Reeleito, Ivair Nogueira do Pinho assume em 2011 seu quinto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1995. Na 16ª Legislatura (2007-2011), é vice-presidente da Comissão de Administração Pública desde fevereiro de 2009, tendo exercido a mesma função na Comissão Especial sobre a Arbitragem (2009-2010). No final da 13ª Legislatura e no início da 14ª, o deputado afastou-se da Assembleia para ocupar a Secretaria de Estado de Esportes (janeiro de 1999 a março de 2000), na gestão do governador Itamar Franco. É engenheiro civil, advogado e empresário. Assumiu o primeiro cargo público em 1984, na Secretaria de Obras de Betim. Foi vice-prefeito (1989-1990) e prefeito (1991-1992) do município. Suas principais regiões de atuação política são Central e Sul.

Jayro Lessa (DEM), empresário, natural de Governador Valadares, 64 anos
Reeleito, Jayro Luiz Lessa assume em 2011 seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2003. Presidiu a Comissão Especial dos Convênios com a União (2003) e foi vice-presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (2003-2007). Na 16ª Legislatura (2007-2011), ocupa o cargo de vice-presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária, desde 2007, e é vice-líder do DEM na ALMG. Também foi vice-presidente da Comissão Especial das Serras da Calçada e da Moeda, de 8/10/2008 a 2/4/2009. Empresário, preside o Grupo VDL desde 1970. O grupo é formado por empresas revendedoras de peças e veículos, inclusive caminhões e ônibus, indústrias têxteis, siderúrgica e fundição, postos de gasolina, transportadora de carga e transporte urbano de passageiros, com atuação em várias cidades dos estados de Minas Gerais, Goiás e Espírito Santo. As principais regiões de atuação política são Rio Doce e Central.

João Leite (PSDB), ex-atleta e historiador, natural de Belo Horizonte, 55 anos
Reeleito, João Leite da Silva Neto assume em 2011 seu quinto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1995. Foi presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia (1996/2000) e das CPIs do Sistema Carcerário e das Carteiras de Habilitação. É autor, entre outros, do projeto de lei do Incentivo ao Esporte, transformado em norma jurídica. Na 15ª Legislatura, esteve afastado do cargo de deputado estadual no período de 5/2/2003 a 1º/6/2004 para ocupar o cargo de secretário de Estado de Desenvolvimento Social e Esportes. Na 16ª Legislatura, é presidente da Comissão de Segurança Pública, desde 17/2/2009, e foi presidente da Comissão Especial da Execução das Penas no Estado (março a setembro de 2009). Ex-atleta profissional de futebol, é formado em Historia. Atuou no Atlético, América e Seleção Brasileira de Futebol e é um dos fundadores do movimento “Atletas de Cristo”. Foi vereador em Belo Horizonte (1993-1994); secretário municipal de Esportes (1993-1994) e idealizador dos projetos “Campos de Luz” e “Casas Lares”. A principal região de atuação política é a Central.

João Vítor Xavier da Itatiaia (PRP), vereador e radialista, natural de Belo Horizonte-MG, 28 anos
João Vítor Xavier Faustino assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. É vereador em Belo Horizonte, eleito em 2008 para seu primeiro mandato. Na Cãmara, é presidente da Frente Parlamentar do Idoso e, desde março de 2010, vice-líder do Governo. Formado no Centro Universitário de Belo Horizonte (Uni-BH), o jornalista João Vítor Xavier integra a equipe de esportes da Rádio Itatiaia desde 2000. Começou como repórter e há sete anos apresenta o Programa Bastidores. Em 2004, participou da cobertura das Olimpíadas na Grécia; em 2006 da Copa do Mundo de Futebol na Alemanha; em 2007, dos Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro e, em 2009, da Copa das Confederações na África do Sul.

José Henrique (PMDB), produtor rural, natual de Abre Campo, 54 anos
Reeleito, José Henrique Lisboa Rosa assume em 2011 seu quinto mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1995. Na 16ª Legislatura, ocupa o cargo de 2°-vice-presidente da ALMG, desde 2007. Foi presidente da Comissão Interestadual Parlamentar de Estudos para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia do Rio Doce (Cipe Rio Doce); e ex-presidente das comissões de Assuntos Municipais e de Defesa Social da Assembléia Legislativa de Minas Gerais (1995-1998). Atuou por duas vezes como vice-presidente da comissão de Educação, Ciência e Tecnologia (1997-1998 e 2001-2002), foi vice-líder do PMDB (1999); coordenador da área de crédito da Frente Parlamentar do Cooperativismo Estadual (1999); e vice-líder do Bloco Parlamentar Democrático Progressista (2001-2002). As principais regiões de atuação política são Rio Doce e Zona da Mata. É formado em Estudos sociais e atua como produtor rural. É conselheiro do Fundo de Previdência do Estado (Funpemg) e do Conselho Estadual de Previdência (Ceprev), como representante da Assembléia. 

Lafayette Andrada (PSDB), advogado, natural de Belo Horizonte, 44 anos
Reeleito, Lafayette Luiz Doorgal de Andrada assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2007. Lafayette de Andrada é bacharel em Direto pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e doutorando em Direito pela Universidad Nacional de Lomas de Zamora (Argentina). Estudou Agronomia na Universidade Federal de Lavras (UFLA). É professor de Ciência Política e técnico do Ibama. Foi vereador em Lavras (1992-1996), sendo líder de governo (1993-1994) e 1º-secretário da Mesa Diretora (1995-1996) da Câmara do município. Foi secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de Barbacena (1997-1998) e vereador em Juiz de Fora (2001-2004), onde foi presidente da Comissão de Orçamento e Fiscalização Financeira e líder da oposição. Ex-superintendente de Assuntos Municipais do governo Aécio Neves (2005-2006). Atualmente, é secretário-geral do PSDB em Minas Gerais e delegado do partido à Convenção Nacional. Principais regiões de atuação política: Zona da Mata, Campo das Vertentes e Central. 

Leonardo Moreira (PSDB), empresário e produtor rural, natural de Juiz de Fora, 36 anos
Reeleito, Leonardo Fernandes Moreira assume em 2011 seu terceiro mandato consecutivona Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2003. No primeiro mandato, foi designado ouvidor adjunto (2003-2004) e ocupou a vice-liderança do governo. Foi vice-presidente da Comissão de Segurança Pública (2005-2007) e duas vezes líder do PL no Legislativo mineiro. Suas principais regiões de atuação política são Norte, Zona da Mata e Sul de Minas. Leonardo Moreira é empresário e produtor rural. É filho do deputado federal Edmar Moreira.
 

Liza Prado (PSB), vereadora, natural de Uberlândia-MG, 47 anos
Liza Fernandes Prado assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Liza Prado é vereadora em Uberlândia (Triângulo Mineiro), em seu quarto mandato. Foi eleita pela primeira vez em 1992, sendo reeleita quatro anos depois. Em duas outras ocasiões, obteve a maior votação para o cargo: 12 mil votos em 2000 e mais de 9 mil em 2008. É graduada em Direito, com especialização em Direito Público e Direitos Difusos e Coletivos. Coordenou a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Uberlândia por quase quatro anos, implementando o projeto “Educação para o Consumo”, para que todas as pessoas pudessem ter acesso aos serviços do órgão. Atualmente, a vereadora dedica-se também à reativação da Associação de Defesa do Consumidor de Uberlândia (Adec) e à criação da Associação das Donas de Casa. É irmã do deputado estadual Weliton Prado (PT), que integra a 16ª Legislatura (2007-2011).

Luiz Henrique (PSDB), servidor público municipal, natural de Diamantina-MG, 50 anos
Formado na Faculdade Federal de Odontologia de Diamantina, em 1982, especializou-se em Saúde Pública, Sociologia e Periodontia e concluiu mestrado em Inteligência Competitiva pela Universidade de Marselha/Toulon (França), em 2002. No Governo Aécio Neves, foi assessor do da Secretaria Extraordinária para o Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri, São Mateus e Norte de Minas (Sedvan) e do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene). Nessa função, coordenou programas como o “Sorriso no Campo”, de assistência odontológica, e “Leite pela Vida”, de distribuição gratuita de leite, vinculado ao programa Fome Zero. É casado com a deputada estadual Elbe Brandão, que integra a 16ª Legislatura (2007-2011) e secretária de Estado nos governos de Aécio Neves e Antonio Anastasia.

Luiz Humberto Carneiro (PSDB), empresário e produtor rural, natural de Uberlândia, 57 anos
Reeleito, Luiz Humberto Carneiro assume em 2011 seu quarto mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Ingressou na Assembleia no final da 14ª Legislatura, em janeiro de 2003, como suplente, ocupando vaga aberta pelo afastamento de Bilac Pinto. Para as três legislaturas seguintes, foi eleito como efetivo. É o atual líder do Bloco Social Democrata (PSDB/PTB/PMN/PR), na Assembleia. Suas principais regiões de atuação política são Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Produtor rural e empresário, foi secretário municipal de Agropecuária e Abastecimento (1991-1995) e de Habitação (1996-1999) em Uberlândia (Triângulo). Ex-presidente do Sindicato Rural do município (1990-1998), coordenou, em nível nacional, o Movimento “Não Posso Plantar”.

Luzia Ferreira (PPS), vereadora, natural de Perdigão-MG, 59 anos
Luzia Maria Ferreira assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. É a atual presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte, a primeira mulher a ocupar o cargo e também a primeira mulher a assumir a Prefeitura da capital, interinamente. Está em seu segundo mandato no Legislativo municipal. É coordenadora do Fórum Nacional de Presidentes de Câmaras de Capitais do Brasil. Ocupa, ainda, a vice-presidência do PPS estadual e é membro da Executiva Nacional do partido. Foi administradora das Regionais Oeste e Venda Nova durante o primeiro governo do prefeito Célio de Castro (1997-2000) e, em 2001, esteve à frente da Regional Nordeste. Participou da Secretaria Executiva do Conselho Estadual da Mulher e do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, em 1996 e 1997. Bióloga formada pela UFMG, é pós-graduada em Administração Pública pela Fundação João Pinheiro. Em 1979, iniciou sua carreira no magistério, como professora de Ciências no Colégio Vera Cruz, destacando-se na primeira greve dos professores da rede municipal e particular após o golpe de 1964. O movimento resultou na criação do Sind-Ute e na retomada do sindicato dos professores da rede particular de ensino.

Maria Tereza Lara (PT), pedagoga, natural de Esmeraldas, 61 anos
Reeleita, Maria Tereza Lara assume em 2011 seu quarto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Na 14ª Legislatura foi eleita suplente, assumindo o mandato de deputada estadual pela primeira vez em fevereiro de 1999, ocupando a vaga aberta pelo afastamento de Sávio Souza Cruz. Em seguida, ocupou também a vaga aberta pelo afastamento de Adelmo Carneiro Leão, permanecendo na Assembleia até junho de 2000. Nas três últimas eleições, foi eleita como efetiva. Na 16ª Legislatura, é vice-presidente das comissões de Segurança Pública. Sua principal região de atuação política é a Central. Maria Tereza Lara é formada em Pedagogia pela UFMG e é especialista em Administração Escolar. Foi diretora técnico-operacional da Centrais de Abastecimento Minas (Ceasa Minas). Em Betim, lecionou na Escola Estadual Conselheiro Afonso Pena (1968-1976) e no Colégio Estadual (1971-1976 e 1981-1986), além de ter sido supervisora escolar da rede municipal. Foi também Secretária Municipal de Educação de Betim (1976-1981) e vereadora (1993-1996 e 1997-1998), no mesmo município. 

Marques (PTB), técnico em desporto, natural de Guarulhos-SP, 37 anos
Marques Batista de Abreu assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Marques foi jogador de futebol e se tornou conhecido em Minas Gerais por ter sido atacante do Clube Atlético Mineiro em 1997, 2005 e 2010, quando se aposentou. O atleta começou sua carreira no Corinthians, em 1992, jogando depois pelo Flamengo (1996), São Paulo (1997) e Vasco da Gama (2003). No exterior, pertenceu aos quadros dos clubes japoneses Nagoya Grampus (2004) e Yokohama Marinos (2006). É cidadão honorário de Minas Gerais, título concedido pela Assembleia Legislativa do Estado em junho de 2010.

Mauri Torres (PSDB), empresário e produtor rural, natural de Guararema, 60 anos
Reeleito, Mauri José Torres Duarte assume em 2011 o sexto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1991. Na 16ª Legislatura, é líder do Governo no Legislativo. Foi presidente da ALMG durante os quatro anos da 15ª Legislatura (2003-2007). Também foi 1º-secretário da Mesa (2001-2003) e corregedor-adjunto (1999-2000). Foi líder do Bloco Social Trabalhista (1998-1999); líder do Bloco da Maioria (1995); vice-líder do PSDB (1995); e líder do PMDB (1992-1993 e 1995). Foi, ainda, governador interino do Estado em setembro de 2004. Mauri Torres é empresário e pecuarista. Foi contínuo e assessor contábil na prefeitura de João Monlevade. Sua principal região de atuação política é o Médio Piracicaba.

Neider Moreira (PPS), médico, natural de Itaúna, 45 anos
Reeleito, Neider Moreira de Faria assume em 2011 seu terceiro mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2003. É vice-líder do governo na 16ª Legislatura (2007-2011). Entre agosto de 2004 e março de 2006, afastou-se para ocupar o cargo de secretário de Estado Extraordinário para Assuntos de Reforma Agrária. Suas principais regiões de atuação são o Centro-Oeste, Vale do Mucuri, Jequitinhonha, Sul de Minas e Sudoeste de Minas. Neider Moreira é formado em Medicina pela UFMG, com especialização em Nefrologia. É filho do ex-prefeito de Itaúna, Jadir Marinho. Foi vice-presidente da Sociedade Brasileira de Nefrologia (regional Minas Gerais 2001-2003). Foi presidente do Diretório Municipal do PSDB em Itaúna. 

Neilando Pimenta (PHS), advogado, natural de Teófilo Otoni-MG, 43 anos
Assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Advogado, é doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais. Foi tesoureiro da 29ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil. Prestou serviços de consultoria jurídica a prefeituras e câmara municipais de diversas cidades dos vales do Mucuri e do Jequitinhonha. De 2001 a 2004, foi secretário municipal de Ação Social e Habitação de Teófilo Otoni. É fundador da Unipac de Teófilo Otoni, que oferece 30 cursos de graduação e 15 cursos de pós-graduação.

Paulo Guedes (PT), professor, natural de São João das Missões, 40 anos
Reeleito, Paulo José Carlos Guedes assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2007. É vice-presidente da Comissão de Assuntos Municipais e Regionalização e é o coordenador da Comissão Interestadual Parlamentar de Estudos para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia do Rio São Francisco (Cipe São Francisco). Professor, iniciou sua vida política com apenas 20 anos, no município de Manga (Norte de Minas), onde cumpriu três mandatos como vereador, entre 1993 e 2004. No mesmo município, foi presidente da Câmara em duas oportunidades (1997-1998 e 2001-2002). Entre 2001 e 2004, atuou como presidente da Associação dos Vereadores da Área Mineira da Sudene (Avams), e, entre 2002 a 2004, como diretor da União de Vereadores de Minas Gerais (Uvemig). Em 2003, assumiu a Coordenadoria Estadual do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs-MG).

Paulo Lamac (PT), vereador, professor e engenheiro, natural de Belo Horizonte-MG, 38 anos
Paulo Roberto Lamac Júnior assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Vereador em seu segundo mandato na Câmara Municipal de Belo Horizonte, foi vice-líder do então prefeito Fernando Pimentel, em 2007. Em 2008, ano em que foi reeleito para novo mandato no Legislativo municipal, foi também escolhido secretário geral do Conselho Municipal de Educação. Mais recentemente, tornou-se líder do prefeito Márcio Lacerda na Câmara. Engenheiro graduado pela UFMG e pós-graduado em marketing pela Fundação Getúlio Vargas, é professor e um dos fundadores da Associação Pré-UFMG, instituição sem fins lucrativos que facilita o acesso de estudantes de baixa renda às universidades públicas.

Pompílio de Lourdes Canavez (PT), bancário aposentado, natural de São João del Rei-MG, 55 anos
Assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Foi eleito prefeito de Alfenas (Sul de Minas) em 2004 e reeleito em 2008. Deixou o cargo em março de 2010 para disputar a eleição para deputado estadual. Iniciou sua carreira política no movimento sindical. Foi presidente do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte entre 1996 e 1999.

 

Rogério Correia (PT), professor e dirigente partidário, natural de Belo Horizonte-MG, 52 anos
Assume em 2011 seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Anteriormente, foi deputado estadual em duas legislaturas (1999-2003 e 2003-2007) e vereador em Belo Horizonte por três mandatos (1989-1993, 1994-1997 e 1997-1999). Na Assembleia Legislativa de Minas Gerais foi relator da CPI do Narcotráfico e presidente da Comissão Especial da Prostituição Infantil. Foi ainda o idealizador da Lei Pró-Pequi, pela criação de uma política de incentivo à comercialização, ao cultivo e ao consumo do pequi e seus derivados. Após deixar a ALMG, foi delegado regional do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) entre julho de 2007 e junho de 2010, tornando-se em seguida secretário de Movimentos Populares do PT. Professor de matemática e física, é fundador do Sindicato Único dos Trabalhadores da Educação (Sind-UTE) e do PT. Integrou a primeira Executiva da Central Única dos Trabalhadores.

Rômulo Viegas (PSDB), professor de ensino superior, natural de São João del Rei-MG, 56 anos
Assume, em 2011, seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Professor da Universidade Federal de São João del Rei, Rômulo Viegas iniciou sua carreira política como vereador naquela cidade, entre 1982 e 1988. Foi presidente da Câmara de Vereadores de São João del Rei em 1985 e 1986. Foi também prefeito do município (1989-92). No primeiro mandato do governador Aécio Neves, foi subsecretário do Trabalho e Ação Social e presidente do Conselho estadual de Assistência Social (2003-04). Em 2006, obteve 38 mil votos para deputado estadual, mas não se elegeu. No ano seguinte, assumiu a Subsecretaria de Desenvolvimento Regional e Urbano na segunda gestão do governador Aécio Neves, onde permaneceu até fevereiro de 2010, quando se desincompatibilizou para voltar à disputa eleitoral.

Rosângela Reis (PV), pedagoga, natural de Mesquita, 47 anos
Reeleita, Rosângela de Oliveira Campos Reis assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2007. Na 16ª Legislatura, é, desde 15/2/2007, presidente da Comissão do Trabalho, da Previdência e da Ação Social. A principal região de atuação política é o Vale do Rio Doce. É graduada em Pedagogia e pós-graduada em Didática. Foi professora do ensino fundamental 1 e 2 da rede pública, orientadora e supervisora escolar por 14 anos. Começou sua carreira política em 2000, quando elegeu-se vereadora em Ipatinga (Vale do Aço). Foi reeleita em 2004. Em seu segundo mandato, exerceu o cargo de vice-presidente da Câmara Municipal (2005-2006). Desde 1997, mantém o projeto social “Associação Ação Social pela Vida”, que desenvolve programas voltados para a melhoria da qualidade de vida que já atenderam mais de 100 mil pessoas na região.

Sargento Rodrigues (PDT), militar, natural de Itupeva-BA, 46 anos
Reeleito, Washington Fernando Rodrigues assume em 2011 seu quarto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1999. Na 16ª Legislatura, foi presidente da Comissão de Segurança Pública no período de 15/2/2007 a 20/12/2008. Atualmente é o 3º-secretário da ALMG. Em legislaturas anteriores, foi sub-relator da CPI do Narcotráfico e relator da Comissão Especial das Multas. Propôs a instalação e foi vice-presidente da CPI do Café (maio a dezembro de 2004); além de presidente da Comissão de Segurança Pública (2003-2004) e da Comissão Especial das Pessoas Desaparecidas (2006). Em 2006, foi o deputado votado no maior número de municípios: 837. As principais regiões de atuação política são Central, Jequitinhonha/Mucuri, Zona da Mata e Sul. É sargento da reserva da Polícia Militar de Minas Gerais. É formado em Comunicação Social – habilitação em produção editorial – e pós-graduado em Estudos de Criminalidade e Segurança Pública na UFMG. Ganhou impulso na política após se destacar como um dos líderes do movimento reivindicatório dos policiais militares de Minas Gerais em 1997.

Sávio Souza Cruz (PMDB), engenheiro e professor, natural de Belo Horizonte, 53 anos
Reeleito, Luiz Sávio de Souza Cruz assume em 2011 seu quarto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1999. No seu primeiro mandato como deputado estadual, ocupou os cargos de Secretário de Estado de Recursos Humanos e Administração (1999-2000) e de Planejamento e Coordenação-Geral (fevereiro a abril de 2000) de Minas Gerais. Foi líder do governo Itamar Franco na Assembléia (2000-2001). Na 16ª Legislatura, foi presidente da Comissão de Meio Ambiente e Recursos Naturais (15/2/2007 a 20/12/2008), e das Comissões Especiais das Serras da Calçada e da Moeda (8/10/2008 a 2/4/2009) e do Pré-Sal (setembro a novembro de 2009). Atualmente é presidente da Comissão de Minas e Energia (desde 12/2/2009). Suas principais regiões de atuação política são Central e Centro-Oeste. Foi vereador por dois mandatos (1993-1996 e 1997-1998) e presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte (1997-1998). É formado em Engenharia Metalúrgica pela UFMG. Especialista em engenharia ambiental, atuou na Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec). É professor de Engenharia Ambiental da PUC Minas e de Física e Química no Colégio Santo Antônio.

Sebastião Costa (PPS), advogado e professor, natural de Divino, 61 anos
Reeleito, Sebastião Costa da Silva assume em 2011 seu sexto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 1991. Na 16ª Legislatura, é presidente da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar. Em outras legislaturas, foi presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e da Comissão de Redação. Foi ainda líder do PFL (2001-2002) e relator de projetos como os que trataram da microempresa, da redistribuição de ICMS aos municípios (Lei Robin Hood) e da reformulação da Uemg. Suas principais regiões de atuação política são Zona da Mata, Rio Doce, Jequitinhonha/Mucuri. É advogado e professor. Foi diretor de Comercialização e Articulação Regional do Sebrae-MG (2003-2005). Foi prefeito de Divino (1983-1988); presidente da Associação de Municípios da Vertente Ocidental do Caparaó (Amoc), em 1986; e membro suplente do Conselho Fiscal da Associação Mineira de Municípios (1987).

Tadeuzinho (PMDB), estudante, natural de Montes Claros-MG, 24 anos
Luiz Tadeu Martins Leite assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Luiz Tadeu Martins Leite cursa o último período de Direito. É um dos criadores do time de vôlei BMG Montes Claros, que tem títulos de campeão mineiro e vice-campeão brasileiro. Segue a trajetória política do pai, Luiz Tadeu Leite, que está hoje em seu terceiro mandato como prefeito de Montes Claros, além de ter exercido mandatos na Câmara de Deputados (1991-1992) e na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (1999-2002 e 2007-2008).

Tenente Lúcio (PDT), militar, naatural de Uberlândia, 50 anos
Reeleito, Sérgio Lúcio de Almeida assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2006. Foi presidente da Comissão de Turismo, Indústria, Comércio e Cooperativismo no período de 19/2/2009 a 10/2/2010. Antes de assumir a vaga na Assembléia, era vereador na Câmara Municipal de Uberlândia (Triângulo Mineiro), em seu quarto mandato. Assumiu seu primeiro mandato como vereador em 1993. Licenciou-se em duas ocasiões para exercer a função de secretário municipal de Esportes. Foi vice-presidente da Câmara Municipal em 2002. No ano seguinte, foi eleito presidente da Câmara, sendo reeleito para a função em 2004 e 2005, em gestão que se estendeu até 2006. É oficial da reserva do Exército Brasileiro e serviu no período de 1981 a 1990, em Jataí (GO) e Uberlândia. É formado em Estudos Sociais pela antiga Abracee, atual Centro Universitário do Triângulo (Unitri).

Tiago Ulisses (PV), advogado, natural de Belo Horizonte, 37 anos
Reeleito, Tiago Ulisses de Castro e Oliveira assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Na 16ª Legislatura, ocupou o cargo de 2º-secretário da Mesa da ALMG (2007-2008). Suas principais regiões de atuação política são Centro-Oeste e Sul. Disputou, em 2006, sua primeira eleição. Antes de filiar-se ao PV, em setembro de 2005, foi filiado ao PRTB. Formado em Direito pela UFMG em 1996, é filho do ex-deputado federal José Ulisses de Oliveira e da ex-deputada estadual Maria Olívia. Foi advogado voluntário do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), do Estado durante a primeira gestão do governador Aécio Neves. Cursou pós-graduação em Direito da Economia da Empresa na Fundação Getúlio Vargas (FGV) e MBA em Finanças no Ibmec.

Ulysses Gomes (PT), assessor parlamentar, natural de Itajubá-MG, 33 anos
Assume em 2011 seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Foi metalúrgico formado pelo Senai. É formado em Administração pública. Foi vereador em Itajubá (Sul de Minas), entre 2002 e 2004, e chefe de gabinete do deputado federal Odair Cunha, em Brasília, a partir de 2005. Foi também coordenador diocesano da Pastoral da Juventude da Arquidiocese de Pouso Alegre (1999), fundador do Diretório Central dos Estudantes da Fundação de Ensino e Pesquisa de Itajubá, e membro da Coordenação da Frente Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (2000). Foi eleito presidente do PT de Itajubá em 2007.

Vanderlei Miranda (PMDB), pastor, natural de Tabajara, 58 anos
Reeleito, Vanderlei Andrade Miranda assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2007. Foi presidente da Comissão de Turismo, Indústria, Comércio e Cooperativismo (de 15/2/2007 a 20/12/2008) e vice-presidente das Comissões Especiais para o Estudo da Atenção à Pessoa com Transtorno Mental, Deficiência Mental ou Autismo (maio a julho de 2007) e da Execução das Penas no Estado (março a setembro de 2009). Atualmente é o líder da bancada do PMDB na ALMG. Pastor da Igreja Batista da Lagoinha, é apresentador do programa Noite & Cia., transmitido pela TV Rede Super para todo o Brasil, em TV a cabo e aberta. Entre suas experiências profissionais antes da vida política estão a de camelô, comerciário, industrial e empresário. Vanderlei Miranda iniciou sua carreira política como membro do PTdoB, em 1992. Transferiu-se para o PSB em 2003, quando se elegeu vereador em Belo Horizonte, sendo o segundo mais votado, com 17.936 votos. Em 2005, filiou-se ao PMDB. Sua principal região de atuação política é a Central.

 Wander Borges (PSB), funcionário público, natural de Sabará, 51 anos
Reeleito, Wander José Goddard Borges assume em 2011 seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde ingressou em 2007. É vice-líder do Bloco Parlamentar Social e ouvidor-geral da ALMG. Sua principal região de atuação política é a Central. Foi vereador em Sabará (1993-1996). Em 1996, foi eleito prefeito do município, reeleito em 2000. Também foi subsecretário estadual do Trabalho e Ação Social no primeiro mandato do governador Aécio Neves e presidente do Conselho Estadual de Assistência Social. Wander Borges é contador e administrador, com pós-graduação em Auditoria e Controle Externo. Já foi técnico mecânico, técnico metalúrgico e funcionário do Banco Credireal. É inspetor do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG).

Zé Maia (PSDB), advogado, natural de Iturama, 47 anos
Reeleito, José de Freitas Maia assume em 2011 seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Na 15ª Legislatura (2003-2007), ingressou na Assembleia em 5/2/2003, como suplente, após o afastamento de Elbe Brandão. Em janeiro de 2005, foi efetivado após a renúncia do deputado Sebastião Navarro, que havia sido eleito prefeito de Poços de Caldas. É presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária da ALMG desde fevereiro de 2007. Sua principal região de atuação política é o Triângulo Mineiro. Zé Maia é bacharel em Direito pelas Faculdades Integradas Riopretenses, de São José do Rio Preto (SP). É também contador e empresário do setor hoteleiro e de comunicações. Em 1995, filiou-se ao PDT. Filiou-se ao PSDB em 1997 e presidiu o Diretório Municipal da legenda em Itapagipe (1999-2001). Entre abril de 2000 e abril de 2002, foi diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Brasil Central (Adebrac).

Compartilhe:
Twitter Facebook
Email Versão para impressão

Veja também

  • Conheça os deputados
  • Resultados eleitorais