Notícias Rss

19/04/2017 11h42

Comissão quer discutir o risco de paralisação de hospitais

Deputados aprovaram requerimento para debater a situação precária de 26 hospitais em Minas Gerais.

Compartilhe:
Twitter Facebook
Email Versão para impressão

A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou, nesta quarta-feira (19/4/17), requerimento de audiência pública sobre o risco de paralisação das atividades de 26 hospitais. As unidades estão sucateadas, com dificuldades de atendimento relacionadas a atraso de pagamento de funcionários, problemas de infraestrutura e falta de equipamentos e medicamentos, entre outros.

O presidente da comissão e autor do requerimento, deputado Carlos Pimenta (PDT), explicou que o Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais (CRM-MG) alertou as autoridades estaduais, com base em queixas enviadas por profissionais, sobre o risco de paralisação do funcionamento dos hospitais, diante da falta de condições de trabalho e de atendimento à população.

Segundo ele, a paralisação está sendo tratada pelo CRM-MG como uma “intervenção ética”, em que são suspensas as atividades dos médicos diante da necessidade de proteção da qualidade no exercício da profissão e no atendimento ao paciente.

Vacina contra a cocaína também será debatida

Também foi aprovado requerimento do deputado Antônio Jorge (PPS) para realização de audiência pública conjunta com a Comissão de Prevenção e Combate ao Uso de Crack e outras Drogas. A reunião será sobre as perspectivas do tratamento da dependência da cocaína e estudos de vacina em desenvolvimento pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Antônio Jorge afirmou que a vacina que está sendo desenvolvida por pesquisadores da universidade pode ser revolucionária, já que atuaria como uma barreira dos efeitos prazerosos da cocaína. Entretanto, segundo ele, estariam faltando recursos para a continuidade da pesquisa, que se encontra em estágio avançado.

Repasses – Outro requerimento aprovado trata da realização de audiência pública para discutir irregularidades nos repasses de recursos de financiamentos da saúde do Estado para os municípios. O pedido foi feito pelos deputados Bonifácio Mourão (PSDB) e Antônio Jorge.

Bonifácio Mourão explicou que um estudo do Conselho das Secretarias Municipais do Estado de Minas Gerais teria apurado que os atrasos nos repasses dos recursos estaduais para a execução e políticas públicas de saúde tornaram-se progressivos. Ele destacou a gravidade da situação, diante da precariedade financeira vivida pelos municípios mineiros.

Consulte o resultado da reunião.


Tópicos:
Últimas Notícias

Notícias

28/04/2017

Abastecimento de água preocupa população de Bom Despacho

Autoridades locais também cobram da Copasa universalização do serviço de tratamento de esgoto.

28/04/2017

Instituto Mineiro de Agropecuária será homenageado pela ALMG

Órgão responsável pela defesa sanitária animal e vegetal completa 25 anos de trabalho em prol da alimentação segura.

28/04/2017

Programa Minas Acolhe é tema de audiência pública

Prevenção ao uso de drogas e assistência ao usuários são objetivos do programa. Deputados cobram recursos.

28/04/2017

Direitos Humanos debaterá ampliação das Apacs em Minas

Estimativa de recuperação dos detentos com o método está em torno de 85%, já no sistema comum é de cerca de 30%.

28/04/2017 Assembleia em Ação - Resumo da semana de 24/4 a 28/4/2017
Seu browser não suporta flash player
00:02:51 | Download (2674kb)

28/04/2017 Boletim do dia
Seu browser não suporta flash player
00:02:55 | Download (2741kb)
facebook facebook
Carregando Carregando posts...
Twitter Twitter
Twitter

Infográficos

Credor ou devedor? Estado argumenta que tem créditos a receber. Assembleia iniciou movimento pelo acerto de contas entre Minas e a União. Deputados querem compensação de perdas tributárias nas exportações.