Notícias Rss

Reunião foi anunciada em encontro do presidente da ALMG com entidades contrárias à PEC - Arquivo/ALMG
Reunião foi anunciada em encontro do presidente da ALMG com entidades contrárias à PEC - Arquivo/ALMG - Foto: Sarah Torres
17/03/2017 15h50

Reforma da Previdência será debatida com deputados federais

Encontro, que vai reunir ainda deputados estaduais e sindicalistas, será nesta segunda (20), às 9 horas, no Salão Nobre.

Compartilhe:
Twitter Facebook
Email Versão para impressão

Discutir a reforma da Previdência Social, objeto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, em tramitação na Câmara dos Deputados. Essa é a finalidade de reunião que será realizada nesta segunda-feira (20/3/17), às 9 horas, no Salão Nobre da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

O encontro, que será encabeçado pelo presidente da ALMG, deputado Adalclever Lopes (PMDB), irá reunir outros parlamentares estaduais, deputados federais por Minas e líderes sindicais. A ideia também é ouvir o que os políticos que representam Minas na Câmara dos Deputados pensam sobre a proposta do governo federal.

Estão previstos abertura pelo presidente da Assembleia; pronunciamento do 1º-secretário da ALMG, deputado Rogério Correia (PT); entrega de moção da instituição sobre o assunto à Câmara dos Deputados; além de discursos de outros participantes da reunião.

Essa reunião foi anunciada, na última terça-feira (14), em encontro do presidente da Assembleia com representantes de entidades contrárias à PEC 287/16. Um dia depois, na quarta (15), foi realizada uma audiência popular na Assembleia sobre o tema. Após intensa movimentação de manifestantes contrários à proposta em pontos da Capital, como a Praça da Estação e Praça Sete, eles se concentraram na ALMG.

Na ocasião, Rogério Correia, que coordenou a audiência, chamou de “maldosa” a intenção do governo federal de mudar as regras da aposentadoria. “Contribuição por 49 anos e só se aposentar aos 65 é um ataque aos trabalhadores. Não tem jeito de melhorar o texto da PEC, temos é que tirar de pauta. Um governo ilegítimo não tem direito de tirar direitos”, afirmou o parlamentar.

O assunto, que tem mobilizado setores da população em todo o País, também tem pautado nos últimos dias diversos pronunciamentos de deputados no Plenário da ALMG.

PEC 287/16 - O presidente Michel Temer enviou à Câmara dos Deputados a maior proposta de reforma do sistema de seguridade social desde a Constituição de 1988. A PEC 287/16 altera regras com relação à idade mínima e ao tempo de contribuição para se aposentar, à acumulação de aposentadorias e pensões, à forma de cálculo dos benefícios, entre outros aspectos.

Pelo texto, a nova regra para a aposentadoria passará a exigir idade mínima de 65 anos e 25 anos de contribuição, sendo aplicada a homens e mulheres que, na data de promulgação da nova emenda à Constituição, tiverem, respectivamente, menos de 50 anos e menos 45 anos. Para receber aposentadoria integral, serão necessários 49 anos de contribuição.

Segundo o governo, a reforma pretende conter o déficit previdenciário ocasionado por despesas crescentes e de difícil redução.


Tópicos:
Últimas Notícias

Notícias

25/04/2017

Memória & Poder com Paulo Markun estreia neste sábado (29)

Ex-apresentador do programa Roda Viva, da TV Cultura, é entrevistado pelo programa da TV ALMG.

25/04/2017

Garantia de direitos da pessoa com deficiência será debatida

Na reunião desta terça (25), a comissão também aprovou visita à Secretaria da Fazenda para discutir isenção de ICMS.

25/04/2017

Minerodutos pautam reuniões conjuntas na ALMG

Comissões de Minas e Energia e de Meio Ambiente querem discutir uso da água para o transporte de minério.

25/04/2017

Oradores - Reunião Ordinária de Plenário de 25/4/17

Deputados repercutem greve geral nesta sexta (28), reformas trabalhista e previdenciária e reajuste no Judiciário.

25/04/2017 Renovação de benefício a pessoas com deficiência motiva visita
Seu browser não suporta flash player
00:00:00 | Download (1762kb)

25/04/2017 Deputados vão debater a falta de água em Montes Claros e região
Seu browser não suporta flash player
00:00:00 | Download (1822kb)
facebook facebook
Carregando Carregando posts...
Twitter Twitter
Twitter

Infográficos

Credor ou devedor? Estado argumenta que tem créditos a receber. Assembleia iniciou movimento pelo acerto de contas entre Minas e a União. Deputados querem compensação de perdas tributárias nas exportações.