Notícias Rss

19/03/2014 18h54

Audiência pública sobre Lei Complementar 100 é cancelada

Reunião da Comissão de Educação debateria constitucionalidade de norma que efetivou trabalhadores da educação.

Compartilhe:
Twitter Facebook
Email Versão para impressão

Foi cancelada a audiência pública que a Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizaria nesta quinta-feira (20/3/14), às 14h30, no Plenarinho III, para tratar da constitucionalidade da Lei Complementar 100, de 2007. A norma instituiu a Unidade de Gestão Previdenciária Integrada (Ugeprevi) dos Regimes Próprios de Previdência dos Servidores Públicos e dos Militares do Estado de Minas Gerais e o Conselho Estadual de Previdência (Ceprev), e alterou a Lei Complementar 64, de 2002.

Segundo o deputado Antônio Carlos Arantes (PSDB), autor do requerimento para o debate, a validade dessa lei poderá ser julgada em breve pelo Supremo Tribunal Federal, onde é questionado o fato de a norma ter garantido aos trabalhadores os mesmos direitos de concursados. De acordo com o parlamentar, a lei efetivou 98 mil contratados do Estado que trabalhavam com vínculo precário em escolas e universidades públicas, ocupando funções como professores, vigilantes e faxineiros.


Tópicos:
Últimas Notícias

Notícias

28/03/2017

Publicada habilitação para ocupação da Galeria e do Teatro

Diário do Legislativo desta terça-feira (28) traz aprovados na primeira fase do processo seletivo.

28/03/2017

Comissão pretende discutir criminalidade em Pedro Leopoldo

Vereador pede realização de audiência pública com o objetivo de buscar soluções para o problema no município da RMBH.

28/03/2017

Programa Nacional de Crédito Fundiário será debatido na ALMG

Comissão de Participação Popular aprovou ainda outros cinco requerimentos para realização de audiências públicas.

28/03/2017

Eleitos presidente e vice da Comissão de Direitos Humanos

Com isso, todas as 21 comissões permanentes da Assembleia de Minas definiram seus presidentes.

28/03/2017 Comissões 2017/2018 - Direitos Humanos pretende discutir temas de abrangência nacional
Seu browser não suporta flash player
00:00:00 | Download (2045kb)

28/03/2017 Cliente deve ter cautela ao reclamar contra empresa em rede social
Seu browser não suporta flash player
00:03:19 | Download (3118kb)
facebook facebook
Carregando Carregando posts...
Twitter Twitter
Twitter

Infográficos

Em 5 de novembro de 2015, o rompimento da barragem de rejeitos da Samarco destruiu o povoado de Bento Rodrigues, matou 19 pessoas e poluiu o Rio Doce com metais pesados.