Notícias Rss

19/03/2014 18h54

Audiência pública sobre Lei Complementar 100 é cancelada

Reunião da Comissão de Educação debateria constitucionalidade de norma que efetivou trabalhadores da educação.

Compartilhe:
Twitter Facebook
Email Versão para impressão

Foi cancelada a audiência pública que a Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizaria nesta quinta-feira (20/3/14), às 14h30, no Plenarinho III, para tratar da constitucionalidade da Lei Complementar 100, de 2007. A norma instituiu a Unidade de Gestão Previdenciária Integrada (Ugeprevi) dos Regimes Próprios de Previdência dos Servidores Públicos e dos Militares do Estado de Minas Gerais e o Conselho Estadual de Previdência (Ceprev), e alterou a Lei Complementar 64, de 2002.

Segundo o deputado Antônio Carlos Arantes (PSDB), autor do requerimento para o debate, a validade dessa lei poderá ser julgada em breve pelo Supremo Tribunal Federal, onde é questionado o fato de a norma ter garantido aos trabalhadores os mesmos direitos de concursados. De acordo com o parlamentar, a lei efetivou 98 mil contratados do Estado que trabalhavam com vínculo precário em escolas e universidades públicas, ocupando funções como professores, vigilantes e faxineiros.


Tópicos:
Últimas Notícias

Notícias

22/02/2017

Deputadas cobram presença feminina na Mesa da ALMG

PEC 16/15 garante uma vaga para elas na instância responsável pela direção dos trabalhos legislativos.

22/02/2017

Membros de cinco comissões especiais são designados

Deputados vão analisar quatro vetos do governador e indicação para a presidência da Feam.

22/02/2017

Oradores - Reunião Ordinária de Plenário de 22/2/17

Deputados pediram, da tribuna, mais recursos para a saúde. Oposição e situação defenderam seus respectivos governos.

22/02/2017

Panorama discute crimes contra crianças e adolescentes

O número de denúncias de casos de abusos e exploração sexual aumenta durante as festas populares, como o Carnaval.

23/02/2017 ALMG atua no intercâmbio entre prefeituras e Executivo estadual
Seu browser não suporta flash player
00:03:34 | Download (3347kb)

23/02/2017 Boletim do dia
Seu browser não suporta flash player
00:03:39 | Download (3427kb)
facebook facebook
Carregando Carregando posts...
Twitter Twitter
Twitter

Infográficos

Em 5 de novembro de 2015, o rompimento da barragem de rejeitos da Samarco destruiu o povoado de Bento Rodrigues, matou 19 pessoas e poluiu o Rio Doce com metais pesados.