Notícias Rss

02/10/2013 16h15 - Atualizado em 02/10/2013 16h47

FFO é favorável a crédito suplementar para MP

Previsão é de utilização dos R$ 55,91 milhões para custeio da folha de pagamentos, despesas extras e investimentos.

Compartilhe:
Twitter Facebook
Email Versão para impressão

Em reunião ampliada com membros das demais comissões permanentes nesta quarta-feira (2/10/13), a Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (FFO) da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) emitiu parecer pela aprovação do Projeto de Lei (PL) 4.354/13, de autoria do governador do Estado, que autoriza a abertura de crédito suplementar no valor de R$ 55,91 milhões para pagamento de folha de pessoal, despesas extras e investimentos do Ministério Público do Estado (MP). O parecer, do deputado Zé Maia (PSDB), também foi favorável à emenda nº 1, do governador, que alterou os valores destinados a despesas extras e investimentos.

Segundo o projeto, o crédito suplementar seria dividido da seguinte forma: R$ 44,6 milhões para pagamento de pessoal ativo e encargos sociais; R$ 9,45 milhões para despesas correntes; e R$ 1,86 milhão para investimentos. A emenda n° 1 altera os dois últimos valores para R$ 8,45 milhões e R$ 2,86, respectivamente.

Fundo Especial - Outra suplementação em favor do Fundo Especial do MP também recebeu parecer pela aprovação do relator, deputado Zé Maia. O PL 4.353/13 prevê a destinação de R$ 1 milhão para despesas correntes do Fundo (R$ 500 mil) e para investimentos (R$ 500 mil).

FFO é favorável a reajuste dos servidores do Ministério Público

Ainda nesta quarta (2), a FFO, em reunião ordinária realizada após à ampliada, emitiu parecer favorável pela aprovação do PL 4.214/13, na forma do substitutivo nº 1 da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A matéria prevê o reajuste de 6,49% nos vencimentos e proventos dos servidores do MP. O índice, calculado a partir do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), deveria ser aplicado a partir de 1° de maio de 2013. Dessa forma, caso o projeto seja aprovado, o pagamento será retroativo até a data determinada.

O substitutivo apresentado pela CCJ não gerou alterações no valor nem nas condições do reajuste. O novo texto corrige informação e atualiza o quadro de multiplicadores (valores básicos dos vencimentos), com a inclusão dos reajustes já aprovados em 2011 e 2012 e com o previsto para 2013.

Consulte o resultado da reunião da FFO com membros das comissões permanentes.
Consulte o resultado da reunião da FFO.


Tópicos:
Últimas Notícias

Notícias

22/05/2017

Participantes de audiência defendem eleições diretas já

Reunião na ALMG faz balanço negativo de um ano sem Dilma e aponta nova ameaça à democracia em recente crise política.

22/05/2017

Projeto de criação de fundos estaduais chega ao Plenário

Mesa da ALMG se pronuncia sobre judicialização da tramitação do Projeto de Lei 4.135/17.

22/05/2017

Biblioteca do Palácio da Inconfidência é reaberta

Usuários passam a contar com um espaço mais confortável, amplo e moderno para realizar leituras, estudos e pesquisas.

22/05/2017

Panorama aborda mundo fitness

Programa da TV Assembleia fala sobre os riscos de dietas e exercícios físicos sem orientação profissional.

23/05/2017 Boletim da manhã
Seu browser não suporta flash player
00:03:07 | Download (2926kb)

23/05/2017 Lei Brasileira de Inclusão exige acessibilidade adequada a consumidores com deficiência
Seu browser não suporta flash player
00:02:26 | Download (2290kb)
facebook facebook
Carregando Carregando posts...
Twitter Twitter
Twitter

Infográficos

Credor ou devedor? Estado argumenta que tem créditos a receber. Assembleia iniciou movimento pelo acerto de contas entre Minas e a União. Deputados querem compensação de perdas tributárias nas exportações.