Notícias Rss

17/04/2012 15h30

Procon divulga pesquisa trimestral de preços de hortifrutis

Segundo o levantamento, foi constatado aumento geral nos preços de 3,47% nos sacolões da Capital

Compartilhe:
Twitter Facebook
Email Versão para impressão

O Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais divulgou nesta sexta-feira (13/4/12) comparativo entre os preços médios dos hortifrutis entre janeiro a março de 2012. A pesquisa, realizada em sacolões de Belo Horizonte, constatou aumento médio geral de 3,47% nos preços. As verduras tiveram um aumento de 5,61%. Já os legumes tiveram redução de 1,4% e as frutas,  redução de 0,73%.

De acordo com Procon, os produtos que mais contribuíram para o aumento foram a cenoura, na categoria de legumes, que teve variação de 34,16%; a hortelã, no grupo das verduras, com alta 36,78%; e a manga palmer, na categoria de frutas, com 48,91% de aumento.

A pesquisa também constatou que alguns produtos tiveram reduções significativas. Entre os legumes, os que mais tiveram baixas nos preços foram o tomate (- 36,34%), a abobrinha italiana ( -31,92%) e o jiló ( -25,13%) . Entre as verduras houve redução de 5,94% no valor da rúcula. Entre as frutas, os preços que mais tiveram redução foram os da laranja bahia (-48,25%), do abacate (-38,60%) e da maçã gala (-25,96%).


Tópicos:
Últimas Notícias

Notícias

26/05/2017

Comissões irão conhecer futura sede da EMC

Empresa foi constituída a partir da fusão da Rádio Inconfidência com a Rede Minas de Televisão.

26/05/2017

Comissão de Esporte quer conhecer projetos do Executivo

Deputados querem apresentar ao secretário, durante visita nesta terça (30), a agenda de trabalhos da comissão.

26/05/2017

Dino Girardelli será homenageado pela Comissão de Educação

Após 60 anos no Brasil, religioso italiano receberá diploma com voto de congratulações nesta quarta (31).

26/05/2017

Comissão tenta intermediar conflito fundiário em Grão Mogol

Deputados visitarão ocupação em distrito do município. Geraizeiros pedem demarcação de território tradicional.

27/05/2017 Municípios teriam R$ 33,6 bi a receber com acerto de contas entre Minas e a União
Seu browser não suporta flash player
00:01:29 | Download (1403kb)

27/05/2017 Edição da Semana
Seu browser não suporta flash player
00:05:36 | Download (5265kb)
facebook facebook
Carregando Carregando posts...
Twitter Twitter
Twitter

Infográficos

Credor ou devedor? Estado argumenta que tem créditos a receber. Assembleia iniciou movimento pelo acerto de contas entre Minas e a União. Deputados querem compensação de perdas tributárias nas exportações.